Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Felipe Soares

Membros
  • Total de itens

    3
  • Registrou-se em

  • Última visita

Sobre Felipe Soares

  • Rank
    Estou chegando agora...

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Desconfio que o trabalho dos caras se resumiu a realizar um diagnostico ligando o Mac com o “CMD+D”. Quando abri o Mac estava evidente a quantidade de poeira no interior, e o selo da bateria estava intacto. Enfim, eu fiquei chocado com o valor que pediram para realizar a troca do SSD. Resolvi compartilhar no fórum para alertar outros que corram o risco de sofrer a mesma “passada de mão” que tentaram me dar. abs a todos!
  2. Eu esperaria chegar mais próximo do fim do Apple Care e ai sim levaria para trocar. Vai que no meio tempo surge mais algum problema, tipo o "staingate".
  3. Pessoal, gostaria de compartilhar com vocês uma experiência que poderia ter me custado MUITO caro em uma assistência técnica em Campinas. Tenho um Macbook Pro Late 2013 com tela de retina. Num dia de trabalho normal, o Mac travou na tela de login e eu forcei o desligamento do note. Quando reiniciei o Mac fui recebido com o insólito "flashing folder of death". Procurei em diversos fóruns, e páginas de suporte. Fiz todos os procedimentos de boot, reset de NVRAM, reset de SMC, e nada... Parecia que de uma hora para a outra meu SSD tinha partido desse mundo para o paraíso do silício com todos os meus dados, fotos, músicas, etc... É nessa hora em que você lembra que usou o HD com os backups para fazer um teste e não configurou o Time Machine novamente. Peguei um HD Externo (o mesmo que deveria ter o meu backup), e utilizei o modo de recuperação do Mac para reinstalar o macOS, na esperança que conseguiria fazer algum reparo de permissões no SSD de dentro do OS. Nada. O SSD parecia não existir dentro do Macbook, e o único disco que o OS conseguia enxergar era o próprio HD externo. Desisti. Levei o Macbook na iPrimeira assistência técnica listada no site da Apple para Campinas. Pediram 48hs para fazer "testes" e "diagnosticar" o problema. Eis que recebo o orçamento abaixo: SEIS MIL E QUINHENTOS REAIS pela troca de um SSD! OITO MIL caso eu quisesse ficar com o SSD original (para recordação, com esperança de que no futuro fosse possível recuperar os dados ali contidos). Rejeitei o serviço, peguei o notebook e comecei a pesquisar quanto custaria para eu mesmo efetuar a troca do SSD em casa. Um Macbook Pro usado igual ao meu não vale essa grana toda, não fazia o menor sentido pagar isso para a autorizada consertar meu mac. Pesquisando na internet, encontrei o site da OWC (Other World Computing) que vende upgrades de SSD para Macbooks. Os SSDs de Macbooks Pro e Air são do tipo PCIe, com um conector proprietário, nada parecidos com os SSDs de mercado, ou que o pessoal usa para turbinar Macs mais antigos. A OWC tem um kit em que você recebe o SSD, as ferramentas (maldita chave pentalobe), e um "enclosure" para montar o SSD original e utilizar como se fosse um disco portátil (em alumínio, combina com o Mac) ( https://eshop.macsales.com/shop/ssd/owc/macbook-pro-retina-display/2013-2014-2015) Por sorte, um amigo estava nos EUA e conseguiu trazer o kit para mim. O kit custou ~350 doláres. Dolorido, mas ainda assim, cerca de 4 a 5 vezes menor que o valor do reparo na autorizada. Com o kit em mãos, tutorial aberto no celular, mãos à obra para trocar o SSD. (https://pt.ifixit.com/Guide/MacBook+Pro+13-Inch+Retina+Display+Late+2013+SSD+Replacement/26811). Ao abrir a carcaça do Macbook, a primeira coisa que notei foi a quantidade de poeira acumulada dentro do computador. No momento em que removi o SSD original do conector, um pequeno "tufo" de poeira saiu junto. Troca do SSD realizada, macOS reinstalado, trabalho feito. Resolvi montar o SSD original na enclosure da OWC que veio junto com o Kit. Apenas por desencargo de consciência. Eis que para minha surpresa, o disco original foi reconhecido pelo macbook como um disco externo! Todos os meus dados estavam lá. Corri para fazer o backup dos principais dados. Rodei um diagnóstico pelo Disk Utility, e nenhum erro foi encontrado. Reinstalei o SSD original no Macbook novamente, e tudo está funcionando 100%. Resumo da ópera: É provável que a sujeira acumulada dentro do Macbook tenha causado a "perda" de contato entre o SSD e a placa-mãe. Eu não precisava ter comprado um SSD de reposição. Tudo que era necessário era a chave "pentalobe" para abrir a carcaça, e aquela assoprada para tirar a poeira dos conectores (saudades Nintendo 64). Deixando a questão do valor de lado. Minha expectativa era de que no diagnóstico da "autorizada" fosse isolado o problema, se era realmente uma falha no SSD, se era na placa-mãe, ou se era apenas poeira. Para isso esperava que o técnico removesse o SSD, e colocasse em outro Macbook ou algum dispositivo diferenciado que só as "autorizadas" tivessem para ter certeza do problema. Eu tentei solucionar meu problema por conta, e deu certo. Outros poderiam não ter a mesma sorte. Mas é revoltante receber um orçamento no valor de um carro popular usado, para um problema mal diagnosticado e que poderia ser resolvido com uma chave de 12 dólares. Ah! E se alguém precisar de um SSD de 480gb para Macbook Pro ou Air, pode entrar em contato comigo! Abraço a todos!
×
×
  • Criar Novo...