Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Marcelo Zepo

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registrou-se em

  • Última visita

Sobre Marcelo Zepo

  • Rank
    Estou chegando agora...
  1. Com certeza vai mudar, além disso, a Apple teria que se registrar na ANVISA como fabricante ou importador de produtos (o que é um problema pior ainda no Brasil). Mas isso são só alguns aspectos de atendimento à regulamentação sanitária. No caso da aduaneira, eles vão precisar se adequar à nova realidade, mas isso não é um problema em si, é apenas uma questão de adequação. Mas toda essa necessidade de mudança também pode impactar a decisão de se registrar o produto como dispositivo médico no Brasil, pois são custos grandes (não que eu ache que seja um problema em si para a Apple, mas tem muita empresa que não traz dispositivos médicos para o Brasil ou não vende seus produtos como dispositivos médicos no Brasil pois o peso regulatório é muito grande.
  2. Se o problema com o registro na ANVISA fosse resolvido, não teria problema aduaneiro em si. Por exemplo, hoje o Apple Watch 4 e 5 ja são vendidos no Brasil. O problema do ECG é puramente uma questão regulatória sanitária, não aduaneira.
  3. Não há prazo por um motivo simples: o Apple Watch não consegue atender aos requisitos brasileiros atuais. Como parte do registro da ANVISA, no Brasil existe uma certificação compulsória no INMETRO de equipamentos médicos, e o Apple Watch se enquadra na definição de equipamentos eletromédicos (um dos tipos de equipamentos médicos) e por isso, precisaria atender uma série de normas de segurança. Como ele não foi um produto criado para atender essas normas, ele não tem como passar pela certificação e, portanto, não tem que ser registrado no Brasil. Isso na verdade é um imbróglio da nossa regulamentação atual, que não trata de uma maneira atualizada o que é conhecido como SaMD (software as a medical device), que na verdade é o que o Apple Watch é, no caso do ECG (é um SaMD usando um hardware de consumo como base). Infelizmente, a não ser que uma discussão mais aprofundada seja feita sobre o assunto, essa situação não vai mudar tão cedo. A ANVISA deve publicar uma resolução para SaMDs em breve (e a resolução de registro geral está em revisão no momento), mas nenhuma das duas resolve o problema citado.
  4. No meu caso, estava só com o celular, o vendedor deu uma olhada no celular, viu que estava "como novo", e colocou o maior valor (igual ao do site, 370 USD), aí esse desconto foi automático na compra do novo modelo.
  5. Comprei o meu 11 no domingo na loja da Apple em Arlington - VA, tinha comprado o Watch 5 e aproveitei para questionar sobre o trade-in, o pessoal falou que daria para fazer mesmo o meu XR sendo BR, então aproveitei e troquei. Pelo que entendi, eles tinham todos os modelos disponíveis.
×
×
  • Criar Novo...