Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

roberktum

Membros
  • Total de itens

    52
  • Registrou-se em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    2

Tudo que roberktum postou

  1. Tenta isso: https://github.com/avibrazil/RDM No meu macbook retina 13" ele supostamente oferece mais duas resoluções HiDPI entre essas duas que você tá usando: 1440x900 e 1680x1050. É de graça, então não custa tentar (literalmente). Conta depois se melhorou.
  2. Complementando minha resposta anterior: isso aí não é verdade. Existe sim e eu uso todo dia, sem problemas, especialmente no PJe. A questão é o que eu disse antes: as opções sempre são mais limitadas e você tem que se virar pra encontrar sozinho as soluções, não dá pra ligar no CNJ e receber a resposta prontinha - lá, aliás, é um desses lugares que eu mencionei que te dirão simplesmente que eles não dão suporte para mac, mesmo que havendo o PJeOffice para mac. Eu tive a sorte de ter pesquisado aqui no forum antes de comprar meu certificado, e pelas discussões eu DEDUZI, a partir dos relatos, que o token Safenet 5110 era o mais adequado. Assim, depois da dor de cabeça de configurar tudo no começo, não tive mais problemas. Eu não vejo nenhum sentido em ter um mac pra rodar windows, sinceramente - e olha que quando eu comprei meu primeiro mac, foi com essa intenção, porque eu adorava o combo Windows XP + Microsoft Office + Aurélio eletrônico.
  3. Sou advogado e uso mac há 15 anos também para trabalhar. Muitas coisas vão depender do seu perfil e do uso total que você pretende dar ao computador e, especialmente, do tamanho do seu bolso. Resumidamente, a relação custo/benefício do mac enquanto ferramenta de trabalho PARA NOSSA ÁREA não compensa de jeito nenhum. Você terá um custo muito alto para um desempenho pior e a possibilidade de muita dor de cabeça, algumas vezes no nível do ridículo. Por exemplo, se você como eu usar o Word a fundo, perceberá que a versão para mac fica sempre um pouco atrás da versão para windows, o que é até intuitivo por motivos óbvios. Não que o Word para mac seja ruim, e o 2019 é muito melhor do que era o 2011, mas não tem todas as funções, seja porque não tem memso, seja porque só estão disponíveis se você for assinante do 360 ou seja lá o nome do serviço deles hoje. Se você só usa funções básicas, aí não fará diferença. Além disso, mac é o sistema que a turma de TI ama odiar. Quando você precisa se auxílio, é muito comum ouvir "não temos suporte para mac". Simples assim. E quando você consegue achar a solução por si só na internet, geralmente você encontra alguma coisa aproximada do que você precisa, e aí precisa usar a criatividade para chegar na solução do seu problema específico. Algumas situações que seriam prosaicas no windows viram uma epopéia no mac, e muitas vezes sem solução. Encontrar um teclado ABNT2 no padrão apple (command ao lado da tecla de espaço), é dificílimo, o que te prende a determinadas marcas e consequentemnte a preços muito mais altos. Hoje, que eu saiba, só a Logitech fabrica, e tem só uns 2 modelos diferentes, com custo benefício muito ruim, quando comparados a outros teclados ABNT2 no padrão comum. Se você não se importa com ABNT2, aí fica mais fácil, mas mesmo assim as opções são muito menorese mais caras. Coisa parecida ocorre com os mouses. Opções muito mais reduzidas, especialmente se você quiser um que interaja perfeitamente com o sistema. Eu você precisará comprar modelos muito específicos, como o próprio mouse da apple que é ridiculamente ruim (até os mais fanáticos não gostam dele), ou precisará usar apps pagos de terceiros, como o Better Touch Tool, como eu faço. Outro periférico muito comum para trabalharmos em nossa área com um notebook é um monitor externo, certo? Pois é, o mesmo monitor terá um desempenho muito superior em um notebook chinelo windows do que no macbook mais atual possível. Dê uma olhada nos tópicos sobre monitor externo aqui do forum para você ter uma idéia. Confira também aqui no fórum as discussões a respeito do uso de certificados digitais no PJe, Projudi, e-Sac e etc. Muita dor de cabeça. E a cereja do bolo é a dificuldade de assitência e manutenção. Sabe aquela coisa de você ligar para o cara que te presta serviço e ele ir no seu escritório no mesmo dia e simplesmente te entregar o computador com o problema resolvido? Pois é, a não ser que você more numa cidade totalmente fora da curva, isso não existe. Você terá que levar o computador até alguma assistência, que vai te cobrar uma grana, algumas vezes impagável - se é que vão te atender. Exemplo: quero renovar a placa térmica do meu macbook de 2014. Umas das assitências que eu procurei simplesmente não faz, por nenhum preço! Justificativa: autorizadas apple só consertam computadores com menos de 5 anos, e ainda ficou me enxendo o saco com pao de que a lei não obriga etc. Outra, impôs tantos senões e condições, que eu não tive paciência nem de continuar a conversa. Não, não moro em Araxá-MG, moro na capital do país. É realmente ridículo. Eu detesto windows, uso meu mac para muito mais coisas e utilizo bastante a integração com o iphone, ipad e airplay, por isso é muito difícil eu parar de usar apple (pelo menos até o ponto em que um macbook passe a custar 50 mil reais). O trackpad do macbook é imbatível, por ex. Mas pensando nele apenas como insumo de trabalho na área do direito, em minha opinião não vale a pena. Mas repito, é muito pessoal. Veja que muitos grandes escritórios há tempos já não acham que compensa sequer pagar pelo Word, e usam o Libre. Realmente depende do seu modelo de negócio. Para o lance da programação, aí realmente não tenho idéia. E, se for comprar, que seja novo com garantia extendida (apple Care, se não mudaram o nome). Resolver problemas dentro do prazo de garantia é bem tranquilo pra quem mora em grandes centros.
  4. Confere aí: https://oab.portaldeassinaturas.com.br
  5. Eu não estava enfrentando maiores dificuldade com o Catalina, mas desde a última atualização (10.15.5), meu macbook está engasgado. Até a proteção de tela não tem mais os movimentos na velocidade normal.
  6. Sim, você tem razão, é o modelo de negócio da ICP-Brasil, tudo separado. Deve ser mais lucrativo que o já paradisíaco (para os tabeliães) sistema cartorial. MInha bronca maior realmente é com a OAB mesmo. É essa mesma, mas eu não sabia que havia o esses 200 docs gratuitos. Já é alguma coisa. Valeu pela informação, vou usar.
  7. Não tinha conseguido subir os prints. O primeiro mostra a assinatura com as informações do certidificado. A segunda, mostra o arquivo depois de editado em outro app. Veja que o Adobe acusa a invalidade da assinatura, e mostra o motivo no painel esquerdo (página modificada).
  8. No Acrobat Pro DC, que é o que eu tenho, a assinatura é digital mesmo, bem completa inclusive. Dá pra só assinar, assinar com certificação do conteúdo, e também para usar carimbo do tempo (se você pagar algum servidor pra isso). Aí, se o destinatário abrir o pdf no Acrobat, ele vai ver a assinatura e conseguir conferir os dados do certificado, se o documento foi alterado, etc. Dá inclusive para criptografar todo o conteúdo, mas ainda estou estudando qual seria a vantagem disso, porque nesse caso o arquivo só vai abrir com o certificado digital de quem fez, ou seja, um eventual destinatário não conseguirianem visualizar o PDF. Se tentar abrir em outro aplicativo de PDF, ele acusa que o PDF está corrompido. Não sei se você se referiu ao Acrobat gratuito (Reader), aí nesse, como eu disse antes, não posso afirmar que é igual, porque não testei. Mas vi um tutorial e os prints são rigorosamente iguais aos que estou acostumado no Acrobat Pro. Fiz um teste pra você ver, segue o print. O retângulo no documento é a assinatura. Os detalhes do certificado na janela suspensa aparecem quando você clica na assinatura. Mas como eu disse antes, o arquivo não é alterado para p7s, continua pdf normal, não tem nada a ver com peticionamento eletrônico. Captura de Tela 6.pdf
  9. Sacanagem mesmo são esses dois únicos tribunais que destoam do resto do país. Kkkkk Mas a plataforma de assinaturas a que me referi não tem nada a ver com os sistemas dos tribunais, porque eles próprios são plataformas de assinatura e conferência de autenticidade, sejam boas ou ruins. Eu me refiro a uma plataforma para documentos particulares, como um contrato, procuração, etc. A OAB nacional inclusive tem a plataforma, mas paga - e muito caro, como se já não bastasse pagarmos pela anuidade de órgão de classista mais cara do país.
  10. 1 - Salvo engano, nenhum aplicativo de pdf vai resolver seu problema, porque eles não geram arquivos pdf.p7s. O Acrobat e o Foxit apõem um carimbo com a assinatura, visível no corpo do documento onde você escolher, mas não mudam o formato. Já nos arquivos pdf.p7s, muda o formato e o ícone do arquivo, mas nenhum sinal é estampado no corpo do documento indicando a assinatura. Por outro lado, o próprio PJeOffice faz isso, na função “Assinador off-line”. Fiz o teste aqui e deu certo. Só não entendi porque ele tem essa função, já que o PJe não aceita a inclusão desse formato (p7s) no processo. Coisas da turma de TI... De todo modo, o Acrobat Reader (de graça) tem a função de assinar igualzinha ao pago. 2 – OCR, redução e conversão pdf-Office e vice-versa: há várias ferramentas on-line que fazem isso, a mais completa que conheço é a https://www.ilovepdf.com. Faz tudo, menos assinar, inclusive converte para PDF/A, que você nem perguntou mas é necessário para o PJe. Quase não uso mais essa ferramenta porque utilizo o Acrobat e o PDF Expert. Este último, apesar de limitado em muitos aspectos, pra mim é de longe o melhor de todos (experimentei vários antes de comprar) para estudar processos. As possibilidades de anotar e organizar são muito boas mesmo, se tiver algum melhor só se for para iPad, para computador acho bem difícil. Outra coisa que percebi também é o seguinte: OCR não faz milagre, portanto não acho que valha a pena pagar por um aplicativo de pdf pra isso, porque o desempenho não será superior ao das ferramentas de graça na internet. Outra coisa que só ficou mais claro pra mim agora: muita sacanagem que o preço que pagamos pelo certificado digital não inclua uma plataforma onde as pessoas pudessem conferir a autenticidade de documentos "particulares" assinados digitalmente. Nem a o carimbo do tempo é incluído...
  11. Eu tenho um teclado desse, porque procurava exatamente a mesma coisa: ABNT2, teclado numérico e bluetooth. Realmente é difícil encontrar outras opções desse tipo, e muito provavelmente se você encontrar outra será um outro Logitech mais atual que o K375, e que portanto não deve funcionar também. Especialmente considerando que você usa um desktop, não valeria a pena você simplesmente usar aquele dongle que vem com o K375, ao invés de buscar por outro? Você precisa de todas as portas USB do iMac de uma vez?
  12. Oi, Rafael, não entendi. Por que você precisa que o app de PDF assine documentos para essa finalidade? Ou melhor dizendo, para quais tribunais?
  13. Eu já disse em outra resposta que uso o 5110 Safenet. Com ele, o caminho a ser adicionado no PJE é bem diferente: /usr/local/lib/libeTPkcs11.dylib A pasta usr é oculta. Não entendi muito bem a questão. No meu caso, para funcionar no Firefox 77.0.1, tive que "carregar" o arquivo em "dispositivos de segurança". Mas o arquivo é diferente do que coloquei no PJE (acima), é o seguinte: Biblioteca/Frameworks/eToken.framework/Versions/A/libeToken.dylib Não sei se ajuda, mas não custa tentar.
  14. Mas está aprecendo no seu SSD! É que você está confundindo a PASTA do iCloud Drive no seu computador com a NUVEM. Essa janela de informações à direita, que você chamou de nuvem, na verdade é a pasta local sincronizada com a nuvem, sacou? Tanto é que você mesmo destacou que essa pesquisa aí está "buscando em Este Mac". Você só consegue ver a nuvem diretamente por meio do icloud.com, acessando via navegador de internet. Portanto, esse arquivo de exemplo aí está em 3 lugares diferentes: no seu HD original, que é a origem; no SERVIÇO iCloud Drive, que é a nuvem e só dá pra acessar diretamente por browser; e na PASTA local chamada iCloud Drive, por ser sincronizada com a nuvem, que aparece na barra lateral do Finder e que está ocupando o seu SSD. O problema é que a Apple parece fazer tudo pra confundir o usuário: a) pra começar, usa um nome parecido para dois serviços diferentes: iCloud e iCloud Drive; b) usa o mesmo nome do serviço para a pasta sincronizada local; c) esconde a localização da pasta local como se ela estivesse flutuando na hierarquia de pastas, como se não estivesse em nenhum disco. Ela aparece no mesmo nível do HD ( no seu caso, no mesmo nível dos seus dois discos). d) coloca algumas coisas pra sincronizar no iCloud "normal", como as notas e lembretes, e outras no iCloud Drive, como o Livros; e) além de tudo, ainda tem comportamento errático. Eu, por ex, todas as vezes que entro no Livros, vejo que a grande maioria está só na nuvem (preciso clicar na nuvenzinha pra ele baixar o arquivo e eu poder ler), o que é um saco porque não é esse o comportamento esperado, já que a otimização de armazenamento só deveria ocorrer se faltar espaço em disco, o que nunca é o meu caso porque sempre deixo pelo menos 40% livres (li em vários lugares que isso é importante para performance e maior vida útil de discos sólidos). Como o esperado é outra coisa, já fiquei na mão várias vezes, querendo ler mas sem ter internet disponível pra baixar. Mas como eu disse antes: se você quer os arquivos só na nuvem, ou também no HD mas sem sincronização automática, provavelmente o procedimento que sugeri vai te atender. Você pode inclusive fazer um atalho para o iCloud Drive e deixa-lo no Dock, pra ficar bem fácil o acesso, mais ou menos como se fosse uma pasta mesmo. Dá inclusive pra personalizar o ícone. Agora, se você quiser a sincronização no disco que não seja o de inicialização, aí não vejo outra saída que não seja trocar de serviço. Abs
  15. @Rick Levy, o iCloud Drive funciona de forma sincronizada com a pasta de mesmo nome no seu mac e nos igadgets, bem como as pastas Documentos e Mesa, caso você as marque nas configurações. Não interessa de onde vieram os arquivos, eles serão sincronizados com essas pastas, e se você apagar das pastas localmente, apaga tbem na nuvem porque é sincronizado. Me parece que a saída pra você seria o seguinte: 1 - copie os arquivos do iCloud DRive no seu HD (o de 750GB), caso eles não estejam mais lá; 2 - desative o icloud drive do seu mac, desmarcando-no nas opções do iCloud. Isso irá fazer a pasta iCloud Drive desaparecer (que você chamou de espaço), e com ela tudo o que estava dentro; 3 - suba novamente todos os arquivos pelo icloud.com. 4 - se não quiser ocupar seu HD com os arquivos, apague-os. Desse jeito, pra você ter ter acesso aos arquivos, ou colocar novos arquivos lá, só pelo icloud.com. Só consigo pensar nessa saída pra continuar usando o serviço apenas como um disco de backup, sem repetição de arquivos no SSD, porque não há como mudar a pasta iCloud Drive de lugar, o que te permitiria colocá-la no seu HD e ocupar espaço só nele, caso fosse esse seu intuito inicial. Se a sua inteção é manter realmente um espelho do que você tem no computador, sua opção seria mudar de serviço para um que te permita escolher pastas específicas para sincronizar. Uso o One Drive e o Google Drive, e ambos permitem fazer isso (o One drive na verdade permitiria colocar a pasta de sincronização dele onde você quiser, o que dá na mesma). Na minha opinião, sua melhor opção é mudar de serviço. Se você achar outra solução, compartilhe com a gente. Abs.
  16. Uso o 5110 Safenet, e nunca tive problemas, a não ser o fato de ele nunca é reconhecido na primeira tentativa, mas basta tirar e colocar de novo que funciona. Comprei na Soluti, e foi tudo junto: fui lá, comprei, e já saí com o token pronto, demorou uma meia hora, nem sabia que era possível comprar as coisas separadas, até porque dificilmente compensaria: R$ 145,00 tudo, validade de 3 anos. Não vi nenhuma empresa vendendo tão barato para advogados, mas não achei isso anunciado no site da própria Soluti, só quando liguei em uma loja deles pra me informar. Uma coisa que eu recomendo: utilize o firefox pra acessar PJe. Todos os tutoriais que você achar pra resolver qualquer problema será para Firefox, se você for procurar o suporte com as TI dos tribunais a primeira pergunta será sempre se está usando o Firefox, etc. A vida fica mais fácil, ainda mais que a gente já enfrenta a preguiça dessa turma só pelo fato de estar usando macOs.
  17. Quando isso acontece, antes de você clicar de novo na página, no canto superior esquerdo continua indicando Safari ou mostra outro nome de app?
  18. Obrigado pela resposta, Jonatan. Baixei o app, e como eu desconfiei ele não resolve meu problema porque serve justamente para o contrário, que é evitar o repouso (é muito útil para impedir que o macbook durma quando estiver com a tela abaixada). Pra isso eu usei a vida toda o Insomnia, mas a gora vou comparar os dois pra ver se troco ou não. Obrigado, de qualquer forma. abs.
  19. Bom dia a todos, Não sei se falo aqui alguma besteira, mas não sou técnico e relato aqui como o problema se apresenta para mim. A partir de determinada versão do MacOS, que não sei especificar, programas abertos passaram a impedir o repouso do sistema. Isso é extremamente irritante, especialmente porque parece ser totalmente aleatório qual aplicativo causará esse impedimento eem que momento. NO monitor de atividades, é possível consultar se os aplicativos abertos estão impedindo ou não o repouso, mas o mesmo aplicativo ora impede, ora não. O resultado é que a única forma de garantir que eu posso abaixar a tela do macbook e quando voltar ele não tera gastado bateria, muitas vezes até o final, além de aquecer, é fechar todos os aplicativos antes, ou consultar no monitor de atividades qual deles esta marcado como "impedindo o repouso" e fechar só ele - o que não é confiável, pois nada garante que um aplicativo passe a impedir o repouso, sem aviso. Ou seja, para um macbook, o repouso perde metade do sentido pelo menos, na minha perspectiva. Alguém saberia uma forma de desativar essa possibilidade de forma geral no sistema, ou pelo menos de forma específica para cada aplicativo? Geralmente, isso ocorre com o Safari, então se eu puder evitar que só o safari passe a impedir o repouso, já seria de grande ajuda. Desde já agradeço quem puder me auxiliar.
  20. Pra mim está muito claro que o mais seguro a se fazer, em relação ao apps de bancos (já que não temos a opção de não usá-los), é manter a exigência de senha para o acesso e transações. E, claro, usar uma senha exclusiva para o banco. O fato de o aplicativo do Santander não pedir a senha mesmo depois de um novo rosto ou digital ser cadastrado é tão espantosamente ridículo que demonstra o quanto estamos vendidos nesse mundo digital. Compramos segurança, mas recebemos um risco maior do que tínhamos no ponto de partida.
  21. Boa noite a todos, Alguém sabe alguma solução especificamente para impedir que os sites fiquem atualizando automaticamente no Safari, como ocorre por ex. em sites de notícia, como UOl, G1, sem atrapalhar outras funções? Obrigado.
  22. Também uso como você, para livros em epub que baixo por aí. Uso no mac e no iphone. Continua "normal", está abrindo novos arquivos. Mas eu sempre acrescento pelo mac, entao quando abro no iphone já é dentro do aplicativo. Talvez seja mais um erro, esse aplicativo não tem estabilidade nenhuma, some com PDFs, livros deixam de estar disponíveis offline, você tem que ficar baixando toda hora... Só uso pela interatividade entre os dispositivos e porque não conheço outro que leia ePub não baixado de lojas.
  23. Olá, Danilo, Achei que ainda estava na garantia. Mas, de toda forma, não me parece caso de recall, tanto porque não houve chamado da Apple indicando lotes defeituosos, quanto porque recall pressupõe um defeito que traga risco à saúde ou segurança do consumidor, o que pelo jeito não é o caso. Me parece que é o caso de garantia mesmo, pelo tal vício oculto, que ocorre quando um defeito de fabricação aparece já depois de finalizado o prazo de garantia. Nesse caso, o prazo legal de 90 dias volta a correr a partir da data em que o consumidor notou o defeito. A especificidade do caso é que a Apple já admitiu a alta incidência do defeito. No site da cobertura que eu mencionei na minha resposta anterior há a informação de que "O recibo de venda é necessário para validar a Garantia Limitada da Apple", mas não há base jurídica para essa exigência - no Brasil, pelo menos. Acho que no caso da Barbara, como você disse, o indicado é ir em outra autorizada, o mais rápido possível.
  24. Boa tarde, tudo bem? Você está usando o U2419H? Pode nos dizer o que está achando dele no mac? Obrigado.
  25. Barbara, o link a seguir é para a checagem de cobertura de garantia da Apple: https://checkcoverage.apple.com/br/pt/ Em tese, o banco de dados desse sistema é o mesmo que as autorizadas têm acesso. Te recomendo entrar no site verificar o que consta lá, precisa só do número de série. Se o sistema mostrar que ainda está na garantia, tire um print e exija a cobertura, é seu direito inquestionável, com nota ou sem nota. Se por acaso o sistema mostrar que já passou a garantia, dificilmente a informação estará incorreta. Mas caso consiga a nota fiscal OU OUTRA PROVA da data da compra com o dono original, há fundamento para tentar, inclusive judicialmente. Boa sorte.
×
×
  • Criar Novo...