Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

ISilva

Membros
  • Total de itens

    85
  • Registrou-se em

Sobre ISilva

  • Rank
    Já me considero um membro do MM Fórum.
  • Data de Nascimento 20-07-1988

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Florianópolis - SC
  • Interesses
    Linguística, tecnologia, ciências, física, lógica, línguas de sinais, línguas estrangeiras.

Últimos Visitantes

4.566 visualizações
  1. Bom dia, Eduardo. Tudo bem e contigo? Entrei em contato contigo via WhatsApp. 🙂
  2. Foto para ilustrar que vai na caixa, nos plásticos originais. Aguardo propostas!
  3. Por aqui tudo certo! Espero que aí contigo também. - Minha experiência tem sido bem tranquila, conforme relatei brevemente aqui na primeira página para o @marcosfisica. Eu substitui meu laptop pelo iPad. O suporte à mouse/trackpad elevou muito minha experiência Com textos e planilhas. Tenho escrito todos os meus trabalhos no iPad com um Smart Keyboard + mouse. O que mais me agrada agora, com a implementação do ponteiro, é a seleção de textos. Foi a maior e mais essencial melhora que o mouse trouxe. Era o que mais me incomodava e me fazia sentir falta de laptop/desktop comum, pois eu sempre tinha de tocar na tela para selecionar trechos textuais. Além disso, é importante eu mencionar que alguns apps ainda não tem suporte oficial para mouse, como os do Microsoft 365 (antigo Office), então as vezes o app não reconhece bem o input do mouse (Microsoft já afirmou que vai atualizar os apps no outono do hemisfério norte). Contorno isso ou tocando na tela ou usando outros apps, como o Google Docs ou os apps do iWork da Apple, mas isso é muito difícil de acontecer. Em relação à minha experiência com teclado, devo lembrar que o Smart Keyboard não tem a fileira de teclas de função (ESC, F1, F2, etc) e tem gente que não gosta do toque dele (parece um tecido e as teclas são as fatídicas borboleta com menor profundidade de toque). Aqui em casa temos um teclado da Logitech, com as teclas de função e tudo, que deixam a experiência de digitar e trabalhar bem parecidas com um laptop/desktop. As teclas de função funcionam perfeitamente, de forma nativa (passar músicas, volume, brilho na tela, tecla home, etc). Combinando os dois acessórios no dia-a-dia, repito o que disse: não uso mais laptop/desktop. O iPadOS apresenta inúmeros atalhos de teclados ao longo de todo o sistema, os apps também, inclusive muitos de maneira semelhante a sistemas de computador. Não vou negar, houve uma curva de aprendizagem por conta do modo como o sistema do iPad organiza as coisas (o acesso à multitarefa com um mouse comum como os meus requer gestos diferentes dos que normalmente faria, por exemplo). É outro workflow. Persisti e já estou assim há cerca de um ano. Acho que é isso. - O adaptador OTG vem com o mouse, não foi necessário comprar um. Ele fica guardado dentro dele, porque o uso conectado via bluetooth no iPad mesmo (anexei uma imagem para ilustrar). Quando conecto outros acessórios bluetooth o sistema até avisa nos ajustes que pode haver interferência e causar erros na conexão do mouse ou de outro acessório, mas nunca tive nenhuma intermitência de sinal, nem no mouse nem nas músicas em meu fone bluetooth. Tentei descrever com certos detalhes para ilustrar bem minha experiência nesse tempo (cerca de 1 ano só com iPad, cerca de 4 meses com mouse nele). A experiência me agradou tanto que investi em um Magic Keyboard, que está para chegar. Espero que ajude e, se algo não ficou claro ou venha a despertar mais dúvidas e curiosidades, to por aqui! Abraços!
  4. Olá, Marcelo! Antes de investir em um mouse bluetooth usei um OTG que eu já tinha aqui em casa, por meio de um adaptador USB C. Funciona de boa: scroll, botão direito, botão esquerdo, como em um PC ou Mac. Foi o que me ajudou a decidir investir em um bluetooth. Comprei esse que tenho visto por volta de R$80 à R$100: https://www.logitech.com/pt-br/product/pebble-m350-wireless-mouse
  5. Que bacana, Marcos! Mundo pequeno esse, estudamos em prédios vizinhos. Eu gosto muito da UFSC, também me considero “cria”: segunda graduação, mestrado e doutorado. Sobre Floripa sou suspeito a falar. As visitas em férias despertaram um desejo de ficar. Fui ficando, ficando... e já se vão oito anos aqui hehe. Precisando trocar mais ideias, estou à disposição! Grande abraço!
  6. Não uso mais papel desde que faço uso do iPad nos estudos e no trabalho. Compro livros em PDF ou formato E-Book, fica tudo na nuvem. Os alunos me enviam atividades escaneadas em arquivos PDF, que corrijo com a ferramenta nativa do iPadOS e devolvo anotado à eles. Inclusive dou aulas via Zoom, que disponibiliza uma ferramenta de quadro branco. Quando ele não dá conta, uso o Skype e compartilho a tela para que os alunos acompanhem as anotações que faço no Notability. O legal do Notability são os diferentes tipos de papel disponíveis, ferramentas de formas geométricas, cores, etc. O iPad tem sido essencial para eu manter as aulas online. Essas anotações inclusive consigo compartilhar com os alunos em formato PDF.
  7. Boa tarde, pessoal! Fiz essa transição há cerca de 1 ano. Faço doutorado e assimilo melhor os conteúdos escrevendo à mão do que digitando. Uso uma película pet fosca da HPrime. Dessa forma consegui ter uma experiência de toque e escrita como em papel de verdade. Para tomar notas uso o Notability, que permite inclusive registrar áudios das aulas para ouvir depois acompanhando a “reescrita”. O app deixa o que foi escrito mais apagado e vai voltando ao normal conforme o áudio vai sendo tocado. Dessa forma fica fácil associar as anotação ao que ouvi em aulas, palestras, congressos, etc. Já usei em um iPad Pro de 2017, hoje em um de 2018. Recomendo ao menos o iPad Air, pois não há “gap” entre o vidro e a tela. Dessa forma a experiência fica mais próxima a de um papel. Mais recentemente adquiri o app ShiftScreen, para otimizar o uso de segunda tela com o iPad. É bem interessante, vale pesquisar vídeos no Youtube. Em relação a documentos de texto, planilhas e apresentações, não sinto falta de laptop (antes tinha um MacBook Air). Há uma curva de aprendizagem na utilização dos aplicativos de escritório, que apresentam layout diferente, mas possibilitam executar todas as funções de edição que necessito. Um exemplo é que escrevi boa parte da minha dissertação de mestrado no iPad. Hoje são artigos e a tese, com a combinação Smart Keyboard + mouse sem fio. Aliás, o suporte à mouse e trackpad elevou muito a experiência com textos e planilhas. Não sinto mais falta de uma laptop ou desktop, para ser sincero. Essa tem sido minha experiência. Qualquer outra dúvida ou comentário, sigo às ordens.
  8. Smart Keyboard Folio - iPad Pro 11” (2018) Smart Keyboard Folio da Apple, para iPad de 11” (2018). Ele está impecável, com todas as teclas funcionando desde 18/02/2020. Ainda está na garantia e acompanha caixa. Link p/ fotos e um vídeo do teclado em funcionamento: https://www.icloud.com/sharedalbum/#B0e53qWtHJEeRra Valor: R$750 Posso vender via anúncio do Mercado Livre (a criar). Peço encarecidamente que não deixem de tirar todas as dúvidas antes de comprar, por favor. Caso necessitem de referências minhas aqui no fórum é só perguntar! Ah, o mais importante. Não tenho interesse em nenhum tipo de trocas. Abraços!
×
×
  • Criar Novo...