Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Fernando Kreutz

Membros
  • Total de itens

    12
  • Registrou-se em

  • Última visita

Sobre Fernando Kreutz

  • Rank
    Estou chegando agora...

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  1. Eu estou no mundo Mac desde novembro de 2009, com um MacBook Pro de 15". Comecei no mundo Apple com um iPod Nano de 3a geração (acho que foi em 2008). Aí vieram dois iPods touch e agora já estou no segundo iPad mini (este retina, o anterior não era [que considero um lixo que nunca deveria ter sido lançado], nunca curti o tamanho do iPad normal). Também uso um Airport Extreme com HD externo para backup, e posso dizer que o Time Machine não tem igual. Nem solução paga pra Windowss consegue imitar o que ele faz. Nesses 5 anos com meu MacBook (ainda uso apenas ele) nunca tive problemas com o hardware ou software, sempre tudo funcionou como esperado. Formatações já fiz algumas, mas a experiência já me mostrou que elas não mudam em nada a performance, logo, já faz uns 2 anos que só atualizo o sistema operacional. No hardware, só coloquei mais memória e HM SSD, fora isso tudo original, 100%. Não me vejo trocando de computador em breve, a performance está similar a das máquinas mais novas (usava um retina de 15" no trabalho) para o meu uso (navegador e skype), mesmo no Yosemite. IPhone não comprei ainda pois não tenho interesse em gastar tanto num telefone, uso o Nexus e me serve muito bem e não acho que um seja muito superior com comparação ao outro (para meu uso). Gosto muito da Apple e ainda me admiro que meu computador, com 5 anos, é mais bonito que a maioria absoluta dos PC's vendidos hoje.
  2. Alguém está conseguindo acessar sites de banco, como o BB? No Yosemite não rola nem no safari nem no firefox, mesmo com o update do java.
  3. Eu tenho alguns bugs relativamente irritantes no meu iPad Mini. 1- O efeito paralax não funciona direito, fica dando uns "pulinhos" e travadinhas. Acabei por desativar ele; 2- O gesto para voltar a home (5 dedos em pinça), a animação inicia normal mas antes de terminar ela corta. Se usa o botão, é normal; 3- O Mail frequentemente diz que tem 1 e-mail não lido na caixa do Yahoo, sendo que não tem; 4- Notei que alguns aplicativos estão bem mais lentos que no iOS 6, como o Facebook; 5- Ao trocar um aplicativo via multitasking, demora muito mais do que antes pra carregar o aplicativo; 6- Aplicativos tendo perda de performance muito grande ao receber uma notificação (durante um jogo, por exemplo); 7- Como o Mini não tem tela retina, a Apple deixou as fontes muito "finas", dificultando muito a leitura, devido à baixa resolução; 8- A fonte usada no twitter, fica desfocada em partes do feed; Enfim. O iPad Mini e o iPad 2 são os únicos dispositivos sem tela retina, eu acho que eles não deveriam ter recebido o iOS 7. Ele tem pouca memória e tela de baixa resolução. Em minha experiência a performance foi fortemente afetada com essa update.
  4. E quando você passa na fila do não declarar e o fiscal te pergunta "Quero ver a nota do seu macbook"? Se você não tem uma nota brasileira com a serial do computador, tchau meu filho, é 100% de imposto em cima (50% do imposto de importação e 50% de multa por não fazer a declaração), não importa se é novo ou é velho. Quando voltei em maio o fiscal pediu pra ver a nota, mostrei, conferiu a serial e passei sem problemas. Cada caso é um caso! Nada garante que você consiga passar com eletrônicos sem pagar o imposto, até porque, tem algo chamado LEI que diz que você tem de pagar, se assim for devido. A gente quer que nossos políticos sejam honestos, mas eles são o espelho do nosso povo que "sempre dá um jeitinho".
  5. Você sabe porque queimou o fusível? Provavelmente quando você estava usando o aparelho e gerou excesso de carga na rede da tua régua, pois ela NÃO FOI FEITA pra usar nesse tipo de equipamento! Atente para as especificacões elétricas no manual do teu aparelho e vai ver que não é para usar extensões ou réguas!
  6. Cara, que terrorismo desnecessário! Todas fontes modernas são feitas para lidar com variações na rede elétrica, tanto é que elas suportam tensão de 100 à 240 volts (duvida? olha tua fonte!), podendo variar em qualquer intervalo deste sem ocorrer problema nenhum. FOI FEITO pra isso. Eu não consigo entender o porquê de tanta gente fazer terrorismo quanto ao assunto, assim como fazem com as baterias de notebook e outros eletrônicos! Totalmente desnecessário, apenas use o equipamento! Estabilizador prejudica? Sim, em fontes digitais prejudica e ponto final! Além de o estabilizador não proteger nada, ele faz você gastar mais luz, pois gera calor ao converter energia de 220v para 110v. Se não precisa converter energia, não precisa usar. No-breaks e filtros de linha (aquela régua de 15 reais que comprou no bolicho a esquina NÃO É um filtro de linha, é apenas uma régua com fusível, não serve pra proteger NADA) prejudicam? Não! Simples.
  7. Pode ser, não entendo muito disso =) Alguma novidade sobre o caso?
  8. Interessante. Eu não acho que a qualidade da energia do hospital seja melhor, pois o sistema de geradores só entra em ação caso a concessionária de energia não consiga fornecer para eles (haja uma queda, por exemplo), logo, é a mesma energia que você teria na sua casa. Quando eu disse que fez sua função e te protegeu, quis dizer que (se houve sobrecarga ou curto), o mesmo não deixou passar corrente à diante (pra você ou telefone). Eles são projetados para conseguir lidar com essas situações. E sobre seu último post, eles sim dão um suporte muito legal, e é com muita razão que devem estar preocupados, pois caso seja um defeito no aparelho, eles devem investigar o porquê isso ocorreu e se existem mais equipamentos com defeitos. Por mais que defeitos sejam raros, pode sim acontecer de um dos componentes do carregador ter falhado e ter causado esse transtorno. --- Dúvida: que cliente de e-mail você usa? Não é o Mail né?
  9. Eu iria aguardar uma investigação. Sinceramente, o carregador fez sua função ao proteger o usuário, pode sim ter havido uma sobregarga ou algum curto na própria tomada (não sei a situação da tomada em sí, mas observe que tem uma mancha preta na parte superior do espenho, entre a parede o mesmo), não sendo culpa do carregador. Usar de uma situação dessas pra se aproveitar com "freebies" (ou dinheiro) fica meio estranho, o mais importante é a segurança do produto e do usuário. Se fosse um carregador xing-ling, você ia pedir freebies ou processar quem? Ou se sua geladeira tivesse explodido, iria atráz da fabricante da geladeira ou da concessionária de energia? Espero que resolva sua situação sem grandes encômodos. Eu já tive suporte deles em contato com tcook e resolveram meu problema sem mais delongas.
  10. Eu consegui um MagSafe novo com ele ... Muito gente boa o cara.
  11. Galera, eu já pesquisei bastante sobre o assunto e aqui vai o que encontrei até hoje: - 1 telefone celular, 1 câmera digital não profissional, 1 mp3 player e mais um ítem que não lembro, são isentos de impostos. Todos devem estar fora da embalagem original e estarem em uso no momento em que você passa na alfândega. Lei: Normativa 1059 que lê-se: "1º Os bens de caráter manifestamente pessoal a que se refere o inciso VII do caput abrangem, entre outros, uma máquina fotográfica, um relógio de pulso e um telefone celular usados que o viajante porte consigo, desde que em compatibilidade com as circunstâncias da viagem." - Qualquer ítem que passe da cota de US$500 e não possua nota fiscal (com ou sem símbolo da anatel, não importa), vai ser cobrado imposto sim. Não adianta discutir. Se você comprou no Brasil, leve a nota fiscal. - Para estudantes que estão voltando para o Brasil depois de 1 ano no exterior, dá pra importar tudo o que o mesmo comprou fora, sem pagar 1 tostão de imposto. Basta ter a documentação adequada. - Ítens de uso pessoal como roupas e calçados, em quantidade compatível com o período viajado (e sem etiquetas, isso é obvio) e com tamanho compatível com o viajante, não vão ser incluídas no imposto. Os agentes não são burros. - Se você passa na fila do não declarar e é fiscalizado e possui mais de US$500 e compras, como multa irá pagar 100% do imposto ao invés de 50%. Eu, pessoalmente, recomendaria que você declarasse, além de estar legal, você estará nacionalizando seus produtos. Em uma viagem futura, basta apresentar a nota do pagamento do imposto e pronto. Sem dor de cabeça. Lei é lei, não adianta querer burlar ela que quem vai se ferrar é você. Abraços.
×
×
  • Criar Novo...