Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

pbr

Membros
  • Total de itens

    294
  • Registrou-se em

  • Última visita

Posts postados por pbr


  1. A Apple Brasil costuma repassar as flutuações do dólar aos consumidores, o que acaba tornando os preços cada vez mais proibitivos.

    Produzir todos os modelos de iPhone localmente e se beneficiar dos incentivos fiscais seriam suficientes para sairmos dessa crescente de preços todos os anos ? Do jeito que ta o 6s vai chegar aqui por 4 mil reais fácil...

     

    Hoje em dia não existe mais "produção local" para a maioria dos produtos no mundo todo. Pois matérias primas e componentes que compõe o produto são importados. É impossível produzir tudo localmente. Mesmo os produtos feitos na China tem componentes vindo do Japão, Indonésia, e outros países.

     

    É por isso que a política de tentar favorecer a balança comercial é burra.

    O governo tenta favorecer a produção interna, dificultando as importações. E ao fazer isso, inviabiliza a produção interna que depende de componentes importados.

     

    Somado a essa política burra têm os impostos internos que são bastante elevados também.

    A Apple passou a produzir iPhones no Brasil, mas o preço caiu bem pouco.

     

    Essa não é a solução. A unica solução é aparecer alguém mais competente no governo, para parar com essas burradas.


  2. o valor não iria ficar o mesmo não, a motorola e microsoft (Nokia) fabrica os aparelhos aqui e sai quase os mesmos preços que no EUA, tem vez que fica mais barato. 

     

    Se pegar em alguma promoção, também consegue pagar pelo iPhone aqui, o mesmo preço que trazer de fora.

     

    Exemplo iPhone 6 16Gb:

     

    Preço no Submarino:

    R$ 2.771,21

     

    Preço pelo monaco:

    R$ 2.649,00


  3. Só agora vi que esqueci de colocar a matéria que fala do Lightning sendo disponibilizado para fabricantes de terceiros (que comentei no primeiro post)!

     

    Aqui está:

    https://macmagazine.com.br/2015/01/13/fabricantes-poderao-utilizar-o-conector-lightning-abrindo-novas-possibilidades-para-acessorios/

     

    Aproveitando,

    caso você esteve hibernando em uma caverna remota nos últimos dias, o link da matéria sobre o evento:

    https://macmagazine.com.br/2015/02/26/apple-convida-imprensa-para-evento-especial-muito-provavelmente-para-falar-sobre-o-watch/

     

    Como podemos ver tem a inscrição "Spring forward" que em tradução literal fica "Primavera à frente"; a expressão se refere ao começo do horário de verão, que normalmente é na primavera, quando se adiantam os relógios.

     

    Uma clara referência ao Apple Watch que será apresentado.

    Já as flores que alguns viram na imagem pode se referir a primavera, ou mesmo ao Apple Watch que em várias imagens de divulgação da Apple apresentava uma flor na tela.  :rolleyes:

    E se você prestar atenção elas são feitas com a folhinha do logo da Apple.  :P

     

     

    É isto.

    Segunda teremos todas as respostas!

     

    P.S. Já acho que tem tanta coisa para apresentar sobre o Watch, que o evento será 100% somente para ele.


  4. Os MBA atualizados e o suposto MBA de 12" com Retina Display devem estar à venda logo no dia do lançamento. Já com relação ao Apple Watch, como tu bem disseste, deve ser fixada uma data para o seu lançamento e, além disso, os países que receberão a primeira leva.

     

    Há algo ainda mais importante: a Apple deverá esclarecer de que forma o Apple Watch será comercializado, é dizer, se em todas as lojas teremos modelos disponíveis ou se o Watch Edition será restrito às lojas próprias da Apple e quem sabe com joalherias conveniadas.

     

    Sim, sempre tem a lista de países. Esperamos que ela seja grande! :)

     

    Levando em conta o preço que estão estipulando para o Edition, é certo dizer que não veremos ele exposto nas vitrines das iPlaces da vida.

    Talvez apenas nas lojas da Apple mesmo.

     

    Vale lembrar que antes do iPhone, todos os celulares eram vendidos pelas operadoras. Foi a Apple que mudou isso. Quem sabe algo parecido aconteça novamente com o Apple Watch.


  5. Acho que deve vir alguma surpresa das boas. Quem sabe um Conceito para uso doméstico, além do iOS 8.4. Tenho para mim que o iOS 8.4 será semelhante ao iOS 3.2, exclusivo para o iPad 1o Gen. Ou seja, a Apple deve lançar um MacBook híbrido.

     

    Realmente eu esqueci desse detalhe, com certeza teremos atualizações no iOS e OS X.

     

    E também acredito que teremos vários exemplos de uso, com vários Apps. Com o Watch abrindo a porta da casa, do carro e outras coisas sendo operadas diretamente pelo relógio.

     

    Também tem uma pequena retificação na ordem: primeiro apresenta os modelos e preços, e dai a famosa frase "Com as vendas começando no dia X"


  6. A Apple deve começar a vender o Apple Watch em Abril:

     

    https://macmagazine.com.br/2015/01/27/tim-cook-afirma-que-apple-watch-sera-lancado-em-abril/

     

    E caso a Apple não mude 180º o modo como faz as coisas, é certo afirmar que teremos um evento especial em abril, o qual anunciará a data de inicio de venda do Apple Watch, levando os fãs da Maça para as filas em todo o mundo.

     

    Aqui está o que eu imagino que irá rolar no evento:

     

    - Números 

    Recorde de venda de iPhones, novas lojas pelo mundo (China), e Apple como maior fabricante de smartphones dos EUA.

     

    - Apple Watch

    Reapresentação do hardware e sistema operacional além de outras funcionalidades que não foram apresentadas antes.

    Desenvolvedores apresentando seus Apps mágicos para o Watch.

    Propagandas.

    Data de início de venda.

    Preços.

     

    - Macbook Air com Tela Retina

    A Apple poderia apresentar também o novo Macbook Air, aquele de 12". Eu acredito que seria apenas um modelo de Air com tela retina, e a um preço mais caro. Mantendo os outros na linha (exatamente como aconteceu com o Macbook Pro, quando ganhou a tela Retina). Nem precisa falar, que ele deve ser mais fino, leve, etc. Vejo o novo Macbook Air como um Ultra-Ultrabook.

     

    E ele já poderia incluir uma porta Lightning!

    Talvez até contar apenas com um conector Lightning (e um adaptador Lightning -> USB).

     

    Aproveitando o hipe do Apple Watch ela poderia e anunciar a abertura do padrão Lightning para o mercado. Mostrando todas as vantagens dele sobre o Micro USB, ou o novo USB Type-C.

    Não sei de todos os detalhes técnicos, e alguns são só boatos, mas segundo o que eu li a porta da Apple, é ligeiramente mais rápida, entrega mais energia, e está pronta para usar em dispositivos a prova d'água, por exemplo.

     

    Por fim, a Apple apresentaria algum acessórios bacanas que já estão sendo planejados por fabricantes de terceiros e que tiram proveito da nova porta.

     

    Será que fiquei perto? :)


  7. poisé, meu polegar funciona em 10% das vezes, no primeiro mês tava uma beleza, reconhecia 100%, agora ta uma porcaria, ja até desisti de botar do dedo ali

     

    Como foi comentado, você pode estar com um aparelho com problema, e precisa trocar.

     

    Mas você pode tentar refazer o cadastro dos dedos.

    Algumas vezes, isso basta para passar a reconhecer bem.

     

    O normal é como falaram. Reconhecer direto praticamente sempre.


  8. O Periam é um bom companheiro de quem baixa vídeos na internet!

     

    http://www.perian.org/

     

    Seu mac irá funcionar como você quer.

    Ou seja, basta colocar a legenda com o mesmo nome do vídeo, que o quicktime passa o vídeo com a legenda (obviamente não funciona em 100% dos casos, mas para a maioria funciona que é uma beleza). Além disso ele faz o QT ler vários outros formatos de vídeo.

     

    Apenas para assistir tem o VLC (um bom tocador).

    http://www.videolan.org/vlc/


  9. Estou com o @Alessandro Saba.

     

    Tenho um Time Capsule desde que foi lançado nos EUA, e desligamos ele toda noite, e religamos toda manhã. O HD continua tão com quanto antes.

    Então pode desligar de boa.

     

    Quanto a pessoa meio avoada. Apenas oriente ela para desligar o TC apenas depois de desligar os Macs que não tem problema. É uma rotina bem simples...

     

    E se você desligar o Time Capsule no meio de um backup, pode ter problemas no backup. Ele pode ficar corrompido e precisará refazer ele todo.

    O mesmo vale se você não for usar o TC como backup, mas sim para servidor de arquivos. Se estiver salvando e desligar no meio. Obviamente aquele arquivo vai ficar pela metade...

     

    Quanto a estragar o HD por desligar no meio degradação acho improvável. Faz tempo que os HDs recolhem a agulha quando são desligados, não acho que tenha algum perigo aí.

     

    Sobre deixar ele sempre ligado, aí não tem segredo. A Apple projetou o TC para ele funcionar sempre ligado, então sem problema.


    Aproveitando o topico, como se faz para desfragmentar o Time Capsule?

     

    Mas para que você quer fazer isso?

    Só quem trabalha com vídeo profissional precisa desfragmentar os HD que estiverem ligados direto no Mac pela porta mais veloz possível, e em algumas tarefas específicas. No TC não faz sentido querer desfragmentar uma vez que você já esta acessando pela rede que não dá tanta velocidade assim...


  10. Não percebi como vc concluiu que comprei tal ou qual ideia!

     

     

    Você ainda está analisando o 5C como um novo produto.

    Ou seja: como os boatos o anunciavam.

    Que seria um iPhone mais barato, para atrair novos públicos, etc. etc..

    O que estou querendo dizer é: não se tratar de nada disso.

     

    Estava tentando evitar me alongar demais, mas vou colocar aqui uma analise que fiz na época, que acredito ser bem mais condizente com o que a Apple quis quando lançou o 5C (espero que isso deixe mais claro o meu ponto de vista):

     

    Analisando o iPhone 5c

     
    O iPhone 5c pegou muito analista do mundo Apple de surpresa. Não pela sua carcaça de plástico, sobre a qual já haviam muitos boatos, mas sim pelo seu preço.
    Muitos achavam que por se tratar de um iPhone 5 (portanto de geração anterior ao atual iPhone 5s), e ainda contar com uma carcaça mais barata, ele tomaria o lugar do iPhone mais barato na linha de iPhones, atualmente ocupado pelo iPhone 4S. Mas ao contrário disso, ele manteve o preço que seria normalmente cobrado pelo iPhone 5, caso este fosse mantido na grade de produtos, como a Apple vem fazendo a alguns anos. Então qual a razão de mudar a carcaça, para o plástico?
     
    Para entender isso, precisamos voltar em alguns dados mais antigos: O iPhone 5 foi o primeiro a ser construído no chamado sistema unibody. Esse sistema usina totalmente a carcaça a partir de um bloco sólido. Isso confere às peças vantagens mecânicas e estéticas, porém não permite a amortização que as peças estampadas (como as chapas de aço) ou injetadas (como as de plástico) têm. Pois ele não utiliza moldes matrizes que depois de construídos podem ser usados para produzir milhares de peças.
    Somado a esse problema, de não permitir a redução de preço conforme mais peças são produzidas, temos a declaração de um funcionário da Foxconn que disse ser o iPhone 5 o produto mais difícil e complicado que a empresa já montou.
    Dai fica fácil concluir que provavelmente a Apple não conseguiria reduzir o custo de produção do iPhone 5 para enquadrá-lo na faixa de preço da geração passada. E se viu forçada a fazer uma carcaça mais simples de fabricar e montar, para poder continuar vendendo o iPhone 5 no preço esperado, renomeando-o para iPhone 5c.
     
    Analisando pelo lado da Apple isso faria todo o sentido. Ela mantém sua grade de iPhones praticamente inalterada, e de quebra talvez tenha conseguido até aumentar um pouco a sua margem de lucro. Do lado do consumidor também ficou bem interessante. Além de manter as opções intermediárias de preço, ainda aumentou bastante as opções de cor, e de quebra ainda ganha uma câmera e bateria melhoradas.
     
    Alguns já decretam o erro da Apple em lançar o iPhone 5c devido a informações que mostram que o iPhone 5s está vendendo bem mais que o iPhone 5c. Mas olhando para a análise acima, podemos concluir que: se o iPhone 5c vender no próximo ano, o mesmo que o iPhone 4S vendeu no ano passado, ele já cumpriu o seu papel. O iPhone 5c é apenas um coadjuvante nessa história. A Apple jamais pretendeu que ele dividisse o papel de grande estrela com o iPhone 5s.

  11.  

    Eu mesmo achei a ideia do 5c inicialmente atraente. Mas a diferença de 100 obamas foi, na minha opinião, um erro. 

     

    Isso porque você acabou comprando aquela idéia de iPhone Bataro dos boatos.

     

    O iPhone 5C, eu acredito, nunca foi encarado pela Apple para ser um iPhone Barato. Um iPhone para atrair novos públicos como os boatos diziam (um iPhone para empregada doméstica, como comentou o Breno). Por mais que eu ache essa idéia legal, acredito que a Apple nunca teve essa intenção com o iPhone 5C . O 5C apenas entrou no lugar do iPhone 5 e ponto. Ou seja: comprou ano passado o iPhone 5C, quem compraria o iPhone 4S no ano retrazado.

     

    A Diferença de $100 é a mesma que a Apple sempre praticou nos modelos de geração anterior. (o que comprova ainda mais que o iPhone 5C nunca foi um novo produto, mas sim, apenas entrou no lugar do iPhone 5).

     

    Encarando o iPhone 5C como um iPhone 5, acredito que ele trouxe sim o resultado efetivo esperado pela Apple.

    E claro que ele será descontinuado em algum momento, como seria o iPhone 5 (que ele tomou o lugar), como já foi o iPhone 4S, etc.


  12. Verdade Zigurat.

     

    Mais estranha ainda é a narrativa do Alexandre.

     

    Ao que parece a Apple vai simplesmente tirar do mercado o iPhone 5C, antes mesmo dos lançamentos de 2015.

     

    Olha, acho que não tem como a Apple tirar ele do mercado assim no meio do caminho.

    Vai colocar o que no lugar?

     

    Porque o 5C é o modelo que fica FREE nos EUA. Ela não vai querer perder isso.

     

     

    Pessoal....Isso é verídico.

     

    Minha vizinha comprou um Iphone 5c no ultimo final de semana, e na terça apresentou problema. Ontem ela foi até a loja onde comprou e foi informada que a Apple esta retirando o 5c do mercado. Com isso foi feita a oferta para ela dar R$200 mais o próprio aparelho 5c para pegar um 5s de 16gb.

     

    Achei muito estranho até ler esse tópico. 

     

    Isso não faz sentido. O certo é concertarem o iPhone. Esta na garantia. É claro que ela pode aproveitar e pagar os 200 Reais e pegar o 5S (já que foi oferecido e ela sai no lucro : ), mas se não quiser, não tem porque não darem a garantia para ela. Mesmo que estivesse saindo de linha!

     

     

    Não faço ideia, Gustavo. Na minha opinião furada de analista amador, talvez tenha sido pra disfarçar o mico de ter posto no mercado um produto vendido como ‘lançamento’, mas que nada mais era (e é, creio) que o iphone 5 reempacotado em carcaças de gosto duvidoso. , 

     
    Some-se a isso a afirmação do William, com a qual concordo: cliente Apple quer produto premium (até pq a Apple criou para si essa imagem premium). 
     
    Por outro lado, se colou realmente, pq matá-lo? 

     

     

    Apesar de ter um ar de novidade. Todo mundo sabia que é um iPhone 5 reembalado em uma carcaça mais barata. A Apple nunca escondeu isso. E até deixou isso totalmente claro quando disse que no 5C conseguiram melhorar um pouco a bateria e a câmera FaceTime do 5C em relação ao 5.

    A Macmais publicou um texto onde eu abordo qual deve ser estratégia por trás do 5C, se você assina pode dar uma olhada B) .

     

    O 5C foi construido para substituir o modelo de geração passada. Que seria o iPhone 5, mas que devido a carcaça unibody, não conseguiria alcançar o preço praticado pela Apple nos modelos de geração passada como nos anos anteriores. Então, se as vendas do 5C ficaram igual às do iPhone 4S no ano anterior, ele já cumpriu seu papel. A Apple nunca quis que o 5C dividisse os holofotes com o 5S quando o lançou. Se engana quem acha que ele deveria vender até mais que o 5S. O iPhone de geração anterior sempre vende menos que o top de linha.

    Não teve mico algum, a meu ver.


  13. Eu só não fico verdadeiramente estarrecido com os preços da Apple no Br pq lembro dos anos 90.

     

    Naquele tempo, um Mac era "incomprável" pra 95% do nós, pobres brasileirinhos.

     

    Hoje, um imac basicão ou um MBP de entrada são compráveis, mesmo que o nego se jogue no carnê (o que vale pra iphones) haha 

     

    É uma evolução

     

    Pois é,

    Pessoal que conheceu o mundo Apple recentemente não faz idéia de como era a coisa nos anos 90.

     

    Sem contar naquela época em que o dólar estourou. iPods chegavam aqui por 3 mil Reais!

    Era de chorar.


  14. Sobre o Dólar, bem, foi uma das opções viáveis para dar o lastro ao Real quando do começo da sua implantação em 1993, com a URV (Unidade Real de Valor), tanto que a compra de dólares por parte do Governo Itamar foi tamanha que o Real por um bom tempo valia o mesmo, ou até mesmo mais, que o Dólar.

     

     

    Na verdade 1 Real valia 1 Dólar por decreto lei. O cambio era fixo. – Da mesma forma que foi feito na Argentina anos atrás e hoje o cambio ainda é fixo na China. Só que no caso da China para manter desvalorizada a moeda chinesa e assim favorecer as exportações. É por isso que as coisas fabricadas na China ficam tão baratas. – Tanto, que quando o cambio do Real passou para flutuante disparou para algo em torno de 4 Reais, de imediato. Normalizando algum tempo depois perto dos 2 Reais.

     

     

    Já provamos pelo movimento #AbusoApple https://abusoapple.wordpress.com/, que infelizmente terminou em 2013, que a carga tributária não é a única responsável pelos preços praticados pela Apple aqui no Brasil.

     

     

    Não é a única com certeza; mas é, sem sobra de dúvida, a maior responsável pelos preços altos.


  15. Vou dar o meu chute de como ficará a linha de iPhones em 2016:

     

    Modelos top:

    iPhone 6S

    iPhone 6S Plus

     

    Modelos intermediários:

    iPhone 6

    iPhone 6 Plus

     

    Modelo de entrada:

    iPhone 5C

    Que na verdade seria um novo modelo incorporando tudo o que tem no 5S, mantendo apenas a carcaça colorida do iPhone 5C atual.

     

     

    P.S. Isso que comentei antes é o que eu acho que vai acontecer.

     

    Mas aqui vai uma listinha de como eu gostaria que fosse:

     

    Modelos top:

    iPhone 6S mini -> tela de 4"

    iPhone 6S
    iPhone 6S Plus
     
    Modelos intermediários:
    iPhone 6
    iPhone 6 Plus
     
    Modelo de entrada:
    iPhone 5C
     
    Também espero que nos Modelos Top, o de 16Gb, passe para 32Gb, deixando a opção de 16Gb apenas para os modelos intermediários.
     
    O preço o iPhone mini poderia coincidir com o modelo de tela maior de menor capacidade (como acontece hoje com o Plus), por exemplo:
    Preço: o iPhone 6S mini de 64Gb = iPhone 6S de 32Gb
     
    Se fosse assim eu iria ficar muito contente! :D

  16. Mas ao que parece a Apple ficou "monolítica" com o passar dos anos. Tínhamos os MacBooks White e Black, os iMac Coloridos, assim como os iBook. O próprio iPhone 3G e 3GS eram "descolados", especialmente com a parte traseira, levemente curvada e com a Maçã ao centro, como objeto de desejo.

     

    Tem vezes que não entendo o porquê da Apple não usar a mesma técnica de pintura usada nos iPods. Será que sai mais caro? Bom, isto é uma questão de ver o quanto o consumidor aceita pagar mais caro por um iPhone ou um iMac em alumínio anodizado pintado em branco e prata ou em vermelho com tons de preto.

     

    Se você olhar ao longo da segunda era Jobs da Apple, os aparelhos coloridos eram os de consumo, enquanto que os profissionais tinham cores mais sóbrias.

     

    Os PowerMacs eram sempre cinza, grafite, etc... enquanto os iMacs eram coloridos.

    Os iBooks vinham em 2 cores bem vivas enquanto os Powerbooks eram pretos ou cinza.

    Os iPods classic sempre foram brancos enquanto os nano, e shuffle tinham mais opções de cores.

     

    É claro que isso já mudou, os iMacs perderam as cores faz muito tempo, e os iPod touch que são os tops atualmente são coloridos.

     

    Mas acredito que a Apple ainda quer manter um ar mais sóbrio para o iPhone top.

    Deixando as cores e a descontração para o modelo de entrada.

    Ou seja, acredito que o motivo de não termos outras cores nos iPhones tops, não seja o custo, mas sim conceitual. ;)


  17. obs: Tinha me esquecido do Imposto de Importação. Todos esses impostos da nota incidem ainda em cima do imposto de importação que já deve estar embutido nesse preço "sem impostos" acima.

     

    Sim, perfeito!!

    Levando em conta a cotação atual do dólar, coloque o imposto de importação, e verá que o lucro da Apple Brasil não será essa coisa exorbitante que todo mundo fala (lembrando que no preço "sem imposto" tem também o lucro do distribuidor e da loja).

     

    O pessoal, nem se quer lê os impostos discriminados na nota, e sai falando mil teorias malucas de que o iPhone é caro no Brasil, não por causa do dólar, ou do governo, mas porque a Apple quer lucrar no Brasil muito acima do que lucra qualquer outro pais do mundo. É preciso ter a visão muito entorpecida para acreditar numa besteira dessas...

     

    O pior é que tem muita gente boa acreditando nisso!

    (provavelmente a vontade de "Pensar Diferente" está se sobre saindo à inteligência)

     

     

    De nada adianta tentar se organizar, fazer movimento, etc. se você está mirando no lugar errado.


  18. Claro, mas mesmo assim vejo que a Apple se arrepende de ter usado a carcaça em policarbonato. A tendência é o uso de todos os Devices em Metal.

     

    Não sei porque ela teria se arrependido.

    Não ouvi falar de nenhum problema envolvendo as carcaças de plástico.

     

    Pensando bem a ideia de um iPhone 6C faz sentido, mas acredito que não lançariam de policarbonato e sim como já disseram, alumínio anodizado pintado. 

     

     

    O problema é o custo.

    A Apple não faz o iPhone de plástico para ser colorido. Ela faz de plástico para ser barato.

    Como comentei, é o aparelho de entrada, que a pessoa leva de graça.

     

    O processo de fabricação unibody que a Apple passou a adotar a partir do iPhone 5 consiste em usinar cada carcaça do zero a partir de um bloco de alumínio. Esse processo é muito mais caro do que usinar um molde e a partir do molde injetar milhares de carcaças de plástico.

     

    Por isso, eu não acho que seja viável um iPhone FREE com carcaça unibody de alumínio. Só se a Apple tivesse abandonado o unibody no iPhone 6.

     

    Coisa que essa não aconteceu, conforme comprova essa imagem (o iPhone 6 usa carcaça unibody):

    https://d3nevzfk7ii3be.cloudfront.net/igi/Le4wOQvWHpqAuExJ


  19. Pra quem está acostumado a comprar aparelho pela operadora, existe algum lado negativo em comprar por ela em vez de pegar em loja de varejo? É possível que eu consiga um desconto legal no 6+ 64GB, vou confirmar amanhã.    

     

    Se você usa muito o celular e precisa de um plano bem completo, é uma boa pegar com a operadora. Pois consegue um bom desconto.

     

    Só não vale a pena para quem tem aqueles planos mais em conta, abaixo dos 100 Reais, pois não consegue subsidio nenhum

    (e normalmente na operadora o iPhone é mais caro do que se consegue no varejo).


  20.  

    Se o iPhone fosse fabricado aqui, e recebesse o esqueminha da Lei do Bem, acho que nem R$2000 custaria. Mas posso estar errado. 

    Aí que você se engana!

     

    A Apple fabrica iPhones no Brasil. O iPhone 5C é fabricado no Brasil, enquanto o 5S é importado.

    O mais interessante é que o iPhone 5C de 32 Gb custava nos EUA o mesmo valor do iPhone 5S de 16GB.

     

    Com base nisso podemos saber quanto mais barato um iPhone consegue ficar por ser fabricado no Brasil.

    Neste caso:

    R$ 400,00

     

    5c de 32 GB -> R$ 2.399

    5s de 16 GB -> R$ 2.799

     

    Tem muito imposto e custos internos também.

    O próprio diretor da Foxconn já deu declaração afirmando que o maior problema de montar fabricas no Brasil, é que elas só conseguem atender o mercado interno; pois os produtos fabricados no Brasil não conseguem ser competitivos no mercado internacional (o que seria uma boa estratégia caso conseguisse fabricar no Brasil para atender o mercado sul-americano).


  21. Outro exemplo do ágio da Apple: iPhone 5c 8gb, eua 450 dol, brasil 1350 reais.

    iPhone 6 16gb, eua 650 dol, Brasil 2880 reais (3200 - 10%). Palhaçada.

     

     

    É que em alguns casos há modelos fabricados no Brasil e que por isto ficam mais baratos. Não tenho certeza se é o caso do iPhone 5C ou do Galaxy Note 4.

     

    Sim, o caso do iPhone 5C já tem nota oficial da Apple explicando exatamente isso.

    O iPhone 5C é fabricado no Brasil. e o 5S não.

     

    Por isso que apesar de nos EUA os 2 terem o mesmo preço, no Brasil o 5S de 16G acabou ficando mais caro que o 5C de 32Gb.


  22. Fala pbr,

     

    O 5C como modelo de entrada seria interessante, mas tenho para mim que a Apple quer instituir o ApplePay em todos os modelos, logo teríamos uma espécie de iPhone 6C, usando o mesmo processo de pintura do iPod Nano e dos iPod Touch (além do Shuffle, claro).

     

    Ai Gustavo,

    Por mais que eu iria gostar de ver iPhones em alumínio colorido, precisamos lembrar que o iPhone 6C seria o modelo de entrada, aquele que as operadoras dão de graça na assinatura do contrato. Dai, acredito que mesmo usando os componentes internos do 5S (+ o NFC) a Apple não conseguiria manter o custo (e sua gorda margem de lucro) usando uma carcaça unibody.

     

    Se será um iPhone 6C ou 5C, vai depender da estratégia da Apple com relação a seus custos.

    Pois se for pela estratégia do Apple Pay acredito que seria possivel colocar NFC no novo iPhone 5C que comentei (touchID o 5S já tem).

    Mas não tem muito como fugir da carcaça de plástico.


  23. Amigos socoroooooo.

    Será que fiz uma tremenda mer....

     

     

    Essa é a diferença do fullprice para o unbloked

     

    O fullprice, significa apenas que você fica livre do contrato com a operadora.

    Mas o iPhone continua sendo bloqueado para todas as outras operadoras.

     

    Logo, ele não deve funcionar com outro chip que não seja da AT&T.

    Não estou 100% certo disso, pois faz tempo que não acompanho muito isso. Mas sempre foi assim.

     

    Tem empresas que fazem o desbloqueio pela internet mesmo (através do IMEI como comentou o Gustavo).

    Eu já usei esta aqui e funcionou perfeitamente, é simples e não foi caro:

    https://jmunlocks.com

    Infelizmente eles pararam de operar esse mês. Mas não deve ser difícil achar outra.

     

    Sobre o chip, eu recomendo pedir na operadora para trocar por um novo.

    Vai acabar saindo o mesmo preço que pedir para alguém cortar, e não corre risco nenhum.


  24. Vou dar o meu chute de como ficará a linha de iPhones em 2016:

     

    Modelos top:

    iPhone 6S

    iPhone 6S Plus

     

    Modelos intermediários:

    iPhone 6

    iPhone 6 Plus

     

    Modelo de entrada:

    iPhone 5C

    Que na verdade seria um novo modelo incorporando tudo o que tem no 5S, mantendo apenas a carcaça colorida do iPhone 5C atual.

     

    Também poderia ser um iPhone 6C, que teria os componentes internos do iPhone 5S (como chip A7).

     

    Qualquer um dos 2 (iPhone 5C ou iPhone 6C) como modelo de entrada faz sentido, no meu entender.

    O iPhone 6C custaria mais caro para a Apple, mas mercadológicamente ele ficaria melhor posicionado.

    O iPhone 6C também manteria a linha bem mais organizada, com menos fragmentação.

×
×
  • Criar Novo...