Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

tbsilverio

Membros
  • Total de itens

    116
  • Registrou-se em

  • Última visita


Histórico de Reputação

  1. Upvote
    tbsilverio deu reputação a T-Bond em A Apple tá ficando pra trás, muito pra trás...   
    Um dos celulares que tive e que mais gostei até hoje foi um da HTC e que ainda tinha aquele windows phone 6.5.
    Eu gostava do design do sistema, da personalização e do design e qualidade do aparelho da HTC.
    Gostaria que a HTC não tivesse saindo do Brasil. Os preços praticados eram fora da realidade.
    As fabricantes de hoje deveriam recalibrar o custo x benefício pra adequar esses preços ao consumidor.
    Podem observar que parece que estão colocando cada vez mais coisa "inútil" ou dispensável nos aparelhos, só para manterem o preço e a sede do consumidor querer ter sempre a ultima versão.
  2. Upvote
    tbsilverio deu reputação a aviegas em Primeiras impressões do iPhone 5 !   
    Realmente a impressão inicial é que o iPhone 5 é um retorno a fragilidade do iPhone de 1ra geração. O aluminio é um retrocesso em relação ao aço inox usano no 4 e 4S. Mas isto foi certamente uma opção para poder dizer que o iPhone 5 é mais leve, trocando a cinta (rim) de aço inox e o fundo (vidro gorila glass) por um monobloco de aluminio fino.
    Sim, vai amassar e arranhar, do mesmo modo que acontecia com o iPhone de 1ra geração. Por isto sempre, desde o iPhone original até o 4S, usei uma capinha, ou de silicone ou rigida (as minhas favoritas são snap da Incase).
    Para o iPhone 5 comprei uma snap case da Terrapin na Amazon (UK) com 6 (isto mesmo 6) películas (tudo por £4.00 =~ R$13,00). Vamos ver se presta. A aparencia é boa. Considerando que não tem muita opção no momento, esta terá de servir até sair algo melhor (se for necessário).
    Outra coisa que pode ajudar outros neste momento: como a Apple inda não esta vendendo os conversores Lignthing-30 pinos nem cabo Lightning-USB extra, os usuários ficam restritos a o único cabo que vem com o iPhone 5. Para quem precisa mais de um cabo, a única solução que encontrei foi compra o conversõr micro-USB-Ligthning, que a Apple vende na Europa por força da legislação que obriga os celulares a carregarem via micro-USB. É mínimo (pois é para colocar em um cabo) porem funciona muito bem e resolve a maioria dos problemas até que o suprimento de cabos/adaptadores se normalize.
  3. Upvote
    tbsilverio deu reputação a sigma7 em iPhone 5   
    Não lembro mas vi Scott Forstall usando algum suporte de papel como apoio pois vi ele virando a página atrás do balcão (enquanto todos tendem a pensar que por trabalhar na Apple ele usará um iPad), mas no lançamento do 1º iPhone quando Jobs fez a ligação John Ive e outro que não lembro utilizavam celulares flip, já surgiu um comentário de que Steve Jobs ouvia vinil em casa e não iPod como a maioria tende a pensar, nunca vi o alto escalão da Apple usando iPhones em nenhuma fotografia embora todos tendam a pensar que todos usam iPhone só porque trabalham na Apple. John Ive mesmo já declarou que eles fazem produtos para as pessoas usarem e não pare eles próprios e por isso ninguém deveria achar contraditório caso eles não utilizem iPhone por exemplo, ou utilizem aparelhos e dispositivos mais antigos. Acho que há uma lição que deve ser tirada disso é que a de que devemos utilizar aquilo que nos sentimos mais a vontade e não necessariamente aquilo que é mais moderno.

    Está circulando uma piadinha no Facebook que achei interessante ao menos para imaginar um super iPhone, o importante é não levar a sério caso contrário ficaremos frustrados em todas as keynotes, ano após ano.

  4. Upvote
    tbsilverio deu reputação a Erick Cordeiro em iPhone 5   
    Estou acompanhando as discussões por aqui e vi muitas impressões, e vou colocar também a minha.
    Muito se falou de não ter mais inovação, mais "magica" ou o famoso "one more think", também se pegou bastante no aspecto de usabilidade no brasil.
    Eu como sou um pouco viciado em iProducts até concordo em partes com o que estão colocando no fórum, porem vocês que tanto falam dos assuntos que mencionei acima já pararam para pensar que a sede das pessoas que acompanham a marca é tanta e a busca inconstante por rumores é tão grande que fica praticamente impossível ter essa mágica que todos esperam.
    É muito simples, sai o iPhone 5 e aposto e ganho que em 1 ou dois meses, o MacMagazine solta alguma nota de que encontraram referencias de um possível novo iPhone em logs de navegação de algum site, logo começam a surgir possíveis imagens, daqui a pouco vaza alguma peça, outra, e outra. Se consolida as peças em mockup. Entre o primeiro e o segundo trimestre, já saíram possíveis moldes e quando a Apple chega em setembro / outubro e efetivamente lança aquilo já perdeu a graça e a tal da "magica"foi pro ralo. Eis que surgem frases previsíveis como: "5S? Acabou a inovação", "Jobs faz falta", "ele foi e a Apple tb vai", "ah não vou trocar meu maravilhoso iPhone 5 pelo 5S" e etc.
    Não sou o dono da razão, mas deveria se pensar que tudo que é exaustivo acaba enjoando e ai amigo de fato não adianta esperar nada revolucionário.
    Só que o que o pessoal não pensa / observa é que a empresa investiu tecnologia para melhorar aquele produto, que reduziu o tamanho dele, e mesmo esticando o aparelho ele ficou mais leve, 2x mais rápido, e com mais tecnologias embarcadas. Não é o suficiente para trocar? OK! cada um tem noção do que usa e precisa e ai é de gosto/escolha. Tem gente que conheço que mesmo podendo ter um iPhone 4 prefere o 3GS porque é redondinho e bonitinho (gosto é gosto)
    Ah, ai também falamos da questão da Apple não se importar com o Brasil. Um colega acima falou o que de fato é o problema e este não é da Apple. Se as empresas não investem em tecnologia no Brasil qual a vantagem da Apple correr para que tenhamos o Flyover, Passbook, Navegação Curva a Curva e Siri. Para estes recursos é fundamental uma boa conexão a rede 3G ou LTE que seja, e o Brasil amigos está muito longe disso. A Siri é inteira baseada em conexão de rede. Já tentaram usar ela no meio da rua aqui no Brasil com um inglês má ou menos ? Pelo menos eu na TIM desencanei, esquece. O passbook, eu entendo que pare pelo mesmo problema, para validar aquele ticket (principalmente os que tem valor e fazem update) eu entendo que dependa de uma boa conexão.
    Em resumo, eu não falo por ser fanático, falo por ser consciente. Vou comprar o iPhone 5? Talvez sim. E garanto que não uso só para musica / email e internet. Como ressaltei acima, o mais importante é cada um entender o que espera primeiro e depois buscar aquilo que mais se encaixa com a sua vontade e seja feliz !
    "E que venha logo o iPhone 6, este sim vai ser revolucionário" hahahahaha

  5. Upvote
    tbsilverio deu reputação a Gustavo Jaccottet em iPhone 5   
    Sem dúvidas que o mercado japonês é mais importante para a Apple, assim como a mão de obra lá é bem mais barata que aqui, logo, é uma questão de opção, pois Apple e Samsung, antes de terem admiradores, são empresas e empresas têm que dar lucro, senão quebram. O SIII é excepcional, um baita dum Smartphone, rápido, com uma câmera frontal sensacional e uma plataforma bem resistente. Eu prefiro o iPhone e não me agrado do Android, mas mudança revolucionária existiu uma e foi em 2007, quando o SJ apresentou o primeiro iPhone. De lá para cá, tivemos evoluções do iPhone e os concorrentes correndo atrás, isso é o legal do comércio.
  6. Upvote
    tbsilverio recebeu reputação de Henrique Luiz em iTunes Match funcionando   
    Eita, essa é forte. Bom ter um relato disso.
    Bom, seguindo a recomendação da própria Apple - porque aparentemente há riscos - nos termos de uso do iTunes Match, eu fiz uma última atualização dos backups da Time Machine minutos antes de aderir ao serviço. Até o momento não estou certo de que isso vá valer a pena, então tenho como voltar todo o meu conteúdo pra como estava três dias atrás.
    O upload está acontecendo muito devagar, porque são muitas músicas pra subir. De 14 mil músicas, 8 mil ele encontrou na iTunes Store, e as 6 mil restantes estão subindo lentamente. Até agora não houve nenhuma informação a respeito de discos não aceitos, e não encontrei nenhum arquivo alterado como a citação acima: alguns discos já apareceram como disponibilidados na nuvem e foram mantidos no formato original; eu corri pra conferir os meus favoritos em MP3 320 kbps e estão todos lá (ainda).
    Deixei o laptop ligado lá em casa hoje pra ver se ajuda um pouco.
    Agora, o meu iPhone está uma zona! Primeiro eu ativei o iTunes Match nele e, nesse modo, a sincronização de músicas com o computador via iTunes fica bloqueada, além de apagar todos os discos que estão lá. Daí você só consegue pegar os discos da nuvem (tentei adicionar várias vezes via iTunes e nada). Isso eu não curti nem um pouco: encher um iPhone de 32 GB de discos (normalmente ocupo pouco mais de 20 GB com músicas) fazendo o download um a um é meio sacana (funciona só no wi-fi; fica lento mesmo nos 10 mega que tenho lá em casa).
    Daí eu desativei o iTunes Match no iPhone, e está uma zona. Passei a poder sincronizar as músicas pelo iTunes novamente, e os discos não copiados pro iPhone agora com um símbolo indicando que estão na nuvem e podem ser baixados (quando no wifi), mas há outros duplicados (iPhone e nuvem), um monte na nuvem sem capa (na minha biblioteca todos têm capa).
    A vantagem que espero ter , e foi o motivo que me levou a assinar o serviço, é em ganhar o upgrade dos discos que tenho em qualidades inferiores ao AAC 256 no meu computador (e não na nuvem, tive essa dúvida e não achei resposta no site da Apple); deve ser uns 300, de um total de 1100. Se não rolar isso, e eu tiver algum eventual prejuízo em perda de qualdidade de arquivos, creio que só a Apple terá ganhado com a minha breve assinatura, uma vez que terei contribuído - e pagando, ainda por cima - com o enriquecimento do acervo da Itunes Store. Talvez o serviço seja bom pra quem tenha wifi disponível o tempo todo mas, como só tenho em casa, não sei se será muita vantagem.
    Enfim, vou esperar o upload finalizar e ver no que essa bagaça dá.
    *Olha o raciocínio maroto (e contribuam, se enxergarem algo mais ou discordarem): o Genius veio primeiro e preparou o campo, pois serviu pra Apple coletar dados e ver que um serviço como o iTunes Match valeria a pena, já que ela se certificou que poderia começar oferecendo esse "match" com segurança porque a maioria dos usuários tem dos mesmos discos que ela. Depois o iTunes Match veio com o sempre me pareceu ter esse objetivo: o usuário fornece o disco pra Apple (caso ela já não o tenha), ela o adiciona ao banco de dados e pode eventualmente negociar seus direitos de venda com o dono dos direitos, por exemplo. Nos EUA a loja é largamente difundida e todos vendem músicas nela porque o serviço pegou. Aqui qualquer venda de música online ainda engatinha, mas a loja recém aberta deles pode ver o catálogo crescer exponencialmente com a ajuda dos usuários do iTunes Match e isso chamar a atenção de usuários. A gente que assinou paga uma besteira pra "legalizar" seus discos piratas (que nem num acordão do INCRA com grileiros, ou da Receita Federal com grandes sonegadores; imagina 40 reais por 100 discos "oiginais"!rs), ela faz uma graça e dá uns discos de qualidade melhor quando for o caso (e isso é o que me interessa). O mega servidor já seria implantado pro iCloud de toda forma. Enfim, em termos de negócios, é genial.
  7. Upvote
    tbsilverio deu reputação a Guedes - Brasília em iTunes Store Brasil - Agora com Músicas, Filmes e Games   
    Fiz um aluguel de filme na iTunes Store Brasil.
    Segue o relato.
    Aluguei o Filme X-Men Primeira Classe em HD pelo iTunes no iPad.
    Após confirmar o aluguel, o download do filme iniciou imediatamente no App iTunes do iPad (o mesmo App onde aluguei o filme). Eram 4.5 GB de download, e não pude começar a ver o filme enquanto não terminou o download.
    Ou seja, aluguei o filme mas não pude começar a ver logo em seguida.Entretanto, ao alugar um filme no iTunes tem-se 30 dias para começar a ver o filme alugado, e depois de começar tem 48 horas para ver o filme quantas vezes quiser neste intervalo de tempo.
    Na noite seguinte, fui ver o filme. Deparei-me com uma nova seção no meu App "Vídeos" no iPad: A seção "Aluguéis".

    Liguei o iPad na minha TV Sony Bravia usando cabo HDMI, que por sua vez é ligada no receiver do HT Sony SS2300 pela saída optica da TV. Com esta configuração eu consigo ter som 5.1 a partir do iPad ou de qualquer coisa ligada à TV por HDMI. Fiz um review desta ligação neste tópico do HT Forum.
    Ao dar o Play, eis que surge o pop-up avisando que o aluguel expira em 48 horas:

    Após clicar em OK, o receiver já indicou o som em Dolby Digital 5.1 (AC3 3/2/1)

    Durante a exibição do filme, a qualidade do som e do vídeo de surpreenderam. Aspect Ratio do cinema (2.35:1). O vídeo é nítido, muito melhor do que estou acostumado com .MKV 720p - com certeza. Sem artefatos de compressão, com cores suaves, taxa consante, e dá até para "sentir" a granulação da película. Claro que falta o "grão fino" do Bluray - mas me surpreendeu muito! Ainda mais por ser um conteúdo por download. Definitivamente valeu a pena pela qualidade.

    O tamanho das legendas é bem apropriado e não tem como desligar:

    A bateria do iPad começou o filme com carga de 92%. Terminou com carga de 75%. Obviamente não deixei carregando durante a reprodução do filme. Aliás, o filme passou só na TV, o que é muito bom, pois a tela do iPad ficou escura (imagem abaixo) sem causar distúrbio de iluminação.

    Finalmente, as informações que a TV mostra:

    Espero que o mini review tire as dúvidas de vocês.
  8. Upvote
    tbsilverio recebeu reputação de Martial em iTunes Match funcionando   
    Eita, essa é forte. Bom ter um relato disso.
    Bom, seguindo a recomendação da própria Apple - porque aparentemente há riscos - nos termos de uso do iTunes Match, eu fiz uma última atualização dos backups da Time Machine minutos antes de aderir ao serviço. Até o momento não estou certo de que isso vá valer a pena, então tenho como voltar todo o meu conteúdo pra como estava três dias atrás.
    O upload está acontecendo muito devagar, porque são muitas músicas pra subir. De 14 mil músicas, 8 mil ele encontrou na iTunes Store, e as 6 mil restantes estão subindo lentamente. Até agora não houve nenhuma informação a respeito de discos não aceitos, e não encontrei nenhum arquivo alterado como a citação acima: alguns discos já apareceram como disponibilidados na nuvem e foram mantidos no formato original; eu corri pra conferir os meus favoritos em MP3 320 kbps e estão todos lá (ainda).
    Deixei o laptop ligado lá em casa hoje pra ver se ajuda um pouco.
    Agora, o meu iPhone está uma zona! Primeiro eu ativei o iTunes Match nele e, nesse modo, a sincronização de músicas com o computador via iTunes fica bloqueada, além de apagar todos os discos que estão lá. Daí você só consegue pegar os discos da nuvem (tentei adicionar várias vezes via iTunes e nada). Isso eu não curti nem um pouco: encher um iPhone de 32 GB de discos (normalmente ocupo pouco mais de 20 GB com músicas) fazendo o download um a um é meio sacana (funciona só no wi-fi; fica lento mesmo nos 10 mega que tenho lá em casa).
    Daí eu desativei o iTunes Match no iPhone, e está uma zona. Passei a poder sincronizar as músicas pelo iTunes novamente, e os discos não copiados pro iPhone agora com um símbolo indicando que estão na nuvem e podem ser baixados (quando no wifi), mas há outros duplicados (iPhone e nuvem), um monte na nuvem sem capa (na minha biblioteca todos têm capa).
    A vantagem que espero ter , e foi o motivo que me levou a assinar o serviço, é em ganhar o upgrade dos discos que tenho em qualidades inferiores ao AAC 256 no meu computador (e não na nuvem, tive essa dúvida e não achei resposta no site da Apple); deve ser uns 300, de um total de 1100. Se não rolar isso, e eu tiver algum eventual prejuízo em perda de qualdidade de arquivos, creio que só a Apple terá ganhado com a minha breve assinatura, uma vez que terei contribuído - e pagando, ainda por cima - com o enriquecimento do acervo da Itunes Store. Talvez o serviço seja bom pra quem tenha wifi disponível o tempo todo mas, como só tenho em casa, não sei se será muita vantagem.
    Enfim, vou esperar o upload finalizar e ver no que essa bagaça dá.
    *Olha o raciocínio maroto (e contribuam, se enxergarem algo mais ou discordarem): o Genius veio primeiro e preparou o campo, pois serviu pra Apple coletar dados e ver que um serviço como o iTunes Match valeria a pena, já que ela se certificou que poderia começar oferecendo esse "match" com segurança porque a maioria dos usuários tem dos mesmos discos que ela. Depois o iTunes Match veio com o sempre me pareceu ter esse objetivo: o usuário fornece o disco pra Apple (caso ela já não o tenha), ela o adiciona ao banco de dados e pode eventualmente negociar seus direitos de venda com o dono dos direitos, por exemplo. Nos EUA a loja é largamente difundida e todos vendem músicas nela porque o serviço pegou. Aqui qualquer venda de música online ainda engatinha, mas a loja recém aberta deles pode ver o catálogo crescer exponencialmente com a ajuda dos usuários do iTunes Match e isso chamar a atenção de usuários. A gente que assinou paga uma besteira pra "legalizar" seus discos piratas (que nem num acordão do INCRA com grileiros, ou da Receita Federal com grandes sonegadores; imagina 40 reais por 100 discos "oiginais"!rs), ela faz uma graça e dá uns discos de qualidade melhor quando for o caso (e isso é o que me interessa). O mega servidor já seria implantado pro iCloud de toda forma. Enfim, em termos de negócios, é genial.
  9. Upvote
    tbsilverio deu reputação a Matos em DICA: Instalação limpa do Lion   
    Olá amigos, estou aqui mais uma vez para passar um tutorial super simples de se fazer.
    Com esse tutorial voce poderá instalar uma coisa limpa do Lion, ou seja, sem que seja por cima do Snow Leopard.
    Segue o link abaixo. O português é de Portugal, mas da para entender numa boa.
    http://portal.zwame.pt/20530/guia/clean-install-do-os-x-lion
    Agradecimento especial ao usuário Frodo. Que me ajudou a encontrar esse tutorial.
×
×
  • Criar Novo...