Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

UnderEu

Membros
  • Total de itens

    112
  • Registrou-se em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    4

UnderEu ganhou o dia pela última vez em 11 de maio

UnderEu teve o conteúdo mais curtido!

Sobre UnderEu

  • Rank
    Já me considero um membro do MM Fórum.
  • Data de Nascimento 13-08-1991

Profile Information

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Arraste e "empurre" o ponteiro do mouse para a borda da tela onde vc posicionou o mesmo por 1 ou 2 segundos, q ele aparece - mas o Dock só aparece em um único monitor, ele não aparece simultaneamente em todas as telas que vc tiver conectado.
  2. Não testei pessoalmente mas numa pesquisa rápida que fiz, o único computador que a Apple fornece com suporte oficial a HDMI 2.0 é o Mac mini mais recente (2018)
  3. Resposta rápida: Nessa máquina, HDMI só lhe atenderá 1080p. Resposta longa (e explicativa): HDMI não é uma interface projetada para uso em computadores e sim appliances multimídia (TVs, tocadores de DVD/Blu-ray, Set-top Boxes, Home Theater etc.). Para uso desses, as resoluções devem ser pré-definidas para garantir que tais dispositivos funcionem em suas respectivas TVs que, por sua vez, não possuem resoluções de tela "esotéricas" (digamos assim) e são padronizadas para oeprar em 1280x720 (720p), 1920x1080 (1080p) e, por ora, 2840x2160 (4K) @ 60Hz. Em contrapartida, interfaces como DisplayPort e DVI foram projetadas para uso em computadores e, por sua vez, possuem suporte a valores de resolução em qualquer faixa (desde que o monitor na outra ponta dê suporte, obviamente). Em termos de equipamento, nós possuímos a mesma máquina e eu pude atestar a mesma questão que vc está tendo: usando qualquer tipo de adaptador que converta a porta Thunderbolt/Mini-DisplayPort para qualquer coisa (HDMI, DVI ou VGA), a resolução máxima que a máquina pode fornecer é 1920x1080 @ 60Hz; quando usando um link DisplayPort nativo (mini-DisplayPort para DisplayPort, mini-DP para mini-DP ou Thunderbolt para Thunderbolt - o protocolo Thunderbolt carrega sinal DisplayPort v1.2), o limite passa a ser o suportado pela GPU NVIDIA GeForce GT 650M: até 3840x2160 @ 60Hz. A Apple cita a resolução de 2560x1600 @ 60Hz nas especificações oficiais da máquina pois essa é a resolução do monitor Cinema DIsplay 30" (Modelo de 2005) e é suportado usando o adaptador Mini-DP para Dual-link DVI, vendido por ela mesma (diga-se de passagem), sendo assim que ela provavelmente validou o funcionamento e chegou nesse número. Vc citou que as TVs 4K que estão saindo no mercado todas usam HDMI. Correto, mas todas essas usam (ou deveriam estar usando) HDMI na versão 2.0 (lançada em Setembro/2013) ou superior, enquanto nossas máquinas foram lançadas em 2012. E tal atualização é algo que deve ser incorporado na GPU (hardware físico), não é algo que dá para ser alterado por software (testei em 03 sistemas operacionais diferentes nesse MacBook, o efeito é exatamente o mesmo). E a questão de operadoras de TV a cabo darem suporte a resoluções maiores tem a ver com os limites da tecnologia de transmissão que elas utilizam atualmente e não necessariamente conteúdo disponível ou o hardware entregue na casa do cliente - mas isso é assunto para outro tópico em outro fórum. Enfim... pra finalizar a linha de raciocínio e minha resposta não ficar ainda mais longa: A única maneira que vc conseguirá uma resolução em monitor externo maior que 1080p é SOMENTE via DisplayPort (usando cabo mini-DP para DP, mini-DP para mini-DP ou Thunderbolt para Thunderbolt). A menos que vc teu monitor aí possua porta DisplayPort, a resolução máxima que vc vai conseguir entregar usando esse MacBook e qualquer adaptador DisplayPort para XPTO, é 1080p. Daí, vc escolhe: aceita o fato, troca de tela ou troca de computador (o que eu não recomendo).
  4. Desde que vc realize aquela limpeza nas superfícies antes de fazer a aplicação dos adesivos, é totalmente seguro. Eu mesmo uso adesivos há anos na tampa do meu MacBook e nunca tive problemas. Se porventura vc precisar retirar os adesivos, basta puxar com cuidado para deixar o menor resíduo de cola e, se ficar algum resíduo, pano úmido macio e pequenas doses de limpador multi-uso são mais que suficientes para limpar. Empresas como a dbrand, Slickwraps e ColorWare já fazem skins no recorte exato para vários produtos Apple mas se encontrar alguém na tua região que faça tal serviço, dá pra economizar um pouquinho (não que as skins dessas empresas sejam caras, mas qualquer economia é uma economia). Outra opção que dá bem mais trabalho mas que deixa um resultado super legal também é aplicar spray de envelopamento (aquele mesmo que se usa em carro). Já fiz isso em uma época e confesso que ficou bacana, mas precisa ter bastante carinho pra fazer bem feito - tem um vídeo excelente do Snazzy Labs mostrando como fazer aqui. Nesse momento, eu tenho uma Slickwraps Metal Series - Brushed Onyx (somente tampa) e adesivos sortidos colados por cima desta (vide anexo).
  5. Vc acha como “cabo MagSafe”. Quanto as instruções, acho (não tenho certeza) que tem um guia na iFixIt, senão no YouTube tem diversos.
  6. Sendo igual ou mais potente que o carregador original da tua máquina (no caso, 60W), não tem problema nenhum - o que não pode é o contrário: usar um carregador mais fraco numa máquina mais potente. Em termos práticos, o primeiro sinal é fazer a bateria carregar mais devagar mas também não é alimentação o suficiente para sustentar máquina + bateria durante o processo de carregamento, o que destrói a eficiência da bateria no decorrer do tempo e lhe força a troca-la mais cedo do que deveria. E como o colega @LiveSorcerer falou acima, tem essa questão do "esquentar mais" mas ainda é mais saudável para a bateria do que não suprir com a alimentação necessária. E o que morreu foi só o cabo do carregador? Nesse caso, eu trocaria apenas o cabo ao invés de trocar o carregador por completo - ainda mais, considerando opções paralelas - é o que farei com o meu kit, assim que o cabo que aqui está resolver que já deu (o que não falta muito, porque já tem mais remendo do que cabo por aqui ). É um processo que envolve descolar/recolar o case e refazer dois pontos de solda mas com as instruções adequadas não é complicado de se fazer - e vc economiza uma bela grana, nessa brincadeira; o cabo sobressalente eu paguei coisa de R$20 no MercadoLivre.
  7. Atualização sobre o caso: Depois de 40 e tantos dias passando raiva, testando e retestando tudo quanto é software instalado na minha máquina, reportando tudo quanto é dado de diagnóstico possível para a Apple num radar aberto (e eles não responderam, até agora)... fui investigar a fundo os arquivos de logs na esperança de q eu conseguisse entender alguma coisa em meio às mensagens guardadas. Problema: o processo loginwindow ia crescendo o número de threads numa taxa de 1 a cada 10s até chegar no limite de 4096; daí o processo travava e iniciava-se os problemas que eu vinha enfrentando - confirmando a média de tempo que ele vinha travando: entre 2 ou 3 dias (que, por coincidência, era a mesma média de vezes que eu abro e fecho a tampa do MacBook). Normalmente, o loginwindow não consome mais que 2 threads. Daí, lendo o arquivo /var/log/status.log , a seguinte mensagem estava se repetindo exatamente na mesma taxa que o número de threads do loginwindow crescia: May 12 22:57:27 Unders-Macbook com.apple.xpc.launchd[1] (com.w0lf.dblockinjector): Service only ran for 0 seconds. Pushing respawn out by 10 seconds. O processo relacionado (com.w0lf.dblockinjector) faz parte de um programa chamado Dark Boot, que troca a cor da tela de boot e personaliza os wallpapers da tela de bloqueio (coisa que o macOS não permite acesso por padrão). Aí, fui pesquisar a Internet afora até chegar nos issues do programa no GitHub e cheguei nesse link, onde a pessoa reportava o exatíssimo mesmo problema q eu tinha mas de uma data bem anterior a atualmente. Mas aí, comecei a ler e vi que o cidadão reportou que o problema não era o Dark Boot mas sim outro programa chamado gfxCardStatus, cujo objetivo desse é controlar qual GPU está sendo usada nos Macs com opção de GPU dedicada (tipo, a minha máquina) - e eu também uso esse. Alguma considerações: o gfxCardStatus já não é atualizado há alguns anos mas continuou funcionando pra mim normalmente na sua função principal, inclusive no macOS 10.14.4 e betas da 10.14.5 que usei - daí, me surgiu a pulga atrás da orelha, resolvei fazer o teste desinstalando esse por completo (tirando os arquivos no /Library, /System etc. ) e monitorando o comportamento. E adivinha... desde esse domingo (12/05/2019), minha máquina tá perfeita; o processo loginwindow tá lá quietinho com seus 2 threads e não tem mais nenhuma ocorrência recorrente nos arquivos de logs. Tudo me leva a crer que, realmente, o problema é o gfxCardStatus - por desencargo, fui conferir as issues dele, não tem nada relacionado nem mesmo sinal de que vai sair alguma atualização e o fork mais atualizado teve o último release no ano passado (pré-Mojave). Bom, se não travar mais até o final dessa semana, vou declarar meu problema como resolvido e já encontrei uma alternativa com suporte atualizado chamada gSwitch. Depois eu volto aqui, pra confirmar se tá resolvido em definitivo. P.S.: E eu realmente achando que foi cagada da Apple, pela infeliz coincidência com a atualização 10.14.4 ... mas ainda mantenho minha crítica, achando q o problema tava no meu hardware e me fazendo marcar horário em assistência pra inventar um problema e me fazer deixar 2 costelas pra arcar com o custo =P
  8. Problemas continuam no Developer Beta 5 (18F131a) Desconfio de q seja algo relacionado esse processo aqui, q por acaso ele apareceu travado na última vez q precisei reiniciar forçadamente a máquina (vulgo há uma hora atrás): https://eclecticlight.co/2019/04/01/back-to-school-studentd-and-classroom-in-mojave-10-14-4 Bom, como é algo que eu nunca vou usar, destruí ele do meu sistema e vamo ver o q acontece.
  9. Como o colega falou, maximize teu hardware para vc ter máquina pra usar daqui 10 anos por vir. Vai por mim, faz toda a diferença. - Memória RAM: Ache um kit 2x8GB DDR3L 1600MHz ou mais rápido e instale. Não precisa ser aqueles kit "MacMemory" que não fazem diferença nenhuma e só servem pra ser mais caros (como tudo q tem qq coisa da Apple no meio). - Sobre o SSD: Coloque o SSD no lugar do HDD original e o HDD original vc instala no Caddy em substituição ao SuperDrive (que vc estará descartando). O slot do HDD original possui barramento SATA-3 (6 Gb/s) e até algumas gerações o slot do SuperDrive trabalhavam em SATA-2 (3Gb/s) - melhor garantir o melhor slot para instalar o SSD e deixar o HDD no slot mais lento, já q ele nunca vai atingir velocidades próximas ao limite do mesmo. Aqui novamente, qualquer peça vai funcionar desde que seja SATA 2.5" - não compre no formato M.2 porque os MacBooks não tem essa interface. E sim, monte no esquema de Fusion Drive q daí o macOS faz a mágica dele sozinho e vc não precisa se preocupar com que disco fica qual arquivo - e pra vc, fica transparente (tudo vira um disco só). Tem vários guias na web afora, mas vou deixar um de exemplo aqui: https://www.macworld.com/article/2014011/how-to-make-your-own-fusion-drive.html
  10. Bem-vindo ao time dos q o WhatsApp não restaura o próprio backup. Engole seco, xinga o Facebook e segue a vida, amigo... é só o q dá pra fazer! :P
  11. Senta que lá vem um pouquinho de história. Desde que atualizei meu MacBook para o macOS 10.14.4 (Build 18E226), notei o seguinte comportamento: - Você usa o notebook normalmente durante um certo período. Daí vc precisa sair de perto do notebook, fecha a tampa, resolve a vida, abre a tampa, digita a senha e segue o jogo; - Você repete esse processo umas 2 ou 3x, sempre na normalidade... até que na 4ª vez vc abre a tampa do notebook e a sessão carrega SEM PEDIR TUA SENHA! E exatamente após isso: - O processo loginwindow está travado no Monitor de Atividade (e não dá pra matar o processo, nem mesmo forçando); - As teclas de função (brilho da tela, brilho do teclado, controle de volume, controles multimídia) param de funcionar; - O app FaceTime não abre (anulando a possibilidade de atender ligações até no próprio iPhone); - Vc não consegue desligar/reiniciar/fazer logoff no menu da maçã (Pop-up de confirmação não aparece). Só com "dedoff" (vulgo Desligar no botão, de qualquer jeito) pra restaurar o comportamento correto até que o ciclo se repita. E eis a parte assustadora do negócio: * FileVault está LIGADO; * Sistema está configurado p/ pedir minha senha IMEDIATAMENTE após o repouso; * E tudo isso foi somente após a atualização do macOS para a versão 10.14.4 (18E226). Reportei pra Apple no chat de suporte e tbm. por DM no Twitter @AppleSupport e essa foi a conversa (em resumo): - "Vocêr já tentou atualizar pra última versão?" -_-' - "Você já tentou reiniciar a máquina?" -_-' -_-' - "Você já tentou resetar o SMC?" - Já - "Você já tentou resetar a NVRAM?" - Já - "Você já fez o teste com outro usuário logado na máquina?" - Já - "Então, vou te pedir pra vc agendar um horário numa assistência pois tua máquina tá com defeito!" - Não, Apple... minha máquina não tá com defeito. Hardware dela tá funcionando perfeitamente e tudo isso passou a acotecer somente após essa atualização. - "Então, não podemos fazer nada se você não agendar um horário em uma assistência para verificar tua máquina! Teu case está cancelado!". E já que a Apple faz de tudo para inibir que o pessoal faça downgrade dos softwares dela (e também porque meu backup do Time Machine já foi atualizado com essa versão), tive q forçosamente baixar o Beta público do 10.14.5 (18F108f) e me livrar dessa brecha - até o momento, tudo normal - mas fica o alerta para quem estiver usando o macOS Mojave e por algum milagre não tiver atualizado pro 10.14.4 (18E226)... evitem! E pra quem já atualizou, queria saber se já notaram o mesmo ou algo parecido? É extremamente preocupante saber que o sistema não está protegendo a sessão do usuário devidamente, mesmo com criptografia de disco ativada, mesmo com as configurações forçando para que isso aconteça instantaneamente e a Apple, uma empresa do tamamho que é do valor que adquiriu, se faz de desentendida... bota a culpa no usuário... não admite que o software dela tá bichado... fala que "não tem nada que possa ser feito!", que "você está usando o teu equipamento errado!". E mesmo que haja Radar pra reportar esses bugs, ou eles caem num limbo temporal infinito para alguém dar qualquer resposta daqui uns 10 anos ou simplesmente fecham alegando que o problema já tá sendo tratado (famoso "Duplicate" - o que eu duvido MUITO que realmente esteja). Só porque eu tava contente com o Mojave, até agora... 😕 Saudades, macOS Sierra
  12. Como já diz o título, sempre quis saber onde comprar bateria de reposição original para o iPhone - ou, pelo menos, uma unidade de terceiros certificada - para que eu possa fazer a troca eu mesmo? Sim, eu já fiz esse procedimento e tenho expertise em abrir/desmontar/reparar certas partes internas de iPhone mas no quesito bateria eu nunca consigo encontrar peças que sejam realmente boas (ou elas são muito interiores em questão de performance ou dão problema depois de pouco tempo - estufa, para de funcionar, deixa de reter carga...) Alguém?
×
×
  • Criar Novo...