Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Alberto Ricardo Präss

Membros
  • Total de itens

    3
  • Registrou-se em

  • Última visita

Sobre Alberto Ricardo Präss

  • Rank
    Estou chegando agora...
  1. Especifiamente quanto ao 4G, minha cidade no interior do RS ganhou 4G só por ser candidata a ser sub-sede . Sem isso, ela teria que esperar muitos e muitos anos, pois tem menos de 100.000 habitantes. Quanto a pressa de alguns, na maior parte da Europa só agora o 4G está se espalhando. Nos EUA, a maioria das operadoras só tem em cidades muito grandes. E o preço nos EUA é basicamente o mesmo que no Brasil (não se iludam achando que é tão melhor , existem sim regiões muito boas, mas anão é a regra geral). Uma sugestão que dou, a quem puder, claro, é comprar um rteador de bolso. O que uso da Huwaei tem uma autonomia de bateria fenomenal, possibilita compartilhar o 4G em até 10 computadores, é compatível com todas as frequencias existentes. Com isso, posso ter um iPad, um iPhone 5 sem 4G. O melhor de tudo, o custo total é muito mais em conta. Ele aceita antena externa de mesa, ideal para ambientes fechados ou rurais.
  2. No momento, estou com todos os últimos updates de sistema, Safari e Java: tudo funciona perfeitamente
  3. No caso do iPad 4 isso é "normal". Por algum motivo a Apple está vendendo aqui no Brasil o carregador de apenas 10W, insuficiente para dar conta do consumo. Aconselho a colocar em modo avião durante o carregamento. Na Europa e EUA, a Apple vende o carregador de 12W, que aí sim consegue fornecer energia em uma taxa maior que o consumo. No caso do iPad 4 isso é "norma". Por algum motivo a Apple está vendendo aqui no Brasil o carregador de apenas 10W, insuficiente para dar conta do consumo. Aconselho a colocar em modo avião durante o carregamento. Na Europa e EUA, a Apple vende o carregador de 12W, que aí sim consegue fornecer energia em uma taxa maior que o consumo. Sugiro usar o carregador de 10W no iPhone 5 (sempre) e se der, no iPhone 4 também.
×
×
  • Criar Novo...