Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Adalberto Taylor

Membros
  • Total de itens

    2.046
  • Registrou-se em

  • Última visita

Tudo que Adalberto Taylor postou

  1. Se precisou do SwitchxRes é sinal de que o cabo não exatamente o que promete, se ele desse uma saída HDMI 2.0, funcionaria nativamente. Creio que o único cabo que faria essa conversão pra HDMI 4k seria o Thunderbolt x HDMI 2.0. Essa desgraça de Thunderbolt é complicada demais, sempre compartilhando outros conectores, aí fica difícil identificar quem é quem.
  2. Por esse valor você compraria um novo? Acho que nesse valor o máximo que se consegue 0km é um Macbook 12, o descrito pelo chapa é de 15" com GPU dedicada, por mais que seja uma máquina de 2013, é beeem superior ao Macbook 12 ou retina de 13" de entrada. O retina de 13" de entrada custa uns 5500 a 6000. Em resposta ao tópico. Pelo seu uso, não vejo necessidade de trocar. Acho que sua máquina ainda te atende bem, e continuará te atendendo bem por um tempo.
  3. Meu 6s faz isso vez ou outra. Creio que seja algo de software. No meu caso eu nem preciso reiniciar o iPhone, basta desativar o feedback e ativar novamente. Suspeito que seja algum software, que faz uso do motor de feedback, que deixa de finalizar algum comando ou sei lá o que.
  4. Você está pretendendo colocar um SSD Sata ou encontrou um SSD PCI-Express compatível com seu Mac Mini?
  5. Eu tenho 1 à venda e outro que vou receber em breve. Qualquer um por R$200,00, cada. Esse que já está comigo foi aberto apenas para testes. Esse branco é o que está comigo já. O que está pra chegar é um preto, igualzinho ao da foto.
  6. Eu tinha esse receito quando comprei meu MX Anywhere 2. Mas quando vi que ele tinha vários botões e TODOS podem ser configurados, acabei encarando. Hoje, com o MX Anywhere 2, eu consigo ter mais funções que no Magic Mouse. Descartei tudo que era inútil dele pra mim, e usei os botões pra configurar coisas úteis de verdade.
  7. Apenas acrescentando que, o Samsung EVO 950 é M.2, e ao que me consta, nenhum Mac tem slot M.2.
  8. O problema não é a força do sinal, e sim o espectro mais conturbado. Você pode aumentar a capacidade de transmissão do Mac, mas a do mouse permanecerá a mesma... Pesquise sim. O Logitech MX Master, apesar de caro, parece ser um dos melhores mouses atualmente, pela quantidade de recursos.
  9. Na real muitos falam que é um problema dos Macs, mas como disse, o problema é na especificação Bluetooth em si. Esse adaptador da Microsoft, assim como o Unifying Switch, é modificado para funcionar apenas com dispositivos deles, nesse caso eles implementam a especificação ligeiramente diferente para deixar eles fora da faixa de interferência. Sim, o Unifying Switch é compatível apenas com, alguns, dispositivos Logitech. Como disse antes, não creio que haja uma solução para o Magic Mouse, tirando a redução de dispositivos 2.4ghz, o que acaba sendo praticamente impossível... Talvez se você aproximar, de alguma forma, seu Mac Pro da região onde usa o mouse...
  10. Eu tenho exatamente o mesmo problema, hoje com um Logitech MX Anywhere 2. Com o Magic Mouse o problema era de pequenos lags no cursor, com o Logitech o problema é desconexão mesmo. O problema não é a distância, de 2 metros no seu caso, mas sim o fato de o Bluetooth compartilhar o mesmo espectro 2.4ghz utilizado pelo Wi-Fi. Como geralmente os hardwares responsáveis pela comunicação sem fio do Wi-Fi são mais potentes que o Bluetooth, acaba gerando essa interferência e quem leva a pior é o Bluetooth. Na minha experiência o problema ocorre independentemente da rede onde o Mac está conectado, mas sim do ambiente mesmo. No meu apartamento, todos os dispositivos são 5.8ghz, mas mantenho uma rede 2.4ghz, para visitas com hardwares incompatíveis. Mas mesmo assim, não estou em um ambiente "conturbado" por centenas de redes com milhares de dispositivos conectados. Nesse caso o mouse funciona muito bem. Já na agência, temos muitos notebooks Windows e celulares Android, a maioria incompatíveis com redes 5.8ghz. Nesse caso, mesmo com meu Mac conectado na rede 5.8ghz, meu mouse vive se desconectando, mesmo usando ao lado do Mac. Ou seja, essa comunicação em excesso de dispositivos 2.4ghz é o que me atrapalha. Agora em resposta à sua pergunta. Não creio que haja uma solução simples para o seu caso, já que o Bluetooth, em sua especificação, sempre vai se comunicar utilizando o espectro de 2.4ghz. A "solução" seria abolir o uso de redes 2.4ghz, ou reduzir ao menor número possível de dispositivos conectados. O grande problema dessa solução é que as redes 5.8ghz têm menor alcance, nesse caso mesmo utilizando roteadores de banda dupla, a depender da distância entre os dispositivos, mesmo que eles sejam compatíveis com redes 5.8ghz ainda vão acabar precisando das redes de 2.4ghz. A minha solução? Passei a utilizar o mouse com o adaptador Unifying Switch fornecido pela Logitech. Já com o Magic Mouse é Bluetooth ou nada...
  11. Então, salvo engano você pode instalar o SSD sem remover o HDD. Só precisa comprar os cabos, ou coisa do tipo. O HDD desses iMacs, salvo engano, é de 3.5 (desktop), portanto seria necessário uma case externa com fonte de alimentação.
  12. Ele indica onde vende memórias com maior capacidade, mas apenas se o site já tiver testado e confirmado o suporte.
  13. O site da Apple fala somente dos limites que eles vendem. O Macbook Pro 2011/2012 suporta 16gb, mas como a Apple só vendia com 8gb, eles dizem que esse é o máximo. Essa informação é quente, eu tive um Macbook 2012 e botei 16gb nele sem problemas.
  14. Vai até 32gb sim. Confira no Every Mac. Acho que esse é o seu modelo. http://www.everymac.com/systems/apple/imac/specs/imac-core-i5-2.5-21-inch-aluminum-mid-2011-thunderbolt-specs.html
  15. Aproveita o carreto e mete 16gb ou 32gb nele. RSRS Apesar de que o acesso às memórias dele é bem simples.
  16. Esses SSDs M.2 não são compatíveis com os Macbooks, infelizmente. Adaptador eu não creio que seja possível devido ao acréscimo de espaço físico proporcionado pelo adaptador. Seu Mac deve ser igual ao meu. Se for esse o caso, nem adianta correr atras desses SSDs NVME pois nosso Mac utilizam AHCI. A grande diferença entre os da OWC e os M.2 é o protocolo NVME.
  17. São R$200,00 de diferença do WD, R$50,00 para o Kingston. Mas acho que vale a pena viu. Quanto ao seu iMac utilizar o máximo, creio que não seria problema. O único 'porém' seria se ele não tivesse SATA3, mas esse não é o caso.
  18. WD perde pro HyperX Fury, que perde pro EVO 850. A diferença entre o HyperX e o Evo é de 50 golpes. Se puder dispor desses 50 mangos adicionais, vá de EVO. http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-712451966-hd-ssd-250gb-samsung-850-evo-sata3-6gbs-25-540mbs-_JM Veja um comparativo entre o HyperX e o EVO 850. Nem incluí o WD porque ele é café com leite nessa disputa. WD ainda é referência em HDDs, mas demorou demais pra entrar na brincadeira dos SSDs. http://ssd.userbenchmark.com/Compare/Samsung-850-Pro-256GB-vs-HyperX-Fury-240GB/2385vsm13145
  19. Ainda está funcionando? Se estiver deve valer algo sim. Volta e meia aparecem uns na faixa de 1200-1500 por aqui, geralmente com configuração um pouco superior.
  20. Resposta curta. Sim, é taxada. Todo produto eletrônico importado é taxado. Você trazer um produto usado só pode fazer com que o valor de referência para a taxação seja reduzido e seja mais fácil passar como um produto mais em conta. Acho interessante você usar um sipito ou my vip box da vida, pois com esses serviços você pode alterar a descrição do produto e até mesmo o valor. Exemplo. Se na declaração estiver declarado "Apple iMac AMD ATI Graphics Card" a taxação pode ser muito maior do que se estiver como "Used Graphics Card". Uma placa gráfica usada, pode facilmente passar por um produto comprado por 100~150 dolares, uma placa nova de um iMac, dificilmente.
  21. Existem algumas pastas térmicas que possuem metais em sua composição, e isso pode provocar curto circuito. Mas duvido que se fosse esse o caso seu Mac ainda estaria funcionando. Geralmente, curto circuitos provocam danos permanentes em equipamentos tão sensíveis. Como assim "zerou os ciclos da bateria"? Quer dizer que ela morreu, ou coisa do tipo? Se for esse o caso, pode ser que os desligamentos estejam ligados a oscilações de energia sim, já que um Macbook sem bateria é praticamente a mesma coisa que um desktop.
  22. Trocar pasta, verificar alguma obstrução nos coolers, entre outros fatores. Sobre esquentar mais com a tampa fechada. De fato ele esquenta um pouco mais mesmo. Queira ou não, toda e qualquer abertura ajuda na ventilação. Outra coisa interessante é que com a tampa fechada ele se torna um bloco mais espesso, com isso deve ter mais problemas para se resfriar. Quando eu tinha esse Mid 2012, eu usava ele com um suporte vertical da 12South. Na imagem promocional eles colocam o Mac virado com a saída de ar (articulação da tela) para baixo, mas eu notei que deixando ao contrário ele acabava funcionando até um pouco mais frio que aberto.
  23. O seu pode esquentar mais durante a reprodução de vídeo, o meu (como disse antes) subiu meros 3º durante a execução de um video em 4k. Verifique se seu Mac está executando vídeo em HTML5, se estiver usando flash, aí tem razão de esquentar mesmo. O Spotify usa um container do flash dentro do aplicativo, por isso ele pesa como se fosse um navegador executando vídeo em flash. Netflix antes usava Silverlight, que era ainda pior que flash, hoje não sei mais pois só uso na TV... Quanto ao SMC Fan Control, ou qualquer outro método de gestão manual do cooler, eu não recomendo pois ele tende a atrapalhar a gestão feita pelo SMC do Mac. Isso pode acarretar vários problemas de gestão de temperatura, inclusive impedindo ele de subir acima do definido quando houver a necessidade. Forçar o cooler é apenas uma forma de mascarar um problema. E o fato de você nunca ter tido problemas relacionado a isso, não quer dizer que não pode causar problemas. Diversos fatores podem influenciar a durabilidade de cada equipamento, então dependendo de alguns fatores (inclusive externos) a vida útil do equipamento pode ser comprometida, mesmo se usar da melhor forma possível, o contrário também pode acontecer. A gestão de temperatura do Mac é excelente, deixar a cargo do sistema é o mais certo. Até porque 60º não é nenhum fim do mundo para processadores que suportam até 100º. A ação mais indicada é buscar encontrar a causa dessa alteração de temperatura. E não tem nenhum outro processo com algo consumo de processamento? Qual seria essa temperatura elevada que ele trabalha?
×
×
  • Criar Novo...