Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

luis.nervo

Membros
  • Total de itens

    43
  • Registrou-se em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Tudo que luis.nervo postou

  1. Já trocou a bateria alguma vez? O 6S é um celular de 2015, a bateria já deve ter perdido muita capacidade. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  2. Levando teu SIM-Card tu não consegue iniciar o iPhone sem AppleID, colocar o Sim-Card, ativar o Roaming e receber o código? Deixa pla logar com o AppleID depois.
  3. Pegar o 7 com menos processamento, menos armazenamento, menos longevidade, apenas pelas câmera dupla não faz sentido algum. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  4. Acho que perde na revenda, mas não sei se seria algo significativo. Eu decidiria mais pelo tempo que tu pretendes ficar com o aparelho. Hoje acho que não faria grande diferença, mas com o tempo teremos o carrier aggregation mais difundido e eficiente. Aí tu estarás com um celular que não te trará este benefício. Eu fico com um iPhone uns 4 anos, então não pegaria. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  5. Tenho duas AppleTV 3 aqui em casa funcionando normalmente. E minha conexão é mais lenta, 30mbps. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  6. Mas a Intel faz dois modelos diferentes para os iPhones americano e europeu?
  7. É isso. Sem a banda 28 perde esse poder de penetração e uma banda do carrier aggregation, embora tenha mais duas. E, dependendo da localidade, há cidades menores nas quais o 4G está chegando agora e só na banda 28. Não fiz a comparação, mas já li comentários de que o iPhone americano "está contido" no europeu. Por que razão a Apple não vende modelo único? Desta forma, entre outras coisas, prejudica o turista americano em viagem pela europa. Embora a me pareça que a diferença nos modelos é de hardware, considerando que o europeu tem todas as bandas do americano mais algumas, será que o americano não é mesmo "capado" via software para não minar as vendas de iPhone em outras regiões? Qual o sentido de produzir modems diferentes para cada modelo? Não vejo isso como significativo para baratear produção, por exemplo. Será que o modem é realemente diferente?
  8. Não é isso. No Brasil temos as 2 bandas, e a 28 está crescendo em cobertura. A questão é que o 4G+ ou 4,5G funciona agregando bandas, proporcionando mais velocidade de downloads/uploads. O celular conecta nas 2 ao mesmo tempo. Como os iPhones XS, XS Max e XR não suportam a 28, não terá esse aumento de velocidade. Ademais, a banda 28 tem maior penetração, e vai te dar sinal 4G em locais fechados, com mais obstáculos, onde hoje é difícil a conexão.
  9. Vai funcionar o 4G. Provavelmente tão bem quanto algum celular mais velho que vocês usavam antes. A questão é que, com a banda 28, funcionaria melhor, conectando em múltiplas bandas. É o 4,5G ou 4G+. Gastar mais de R$ 5.000,00 pra funcionar igual ao que já tenho? Essa é a questão.
  10. Mas a questão é que o Europeu, mais caro, só tem mercado porque o americano não suporta a banda 28. Se fosse “completo”, quem traz da Europa pra vender, ou diminui a margem de lucro, ou não vende. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  11. A questão é que tua experiência com 4G será a mesma de hoje. Aí o cara do teu lado vai estar com um S9 navegando bem mais rápido porque o celular dele conecta em mais bandas. Se eu troco de celular é pra ter uma experiência melhor, não o mesmo que eu já tinha. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  12. Não trocou o cartão de crédito, expirou a validade, nada aconteceu que possa não ter sido cobrado o valor do plano de 50gb? Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  13. O meu não vem mais, pelo menos agora. A pessoa que me traria volta antes do dia 21. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  14. Uma grande bobagem da Apple. Aí o americano viaja pra Europa e não tem a banda 28. Sendo que a versão europeia pega todas as bandas do americano mais a 28 e outra. Pra que dois modelos diferentes???? Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  15. Então, resumindo, em grandes centros (moro em Porto Alegre), por ter suporte das bandas 3 e 7 não faz diferença ter a 28 no celular, a não ser em subterrâneos, túneis, locais que precisam de mais penetração do sinal, nos quais meu sinal pode enfraquecer. De resto, tudo certo. É isso? Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  16. Acho que não, sirisy, o modelo americano é isso aí. Lendo um pouco sobre o assunto, a banda 7, amplamente utilizada, é boa para grandes distâncias, mas tem pouca penetração em obstáculos. A banda 28, que o iPhone americano não suporta, tem menos alcance, mas melhor penetração. A lógica me diz que a banda 28 deverá dominar nos grandes centros, cheios de prédios e obstáculos, por ter melhor desempenho neste cenário. E aí, se as operadoras migrarem para a banda 28 nas capitais e grandes cidades, fico sem meu 4G. Que merda.
  17. Pessoal, olhando as especificações na Apple Store americana, vi que os iPhones vendidos lá suportam as bandas 3 e 7 no 4G, mas não a 28. Estou com uma amiga lá que pode me trazer um. Sabem me dizer se terei problemas aqui? Uso a operadora Claro em Porto Alegre.
  18. O iFlicks 1 cumpre o papel e é free. Da pra testar. Se resolver o problema, ótimo, foi grátis. Se achar ruim a conversão, vai pro Beamer.
  19. Eu tenho duas, uma no quarto e uma na sala. A TV da sala é Smart da LG, tem Netflix, dá pra fazer streaming usando o plex, mas ainda acho que a AppleTV vale por alguns motivos. O primeiro é que is apps em geral, o próprio Netflix, funcionam melhor que os apps da LG. Segundo, gosto de espelhar a tela do iPhone, é muito legal pra alguns jogos. Num jogo de corrida, por exemplo, vê tudo na tv e usa o iPhone de volante. O terceiro, que acho bem importante, é que a AppleTV tá ligada num receiver, não direto na TV. Isso me permite fazer streaming de músicas tanto do Mac quanto do iPhone direto pro receiver, sem precisar ligar a TV. Quarto, acesso meus álbuns de fotos do iCloud direto, sem precisar conectar nada. Enfim, acho que fica bem melhor que o Smart da TV. E a conversão com o iFlicks é fácil e rápida.
  20. O que melhor funcionou pra mim, e é grátis, é o iFIcks. Ele faz "conversão" pra m4v e acrescenta legendas, informações, e já adiciona na biblioteca do iTunes. Coloquei o "conversão" entre aspas porque não é exatamente o que ele faz, ele só muda o contêiner, ou seja, é um processo extremamente rápido e sem perda alguma na qualidade. Com a vantagem de usar o controle remoto da AppleTV, pois o acesso é pelo iTunes.
  21. Uso o iFlicks 1, que é grátis, e faz tudo isso. O que o 2 faz que o 1 não faz?
  22. Stay, experimentou apertar e segurar o botão principal do controle remoto da AppleTV? Talvez seja só questão de ativar a exibição de legenda.
  23. Uma pergunta, Robson. Se usar como DNS o IP do Mac, consegue depois navegar, usar Netflix, por exemplo, se não estiver com o computador na rede sem precisar mudar configurações?
×
×
  • Criar Novo...