Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Bruno Oliveira Notario

Membros
  • Total de itens

    29
  • Registrou-se em

  • Última visita

Sobre Bruno Oliveira Notario

  • Rank
    Já conheço o ambiente.

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    São Paulo

Últimos Visitantes

644 visualizações
  1. Se você tiver um backup da FAT pode usar um programa para recriar o mapa de partições GPT, como o GDisk por exemplo. Caso não tenha isso, fica dificil indicar cada cluster a referencia de cada arquivo, dificil na escala do impossível mesmo.....rs O GDisk pode também detectar um mapa de partições hibrido entre GPT e MBR, nesse caso, caso o MBR tenha sido preservado, poderá restaurar o GPT a partir dele. O GDisk e sua documentação podem serem encontrados aqui: http://www.rodsbooks.com/gdisk/ Mas se tiver Backup é melhor restaura-lo, apesar que deduzo infelizmente que não tenha para estar criando este post. Abraço.
  2. Olá! Nessa etapa o GDisk já acha um hexacode para sua partição, ou seja, se tu apenas apertar ENTER, ele vai colocar o 0C como hexacode (no exemplo que foi dado). Então na mensagem "Enter an MBR hex code (default 0C):", apenas dê <ENTER> que ele vai definir o 0C por default, dificilmente irá precisar mudar esses hex codes.
  3. Não esta funcionando... provavelmente será reinserido num iOS 11.1 ou 11.0.1... ou ponto alguma coisa...
  4. Tenho o mesmo Macbook que o Renato tem, o procedimento acima do renatomil5 realmente funciona mas é paliativo (muito provavelmente ao atualizar o macOS voltará o problema), uma solução permanente é Resetar a NVRAM, retirar a bateria (abrindo ele), pressionar o botão de ligar por volta de 15 segundos (ou mais, não lembro bem), colocar a bateria de volta, reinstalar o macOS (pode ser via recuperação mesmo) e pronto. Comigo ocorreu uma vez isso com o El Capitan, após esses procedimentos, flui muito bem a bateria. Abraços.
  5. Olá, Você não precisa fazer tudo isso, basta deixar o HD apenas em GPT sem o MBR hibrido, voce pode fazer isso usando um utilitário chamado GDisk (falei dele neste post: ) A ideia é baixar o Gdisk (http://www.rodsbooks.com/gdisk/), acessar via Terminal o disco desejado (ex.: sudo gdisk /dev/disk1) e verificar se aparece o MBR como protective e GPT como present (imagem de exemplo abaixo). Se não aparecer converta usando os comandos abaixo: x <ENTER> n <ENTER> w <ENTER> confime que deseja salvar e execute o gdisk /dev/disk1 novamente para ver se o mesmo já esta em MBR protective e GPT present (talvez seja necessário reiniciar). Após fazer isso, o Windows poderá ser instalado em modo EFI. Obs.: dei uma jogada por cima apenas, detalhei mais no outro tópico que respondi a uns meses atrás. Qualquer coisa da um grito aqui. Abraço.
  6. Boa noite, Use a bateria da forma que desejar, desde os modelos de 2010 os MacBooks tem um auto-controle sobre os ciclos e uso da mesma. Provavelmente irá perceber que mesmo na tomada o Macbook consome um pouco da bateria e, aos poucos, ele vai controlando o limite de mAh da mesma. Isso ocorre também nos demais dispositivos da Apple como iPhones e iPads, e as baterias dos Macs são de qualidade ainda maior, com um selamento mais eficaz, logo a duração de mil ciclos tende a ser garantida. Não precisa se preocupar em "gastar" sua bateria, o próprio SMC do Mac avalia essa necessidade. Só recomendo mesmo usar o carregador Original. Tenho um MacBook do mesmo ano e ainda inteiro com a bateria durando próximo as 7h de uso baixo e 4/3h em usos mais extremos com 290 ciclos apenas. Abraço.
  7. Não sei se já conseguiu mas vai um micro tutorial...rs Faça o seguinte: Abra o utilitário de disco do macOS, para isso pode ir na lupa do Spotlight perto do relogio na barra de menus e simplesmente digitar. Ele também estará na pasta Utilitários dentro de Aplicativos. Selecione o HD clicando sobre o nome de ID do modelo e depois sobre o botão Particionar ou, caso queira que seu HD funcione em versões anteriores ao Windows 10 em computadores não EFI, vá em Apagar primeiro e defina o esquema de partições como MBR, depois vá em Particionar. Use o gráfico ou a caixa para digitar os valores dos tamanhos, tenha em mente que a Apple usa notações diferentes para múltiplos de byte, que são baseados em 1000 ao invés de 1024, assim pode ter uma leve diferença de tamanho quando consultar no Windows. Deixe o formato ExFAT para seus arquivos que funcione tanto em Mac quanto em PC e HFS+ para o Time Machine. Espero que isso ajude, abraço.
  8. Julio, o problema da no Sierra quando faz uma instalação limpa? No Sierra ele dá logo no primeiro boot ou após um certo tempo? Já tentou resetar a NVRAM? Usa algum dispositivo ligado ao Mac via USB/Thunderbolt como Impressora, HD, etc.? Tenta nos detalhar o máximo possível e informar sobre possíveis variáveis. Abraço.
  9. Primeiramente espero que você tenha backup.....rs O que deve estar ocorrendo é o HD ter algum cluster defeituoso, quando tu formata aparenta certa correção mas conforme vai utilizando e usa o tal cluster, o problema volta. Se tiver como conectar ao computador e fazer uma verificação por bad blocks pode ser uma saída, veja qual a fabricante do HD, geralmente no site da mesma vai ter uma ferramenta para verificação total e tentativa de correção. Anexo um log de um HD meu que tinha esse problema, usei o SeaTools (ferramenta de verificação e reparo da Seagate, fabricante do HD) e resolveu anulando os blocos com defeitos, fazendo com que nao sejam mais utilizados. Se quiser algo mais simples, use outro HD. Abraço. S2ZWJ9CF.LOG
  10. Tenho um Macbook Pro early 2011 e fiz a instalação do macOS Sierra a partir do OS X El Capitan e o único "bug" que tive foi o dos videos de instrução acerca dos gestos de trackpad e mouse nas Preferencias do Sistema (que foi corrigido na atualização 10.12.1), de resto esta muito bem aqui. Dê uma olhada se o problema vem de algum app inicializando junto ao macOS que esteja causando algum conflito (pode estar desatualizado ou incompatível com o novo sistema). Os poucos problemas de consumo excessivo de recursos (CPU) que tive foram no processo adobegcclient da Adobe, quando retirei ele os engasgos que davam sumiram. Depois que atualizei a suite da Adobe também não tive problemas, mas nesse caso não era problema do macOS mas sim da Adobe. Enfim, essas são minhas dicas, uma reinstalação limpa evidentemente vai ajudar mas, se for algum app que esteja causando isso, assim que reinstalar o mesmo poderá voltar (caso seja algum problema de compatibilidade), por isso recomendo dar uma olhada no Monitor de Atividade enquanto usa o Mac para ver o que esta causando isso e verificar se é algum app/recurso especifico. Abraço.
  11. Aqui funcionou, baixei agora pouco na versão abaixo mostrada e foi.
  12. Desses apps que citou somente o Netbeans eu usei aqui no Sierra e funcionou normalmente, bem como o Android Studio (2.1 e 2.2) também, então para desenvolvedores o sistema esta aparentemente ok. Os demais que citou eu não uso então não faço ideia, mas creio que esta funcionando. Aproveitando quero compartilhar a minha experiência com o Sierra, que por sinal vem me agradando muito. Tenho um Macbook Pro de 2011 com SSD e instalei por cima do El Capitan mesmo, não tive problemas e nem senti que o sistema herdou "lixo" do anterior, porém um detalhe até que besta: os mini videos acerca de mouse e trackpad nas preferencias do sistema não funcionam. Não se enganem, não é porque é print, esta assim mesmo, não importa qual opção eu selecione não mostra o respectivo video do lado mostrando como usar. Tá certo que já sei o que fazem mas achei estranho, mais alguém com esse "bug" ai?
  13. O erro que tu reportou é referente ao store, ou seja, a especificação do local do arquivo. Certifique-se que esteja na pasta Boot com permissões de escrita. Tente usar 'bcdedit /store C:\Boot\BCD /default {ffbc648a-61d6-11e6-b3f3-68a86d26a7ed}' caso ele não esteja aceitando apenas a especificação BCD. Quando tu dá o comando 'bcdedit /store BCD /create /d "Windows 10" /application osloader' ele gera uma hash que chamamos de GUID, é essa GUI que tem de colar. Para consultar a GUID gerada use o comando bcdedit /store BCD e copie o identificador para dar o comando /default. Depois desse comando o identificador da entrada ficará {default} ao invés do hash. Certifique-se também de estar usando o Prompt de comando administrativo (Botão direito no menu iniciar > Prompt de comando (Administrador).
  14. Verifica se tu esta em C:\Boot no prompt de comando. Caso não esteja de um cd C:\Boot. Verifique tbm se tem o arquivo BCD dentro desta pasta Boot, ele deveria ter sido criado no comando anterior (bcdedit /createstore BCD). Se não criou o arquivo use a especificação completa do arquivos nos comandos, ou seja, aonde tem BCD ficará C:\Boot\BCD, ex.: bcdedit /store C:\Boot\BCD /create {bootmgr}, bcdedit /store C:\Boot\BCD /set {bootmgr} device boot, e assim por diante...
  15. Um Macbook Pro 2011 esta entre R$ 2500 ~R$ 3000 mesmo, mas particularmente eu só pagaria R$ 3.000 num que tenha sido mudado para SSD ao menos. Abraço.
×
×
  • Criar Novo...