Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

DanielPsJr

Membros
  • Total de itens

    36
  • Registrou-se em

  • Última visita


Histórico de Reputação

  1. Upvote
    DanielPsJr deu reputação a pollaris em Upgrade Mac Pro 4.1 (início de 2009) - Placa gráfica   
    Boa tarde amigo,
    Depende do que você pretende fazer com a máquina, jogos, edição de vídeo, correção de cores, edição 1080p, 4K, etc...etc...
    Basicamente temos duas categorias de placas, as "Mac Edition" e as de PC comum. As Mac Edition são oficialmente suportadas no Mac Pro e as de PC comum funcionam (com alguns tweaks ou ressalvas) mas não são oficialmente suportadas, portanto, tudo fica por sua conta e risco.
    Placas nVidia oficialmente suportadas, temos hoje:
    * nVidia Quadro K5000 for Mac que custa o valor do Mac Pro, não compensa pelo custo/benefício, uma GTX da geração Kepler equivalente tem o mesmo poder de processamento com um custo bem inferior.
    * EVGA GTX 680 Mac Edition, uma ótima placa, moderna e com 2GB GDDR5 de VRAM, difícil de achar a venda e não suporta muito bem 4K, mas é uma boa opção para quem precisa do CUDA engine.
    Placas ATi/AMD (linha Radeon) oficialmente suportadas, temos hoje:
    * Saphire HD 7950 Mac Edition, a melhor placa oficial para Mac Pro na minha opinião, com 3GB GDDR5 de VRAM, suporte pleno a 4K e com todas as saídas que um Mac Pro deve ter, 1 Dual-Link DVI-I, 2 Mini-DisplayPort e 1 HDMI com suporte 3D, dificil encontrá-la no Brasil além de seu preço que é elevado pela geração da placa, ótima em aplicações que fazem uso intensivo de OpenCL como por exemplo Final Cut e Logic Pro.
    * Radeon 5870 Mac Edition, a melhor placa de sua geração, performance single precision de 2,7 TFLOPS, roda muito bem Final Cut Pro X para edições até 1080p, é meio cara mas considero a placa excelente. Pena que ela possui apenas 1GB GDDR5 de VRAM, se tivesse mais memória diria que até hoje essa placa seria uma ótima alternativa de upgrade. De quebra ela tem 1 Dual-Link DVI e 2 Mini-DisplayPorts.
    * Radeon 5770 Mac Edition, tem aproximadamente a metade da performance de uma 5870 mas tem uma vantagem, é possível usar duas 5770 no Mac Pro sem qualquer adaptação adicional, algumas aplicações se aproveitam bem disso e 2x5770 são superiores a 1x5870 em tarefas específicas. A 5770 também possui 1GB GDDR5 de VRAM e conta com 1 Dual-Link DVI e 2 Mini-DisplayPorts.
     
    Agora vou falar das placas não suportadas oficialmente (Placas de PC), aqui temos uma miríade de possibilidades, nossos Mac Pro (raladores de queijo) ainda tem muita lenha pra queimar e essas placas deixam os novos Mac Pro (lixeiras) comendo pueira em determinadas tarefas.
    Placas nVidia de PC
    * GTX 980, essa placa hoje na minha opinião é a melhor e mais segura para se usar num Mac Pro, muito potente e conta com 4GB GDDR5 de VRAM, gosto dela pois o modelo de referência usa os 2 conectores PCIe-AUX de 6 pinos padrão do Mac Pro e sua eficiência energética e tão otimizada que em nada compromete o conjunto fonte + logic board do sistema.
    * GTX Titan, bom, o que falar das Titan né...são as mais potentes mas exigem muito do sistema de alimentação, não recomendo seu uso em Macs Pro sem alterações significativas como por exemplo a adição de uma segunda fonte de alimentação. Mas quem instalou não se arrepende, há tantas versões que nem vou colar specs aqui.
    Obs.: A linha GTX 9xx teve uma melhoria significativa em relação as outras linhas no que se refere a eficiência energética, são placas extremamente poderosas porém com consumo de energia baixo se comparado com modelos de gerações anteriores. Para nossos Mac Pros que estão limitados (limites seguros) a 225 Watts (75W PCIe slot + 75W PCIe-AUX1 + 75W PCIe-AUX2) essa geração é excelente e totalmente segura de ser usada.
    Placas ATi/AMD (linha Radeon) de PC
    * R9 280X é a placa de PC mais recomendada para Mac Pro, basicamente é uma reedição da clássica 7970 com algumas sutis melhorias, tem a vantagem de ser facilmente flashada com firmware EFI de MAC (mais sobre isso depois), conta com os mesmos 3GB GDDR5 das 7950 mas tem poder de processamento equivalente a 7970 e funciona perfeitamente com os drivers nativos do OSX.
    * Radeon HD 7970, da mesma forma que a R9 280X a 7970 pode ser facilmente flashada com firmware EFI de MAC, tem performance superior a 7950 Mac Edition e funciona perfeitamente com os drivers nativos do OSX.
    Obs.: As placas da linha Radeon (ATi/AMD) são devoradoras vorazes de energia, a eficiência energética não é priorizada e isso pode causar problemas aos nossos Mac Pros, fica o alerta !
    Placas de Mac ou PC, Vantagens e Desvantagens:
    Qual o problema em usar uma placa de PC ? Por qual razão não comprar uma placa própria para Mac ? Placas de PC funcionam ? Eu vejo a tela de boot de atualizar os drivers ?
    Agora vou tentar desmistificar essas dúvidas.
    As placas próprias para Mac seriam perfeitas se não fossem 2 detalhes, primeiro que elas são extremamente caras, o selo "For Mac ou Mac Edition" adicionam uma carga de royalties e o custo "Apple" também ajuda para isso. Outro porém é que as placas oficiais para Mac sumiram do mercado, com o advento dos New Mac Pro (cilindros/lixeira) os fabricantes e a própria Apple largaram mão de lançar produtos novos e/ou atualizados para máquinas das gerações anteriores. Nos EUA e Europa ainda há uma oferta boa de empresas especializadas em "turbinar" Mac Pros das gerações antigas, infelizmente isso não acontece no Brasil. Pra piorar a coisa a Apple de alguns anos pra cá esqueceu que existe mercado consumidor PRO, parece que hoje só importa mesmo vender iPhones e iPads. Triste mas é a realidade.
    As placas de PC e Mac possuem as mesmas características técnicas, porém claro, há diferenças, algumas sutis e outras mais específicas.
    As placas para Mac possuem um firmware EFI preparado para operar em conjunto com o EFI dos Macs, isso permite que o sistema reconheça os parâmetros operacionais da placa e faz com que ela seja utilizada com a melhor performance e estabilidade (é um pouco mais complexo que isso mas o intuito aqui não é criar um documento de referência técnica).
    As placas para PC possuem firmware em BIOS ou EFI mas são diferentes das dos Macs e por isso o sistema nem sempre funciona da melhor forma possível já que alguns parâmetros não são encontrados ou devidamente reconhecidos. O maior exemplo disso é a perda da tela de boot na inicialização do Mac, quando vc instala uma placa de PC num Mac você só irá ver imagem a partir do momento que o OSX carregou o driver (kext) da placa na memória, por isso, quando usamos placas de PC só vemos imagem quando o OSX está na tela de login. Isto explica por quê para algumas placas (principalmente as nVidia) os drivers devem ser instalados no OSX antes de encaixar a placa no slot do Mac.
    Isso pode fazer diferença mais para uns do que para outros, geralmente não chega a ser nada grave mas por exemplo, para fazer uma instalação limpa do OSX (do zero) num Mac você precisa trocar a placa por uma Mac original já que você precisa ver telas de boot e do instalador do sistema já que estes ainda não contam com drivers especializados (apenas drivers genéricos).
    Outro problema comum (nada sério também) de usar placas de PC em Macs é a velocidade de negociação do link PCIe, em placas oficiais Macs Pro de 2009 em diante negociam em 5GT/s, placas de PC são negociadas em 2.5GT/s. Claro que há perda de performance mas não é tão gritante quanto possa parecer, alguns programas de benchmark sintéticos demonstram que as taxas de perda oscilam na ordem de 4-10 FPS. Há como contornar essas limitações mas muitas delas envolvem a remoção de componentes, soldas, ligação de fios, etc. Nada de outro mundo mas se algo der errado você pode perder facil facil uma placa que custa um valor consideravelmente alto.
    Ainda com relação a tela de boot, não adianta você instalar drivers no OSX, a tela de boot não irá aparecer, lembre-se que o processo de boot é antes da carga do sistema operacional, portanto, nenhum driver que você instale será carregado neste momento.
    Então com placas para PC eu dou adeus as telas de boot, instalações do zero, etc ? Não necessiaramente, existem algumas placas que podem ser flashadas, alguns modelos específicos que com algumas ferramentas de sofware (flashers) podem ter suas ROMs (BIOS ou EFI) regravadas com código EFI para Mac e passam a funcionar como se fossem "Mac Editions" e você terá de volta as telas de boot e inicialização do sistema. O processo não é tão complexo mas também não é tão simples para algumas pessoas. É importante lembrar que se o processo falhar as chances de tornar a placa inoperante é grande.
    Se eu flashar uma placa de PC, a velocidade do PCIe vai ser de 5GT/s ou 2.5GT/s ? Bem, geralmente essa negociação do barramento PCIe não fica no firmware mas sim no hardware, nas Radeon 7970 e R9 280/280X a remoção de um resistor resolve mas isso pode não servir para todas as placas de mesmo modelo, para fabricantes diferentes ou mesmo para gerações de placas diferentes, cada uma tem seu próprio metódo de desbloqueio que pode ou não funcionar.
    Uma placa de PC flashada se comportará igual uma Mac Edition real ? Bem, a grande maioria dos usuários está satisfeita mas há sim casos de bugs como artefatos na tela, performance aquém do esperado, reboots do Mac, etc. O processo de flashar uma placa para torná-la Mac Edition é um hack e como tal não é suportado oficialmente por fabricantes ou pela Apple. É fruto do trabalho de desenvolvedores ou empreendedores técnicos que não se contentam em esperar uma solução comercial pois ela não virá, e para não deixar seus Mac Pros juntando poeira o caminho é correr o risco !
    Eu sou obrigado a flashar uma placa de PC para usar no Mac ? Bem, se você não se importar em perder a tela de boot e inicialização do sistema não há essa obrigação, a grande maioria das placas funcionam "bem" mesmo com seus BIOS e EFIs originais para PC, algumas exigem a instalação do driver antes da instalação da placa (maioria das novas nVidia), outras tem a sorte do próprio OSX ter o driver nativo (Radeons 7970 e R9s).
    Existe uma placa de PC mais compatível ou são todas iguais ? Existem sim, os modelos de referência são os mais seguros para usar em Macs, isso acontece pois esses modelos não são overclockados ou utilizam componentes especiais que permitam exceder suas especificações técnicas originais. Também a questão dos modelos, geração das GPUs e fabricantes. Tudo isso pode influenciar o quanto ou não uma placa de PC irá funcionar bem no Mac, portanto, minha sugestão é ver o modelo que melhor te atende e pesquisar um pouco em forums e comunidades se há relatos de uso dessa placa em Macs e como foi o resultado.
    Riscos
    Muitos não sabem, os Mac Pros diferentes dos PCs comuns possuem os conectores PCIe auxiliares na própria logic board e não diretamente na fonte de alimentação. Isso implica que caso o consumo de energia seja excessivo você não corre o risco de danificar apenas a fonte mas sim toda sua logic board, as trilhas dos conectores PCIe-AUX da logic board do Mac Pro 4.1 e 5.1 estão especificadas para fornecer até 75W de potência, isso resulta em conectores de 6 pinos mas há placas gráficas que exigem 8 pinos, esses conectores de 8 pinos podem fornecer até 150W o que excede e muito as especificações originais do Mac Pro, portanto, eu não recomendo utilizar adaptadores de 6 pinos para 8 vendidos como agua no eBay e em outros sites.
    Há quem use e funciona ? Há sim, vários usuários utilizam adaptadores de 6 para 8 pinos, outros usam adaptadores que convertem 2 SATA Power em PCIe-AUX 8 pinos, adaptadores que convertem os 2 PCIe-AUX do Mac Pro em 8 pinos, enfim, há várias combinações possíveis e com elas muitos relatos de sucesso mas também muitos relatos de experiências ruins.
    Os maiores riscos são o dequeimar a fonte do Mac Pro, não é uma fonte barata e não é fácil achá-la mas dá pra trocar ou queimar a logic board do Mac Pro, aí realmente o bicho pega, dificil achar logic boards usadas em perfeito estado e se achar se prepara pois o valor irá assustar.
    E agora, sabendo de tudo isso, devo atualizar a placa do meu Mac Pro ou deixo ele quietinho morrendo aos poucos ?
    Como disse no inicio, o Mac Pro (ralador de queijo) principalmente os 4.1 e 5.1 (2009 em diante) tem muita lenha pra queimar e na minha humilde opinião ainda merecem ser tratados com respeito. O preço de um new Mac Pro é algo inconcebível no Brasil, então, um upgrade de digamos uns R$ 2.000,00 numa placa gráfica ainda vale muito a pena.
    Minha única ressalva é, primeiro estabeleça o que pretende fazer com a máquina, tipo de aplicação, softwares, etc. Depois veja a compatibilidade das aplicações com as placas que existem, exemplo: as ATi/AMD funcionam perfeitamente com Final Cut, Logic Pro, Compressor, Motion, já as nVidia funcionam melhor para aplicações Adobe, DaVinci, etc. Entenda que o forte das nVidia é o CUDA e o forte das ATi/AMD é o OpenCL, ou seja, aplicações que fazem uso intensivo de CUDA são melhor aproveitadas com placas nVidia, aplicações que fazem uso intensivo de OpenCL são melhor aproveitadas nas ATi/AMD.
    Outra coisa, as placas da nVidia suportam CUDA e OpenCL já as ATi/AMD só suportam OpenCL já que o CUDA é proprietário da nVidia.
    Mas afinal o que são o CUDA e OpenCL e por quê eles são importantes na minha placa de video ? Bem, não vou detalhar muito por que o que seria uma resposta virou um artigo mas vamos lá. CUDA e OpenCL são "engines", "arquiteturas", linguagens ou qualquer nome que vocês vejam em outros lugares que se refere a uma coisa só, que é o GPGPU (General Purpose Graphics Processing Unit) que em tradução livre significa Unidade de Processamento Gráfico de Propósito Geral.
    O GPGPU nada mais é que uma técnica para se beneficiar do poder de processamento das GPUs modernas para realizar tarefas antes executadas exclusivamente nas CPUs (o bom e velho processador do computador). Há anos o poder de processamento das GPUs ultrapassou e muito o poder de processamento das CPUs, mas antes estavam restritos apenas a processamento gráfico, com a evolução tecnológica algumas linguagens de programação bem como alguns engines tornaram possível "transferir" o processamento de algumas tarefas para a GPU dos computadores e isso gera ganho em performance e redução de tempo no processamento de tarefas complexas.
    O poder de processamento de processadores padrão de mercado geralmente é medido em FLOPS (Floating-point Operations per Second) que é a escala que mede a velocidade de processamento em Operações de Ponto Flutuante por Segundo, pra quem não sabe, processadores sejam eles CPUs ou GPUs executam em nível lógico operações matemáticas basicamente aritméticas, operações de ponto flutuante são a grosso modo operações com vírgula (,), lembre-se quanto mais valores depois da vírgula mais preciso é o cálculo. Portanto, é possível medir a capacidade de realizar cálculos avançados usando a escala FLOPS. Se é a melhor ou não para este fim não vem ao caso mas vamos usá-la como base.
    Para se ter uma idéia agora, vou comprar um processador potente de Mac Pro com uma boa placa gráfica também potente do Mac Pro.
    -CPU Intel Xeon X5670/6 cores/2.93GHz: Aproximadamente 70 GFLOPs
    - Radeon 5870/1600 cores/850MHz: Aproximadamente 2,72 TFLOPs ou 2.720 GFLOPs
    Bem é isso, bora juntar dindin e fazer upgrade no Mac Pro pois vale e muito a pena !!!
  2. Upvote
    DanielPsJr deu reputação a Cristiano Galdino em Macintosh Classic, casemod!   
    Depois de bons anos o Hackintosh (Mac OS 10.5 Server) finalmente sucumbiu e deu espaço para o GNU/Linux Debian 8.6. Optei por substituir o sistema operacional desse servidor para ter mais autonomia e controle, coisa que no Mac não é tão trivial, além disso estava com um sistema operacional bastante obsoleto e sem suporte.
  3. Upvote
    DanielPsJr recebeu reputação de Alan Leitão em Existe Mac que aguenta?   
    Você tem toda razão, Alan. Se o software que será utilizado não possuí uma versão para OS X (e se muito menos não tem nem mesmo uma previsão para ser disponibilizado para o sistema), não faz sentido utilizar um Mac, até mesmo porque com o dinheiro que seria investido em qualquer máquina nova da Apple, valeria muito mais a pena investir em um PC com um hardware no mínimo 2x mais potente (no mínimo mesmo) - gastando o mesmo dinheiro. 
×
×
  • Criar Novo...