Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Luciano Assunção

Membros
  • Total de itens

    12
  • Registrou-se em

  • Última visita

Sobre Luciano Assunção

  • Rank
    Estou chegando agora...

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Ajustes > geral > restrições > cria uma senha diferente de todas as outras > contas (clica em não permitir). assim a pessoa não vai poder alterar as contas do sistema sem antes tirar a restrição e para isso, precisará de senha. Você também pode ativar a restrição para “localização”, assim a pessoa não vai poder tirar a localização sem antes remover a restrição. O chato é que toda vez que você precisar alterar as configurações de contas ou localização vai precisar retirar a restrição e depois ativar de novo.
  2. Você confundiu. As dicas que eu dei foram para dificultar a desvinculação do Apple ID do aparelho. A pessoa pode até conseguir remover o “buscar meu iPhone” através dos ajustes de localização (que também tem como restringir acesso pelo ajuste “restrição” que eu citei), mas ainda assim o aparelho continuaria vinculado com o Apple ID, uma vez que a pessoa não iria conseguir remover a conta iCloud do aparelho. Será que não usaram a recuperação da conta iCloud com o número de celular dele? Já que ele estava com o chip do número cadastrado na conta. Alguem sabe como funciona para recuperar a conta através do número “confiável” cadastrado no iCloud?
  3. 1 - Você só vai conseguir acessar a área do iCloud depois de desativar a restrição nos ajustes, do contrário vai ficar tocando para entrar nos ajustes do iCloud e nada vai acontecer. Resumindo: restringir a alteração de contas nos ajustes vai ser uma barreira adicional de segurança para evitar que alguém remova sua conta iCloud do aparelho, mas basta a pessoa saber como desativar e a senha que você colocou para restringir que a barreira de segurança vai por água abaixo. Infalível não é, mas diria que quase infalível. 2 - a situação que você está passando é meio difícil de acontecer. Eu sei que existem casos onde os assaltantes assaltam toda uma família, mas nesses casos eu não acho que eles tentam desvincular os iclouds imediatamente, principalmente por se tratar de varios aparelhos e desvincular os cessão da trabalho. Além disso NAO É POSSÍVEL DESATIVAR AUTENTICAÇÃO DOIS FATORES, então você é obrigado a ter no seu aparelho. Enfim, confia nos dois fatores, cadastra seus amigos de outras cidades que você saiba o número de cabeça (para pedir o código numa situação em que você não tenha a agenda por perto), cadastra seu telefone fixo em casa, só não cadastra o número do seu chip. 3 - A Siri funciona na voz de qualquer pessoa. O reconhecimento do “Hey Siri” é que funciona só com a sua voz (ainda assim, funciona com outras vozes as vezes), mas qualquer pessoa que aperte o botão de invocar a Siri consegue usá-la. Eu mesmo, quando encontrei um iPhone no aeroporto usei a Siri para encontrar a dona. Falei “E ai siri, ligue para minha mãe” e falei com a mãe da pessoa que havia perdido o telefone.
  4. Você só vai conseguir rastrear qualquer assaltante minutos após o roubo. Aí é uma questão de escolha: tentar encontrar o assaltante e ir atrás dele com a polícia ou ir para casa e se deparar com a mensagem do find my iPhone dizendo que o dispositivo esta off-line. Eu ficaria com a primeira opção, até porque já recuperei um telefone assim ano passado hehe.
  5. Aprendi algumas coisas com um roubo que me aconteceu em outubro do ano passado. A pessoa pegou meu celular da minha mão no ônibus e sair correndo (dei mole, assumo, mesmo estando afastado da janela). Os caras conseguiram acesso ao celular tambem, provavelmente porque não deixaram a tela bloquear e mexendo nas mensagens do Facebook acabaram conseguindo achar a senha, pois por azar, eu tinha enviado à alguém naquele mesmo dia. Depois disso tomei umas medidas para dificultar o acesso a minha conta iCloud: 1 - ajustes > geral > restrição > contas (não permitir) Isso faz com que ninguém consiga acessar a área do iCloud sem antes passar por “restrição“, digitar a senha de restrição e liberar a alteração de contas. Sem isso, não adianta clicar na área do iCloud, pois nada acontece, a área inclusive fica fosca nos ajustes (aconselho que a senha de restrição seja diferente de todas as outras). 2 - Eu costumava colocar meu número como confiável na verificação de dois fatores, até pela comodidade, mas isso abre uma brecha dos assaltantes colocarem meu chip em outro aparelho e assim receber o código de verificação para uma possível troca de senha. O que eu faço? Cadastrei o número fixo de casa, dos meus parentes próximos e amigos, assim, quando preciso do código eu peço a eles. Infelizmente por segurança tenho esse inconveniente em relação a código de acesso. 3 - Desativei a Siri com a tela bloqueada e as notificações só aparecem após desbloquear a tela. Como o iPhone X desbloqueia assim que você o pega, acaba não fazendo diferença para mim no uso. 4 - Tirei o “mãe” e “pai” do nome dos contatos da agenda, para, caso acessem meu celular sem autorização não fique tão fácil saber quem são meus pais e peçam o código de verificação a eles.
  6. As capas da silicone da Apple são uma piada. Todas as que comprei estão descascando. Enviei meu relato ao suporte técnico para análise, mas não tenho esperanças de que vão fazer algo.
  7. Minha mãe tem o Séries 0, onde eu notei que o relógio travava na tela da maçã ao iniciar enquanto era carregado. O que eu passei a fazer em relação a isso foi: deixar na base de carregamento até ele ter alguma carga e assim que ele liga, na tela da maçã, eu tiro ele da base. Se ele travar eu só desligo e ligo de novo sem estar carregando e o relógio não trava na base. Comigo pelo menos o relógio só travava ao iniciar o sistema estando conectado à base de carregamento. Comprei um Séries 3 não notei o problema de travar na iniciação.
  8. Se você não possui plano de roaming internacional é lógico que não conseguirá ativar usando sua linha do Brasil, pois não há rede de cobertura das empresas brasileiras nos EUA, somente através do roaming, que é pago. Quando estiver de volta a uma área com cobertura da sua empresa de telefonia, você poderá receber o sms de confirmação e assim ativar o WhatsApp. PORÉM parece que a VIVO tem o serviço VIVO TUGO, onde você consegue receber seus SMS através de um app mesmo estando fora da rede de cobertura da VIVO, bastando ter qualquer internet, mas para usufruir desse serviço você teria que ter ativado antes no Brasil. Eu fiz o que vc está tentando fazer e deu certo. Pode fazer! Só precisa que o chip brasileiro esteja no Brasil e que alguém te repasse o SMS.
  9. Quando viajei aos EUA fiz o seguinte: Deixei meu chip com minha irmã no Brasil e assim que comprei meu iPhone novo e precisei dos códigos para a ativação de dois fatores das redes sociais e WhatsApp, eu solicitei que ela colocasse meu chip no aparelho dela e me enviasse os códigos. Deu super certo Sobre não poder utilizar o WhatsApp em dois aparelhos é uma questão óbvia, mas que não faz a menos diferença, até porque quando você ativar o número dos EUA, o acesso pelo aparelho antigo cairá, ficando logado somente no aparelho autenticado mais recentemente.
  10. Eu estava querendo fazer um, mas não achei que valessse a pena. Cotei na Porto Seguro e o valor do seguro mais franquia ficaria em R$1800 sobre o valor de R$3600 do aparelho importado. Pagar metade do valor do aparelho para TALVEZ ganhar a outra metade do valor soa muito absurdo pra mim. Prefiro deixar 1600 reais guardados e em caso de sinistro compro outro importado. De qualquer forma, acabei contratando o seguro do Itaú Bolsa Protegida, que cobre roubo e furto qualificado caso levem sua bolsa/mochila e todos os itens que estiverem dentro dele com limite máximo de R$3000. A condição do seguro é que o item esteja dentro da bolsa e que a mesma tenha sido levada junto com o cartão. Pago só R$3.99 por mês. O porém desse seguro é que realmente só cobrem se for levado bolsa/mochila/bolso/carteira e tudo que estiver dentro + cartão do banco. Se levarem a bolsa com celular e no B.O não constar o cartão do banco, eles já negam
  11. Exatamente. Tive os mesmos sintomas que vc e concordo sobre a central de controle. Por que raios eu vou querer me desconectar da rede Wi-Fi sem desligar o sinal? Não faz sentido, não é pratico, não é útil. Inclusive eu notei um lagzinho chato quando deslizo a central de controle para cima. Isso acontece principalmente se adicionar muitos atalhos e deslizar a barra rápido. Muito tenso.
  12. Assim que comprei meu 6s decidi não utilizar película pois acreditava que a tela era resistente o bastante. Na primeira semana de uso apareceu uma marca chata na tela. Não coloquei metais no mesmo bolso do aparelho e nem o deixei cair, então não sei o que houve, só sei que nunca mais uso sem pelicula. Não vejo diferença na experiência com ou sem pelicula, logo opto por utilizar sempre, inclusive vou comprar a película protetora para o meu 7+ antes até do aparelho. Sobre as cases, eu prefiro usar sem também, mas o iPhone é muito escorregadio, então utilizo aquelas finas de silicone
×
×
  • Criar Novo...