Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''lte''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Apple Inc.
    • Apple, Revendas & Assistências
    • Novidades & Rumores
  • Hardware
    • Desktops
    • Laptops
    • Smartphones, Tablets & Gadgets
    • Periféricos, Componentes & Acessórios
    • Hackintosh
  • Software
    • Aplicativos (apps)
    • [Mac] OS X
    • Outros Sistemas & Mac vs. PC
    • Programação & Desenvolvimento para iOS
  • Outros Tópicos
    • Conectividade: Redes & Internet
    • Multimídia
    • Arte, (Web) Design, 3D & Interfaces
    • Jogos
  • MM Bar & Café
    • Off-Topic & Encontros
    • MacMagazine
    • Ofertas/promoções
    • Classificados
    • Usados Apple

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


URL do site


ICQ


Skype


Localização


Interesses

Encontrados 8 registros

  1. Prezados, Tenho lido diversos tópicos, alguns deles com informações divergentes e até mesmo de teorias de que as operadoras podem desligar as Bandas 3 e 7 para prender os usuários a comprar os modelos que suportam a Banda 28, numa suposta "proteção", mas já adianto que isso é comercialmente e tecnicamente inviável diante das especificações do sistema LTE Advanced e LTE Advanced Pro. Quem tem um iPhone sem suporte à Banda 28, pode ficar tranquilo. Há muita polêmica em torno dos modelos de iPhone "americanos" e "europeus e/ou Anatel", estes com o suporte à Banda 28, aqueles sem o suporte a banda 28, contudo ambos suportam as Bandas 3 e 7. O primeiro ponto a ser compreendido é o que significa ter um Smartphone que é compatível com as três bandas oferecidas ao consumidor brasileiro, exceto aos clientes da Oi, pois a operadora não oferece o suporte à Banda 28. Coletei alguns dados e aqui vai: 1. 2.849 municípios brasileiros estão cobertos pelo sistema LTE Advanced, que nada mais é do que a possibilidade de um smartphone se conectar a duas faixas de espectro distintas, exemplo: o meu iPhone 11 Pro Max pode se conectar, simultaneamente, às Bandas 3 e 7, mas não à Banda 28. Se ele fosse compatível com a Banda 28, poderia haver a combinação com esta banda, lembrando que a conectividade se dá apenas com duas faixas de espectro distintas, a depender da oferta de sinal da Estação Rádio Base da sua Operadora; 2. 1865 municípios brasileiros, entenda-se, destes 2.849 que citei acima, possuem Estações Rádio Base que permitem o LTE Advanced Pro. Quais as suas vantagens? a) ele pode combinar três faixas de frequência, leia-se, Bandas 3, 7 e 28, num espectro mínimo de 30MHz; b) conectividade 4x4 MIMO (apenas o iPhone Xs e o 11 Pro oferece, esta conectividade, os modelos X, Xr e 11, são 2x2 MIMO); 3) Modulação de 256QAM, que permite uma melhor transmissão de bits, melhorando o DL e o UL. 3. Claro e VIVO são as operadoras com o maior número de Estações Rádio Base e municípios atendidos pelo LTE Advanced. 4. Agora vou ensinar a como saber a qual antena o meu Smartphone está conectado e a quais outras estações rádio base ele também está ou pode estar conectado, sabendo inclusive a respectiva banda: Usando seu discador, digitar *3001#12345#*. Discar. Vai aparecer um menu. Selecionar LTE ---> Serving Cell Info; Depois Back. Selecionar LTE Neighbor Cell Meas (aqui você vai ver as Estações Rádio Base vizinhas e qual o espectro de frequência presente em cada uma, a depender da Banda ali presente). Como vocês podem ver pelos prints abaixo, eu estou conectado a apenas uma antena, cuja conectividade é com a Banda 7. Este teste foi feito usando um iPhone Xs comprado no Brasil. Interessante notar que moro no interior do RS e não há, aqui onde estou, nenhuma Estação Rádio Base da Claro que ofereça suporte LTE a não ser a única que estou conectado. Como venho testado isso com bastante afinco, todas as demais, na Zona Urbana, oferecem as Bandas 3 e 7. Por ora não há a Banda 28, pelo menos aqui. Até para servir de guia e tranquilizar aos demais colegas, peço que compartilhem, se possível, os seus dados com as informações de localidade, exemplo: Cidade de Pelotas, Bairro Três Vendas ou São Paulo - Capital, próximo ao Shopping Morumbi. Com toda certeza teremos pessoas que vão atestar somente a presença da Banda 28 e da mesma forma, meu caso, quase sempre das Bandas 3 e 7, com alguns lugares, como o Bairro do Bom Fim, em Porto Alegre, onde há Estações Rádio Base com suporte às três bandas. E sempre lembrando que a coexistência das três bandas significa uma melhora significativa no uso de dados via LTE Advanced Pro, mas não se assustem, pois o LTE Advanced já oferece uma qualidade de sinal excelente e mesmo que milhares de cidades tenham a possibilidade de oferecer o LTE Advanced Pro, são poucos os locais, nessas cidades, que oferecem Estações Rádio Base com os três espectros. Abs. Gustavo
  2. Olá, pessoal! Tive a oportunidade de ir aos EUA nas últimas semanas e aproveitei para comprar o iPhone 6 \o/ Estou adorando o aparelho. Eu tinha um iPhone 4S. A evolução é incrível. Como faço sempre que vou aos EUA, eu comprei um chip pré-pago T-Mobile logo no primeiro dia. No iPhone 4S, o ícone de conexão da T-Mobile é "4G", o que para a T-Mobile (e acho que para a AT&T também) significa um 3G melhorado (UMTS). Como todos sabem, o iPhone 4S não tem suporte a LTE. Quando troquei para o iPhone 6, o ícone mudou para "LTE" e a velocidade ficou realmente espantosa. Conseguia publicar vídeos no Instagram em menos de um segundo, coisa que não consigo nem em wi-fi aqui no Brasil, por exemplo. Voltei ontem para o Brasil e reparei que o meu sinal aqui em São Paulo (Claro) é marcado como "4G", não "LTE". Não consegui ainda sacar se a velocidade é boa ou não (não quero rodar Speedtest para não matar a franquia de dados). Afinal, estou em LTE ou não? Algum dos colegas aqui conseguem ver o ícone "LTE" no iPhone na Claro? Fiz o teste com amigos que também usam Claro e todos vêem "4G". Valeu! Abraços!
  3. Pessoal, Estou pra adquirir um iPad Air, mas com LTE (4G). Como estou pensando em comprar na loja da própria Apple para pagar a vista e ganhar 10% de desconto, fui no site e percebi que NÃO há a bandeira da Vivo, será que há alguma incompatibilidade ou posso comprar sem medo? Alguém ja teve a experiência de usar iPad air na Vivo? Valeu
  4. Recentemente notei que o botão de ativação ou não da rede de dados 3G do meu iPhone 5 tinha mudado, agora fica aparecendo "Ativar 4G", existe alguma lógica para isso?; Ele nem é compatível com o 4G do Brasil. Ps: Comprei o aparelho no Brasil mesmo.
  5. Li num blog que o iOS 6.1. ativou a compatibilidade do iPhone 5 com o a Banda 7 (a mesma utilizada pelas operadoras brasileiras para o suporte 4G LTE). Na Dinamarca, na versão Beta do iOS 6.1., essa versão já permite o suporte 4G LTE pela mesma frequência utilizada pela Anatel. Se for verdade, será uma mão na roda, pois poderemos usar o iPhone 5 com todas as suas potencialidades. Alguém tem mais alguma informação acerca desse dado?
  6. Pronto... finalmente algumas informações mais precisas para acabar com toda especulação que vinhamos desenvolvendo em vários tópicos que esbarravam no assunto iPhone 5 no Brasil e LTE. Direto da FSP: Link Em junho de 2013, quando a seleção de futebol estrear na Copa das Confederações, o Brasil entrará na era da internet móvel 4G. As operadoras de telefonia têm até abril para começar a vender o serviço, que, no início, será para poucos --não pelo preço, mas pela cobertura. Rede 4G é veloz, mas qualidade tende a cair Aparelhos 4G começam a chegar ao Brasil Test Drive: Razr HD pode tirar Motorola da sombra da Apple e da Samsung Em sua estreia, o 4G estará disponível em, no máximo, 50% da área urbana das seis sedes do torneio (Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza, Recife, Salvador e Rio), totalizando cerca de 10 mil antenas. Editoria de Arte/Folhapress Quem vinculou a implantação da rede 4G ao torneio de futebol foi o governo, dentro dos preparativos de infraestrutura para o Mundial de 2014. Por isso, São Paulo, que não sedia a Copa das Confederações, não é prioridade agora e pode demorar ainda mais para receber o 4G. Para especialistas do setor ouvidos pela Folha, as 10 mil antenas não são o suficiente, pois, para cobrir a mesma área de uma antena 3G, é preciso três ou quatro antenas 4G --por isso a oferta do novo serviço será tão limitada. Apesar da área restrita, a rede 4G nacional oferecerá os mesmos recursos das disponíveis no exterior: velocidade de transmissão de dados até 15 vezes superior à do 3G. O que significa, por exemplo, poder assistir a partidas de futebol ao vivo pelo celular sem as interrupções e os engasgos típicos do 3G brasileiro. Na semana passada, durante a feira de telecomunicações Futurecom, no Rio, as teles anunciaram o início da construção das redes 4G que, nesta primeira etapa, aproveitarão a estrutura já existente --uma torre com equipamento 3G também terá o 4G. A TIM é a única ainda em fase de negociação, mas anunciou que está prestes a fechar contratos. A Claro e a Oi já fazem testes fechados do serviço, em redes experimentais em Campos do Jordão (SP), Paraty (RJ), Búzios (RJ) e Brasília, no caso da Claro, e no bairro do Leblon, no caso da Oi. Somados, os investimentos das quatro operadoras devem chegar a R$ 4 bilhões nessa primeira fase de implantação do 4G, sem contar os R$ 2,9 bilhões já gastos com as licenças do serviço, leiloadas em junho passado. Editoria de Arte/Folhapress QUANTO VAI CUSTAR? As operadoras começam agora a fechar o modelo de negócio e desejam lançar os planos 4G no Carnaval. A Folha apurou que está em estudo a viabilidade de planos 4G pelo preço do 3G com quantidade de dados definida (em torno de 20 Gbytes). O presidente da TIM Fiber, Rogerio Takayanagi, disse que o custo unitário da transmissão em 4G já é praticamente o mesmo do 3G. "Mas ainda estamos estudando os modelos", disse. Na Europa, o 4G custa mais em planos com velocidades de 50 Mbps e 100 Mbps, mas, em muitos casos, há restrição de dados.
  7. Pessoal, estou querendo comprar o novo iphone 5 assim que lançar, mas o meu medo é de quando chegar aqui no brasil não pegar o 3g. Minha duvida é, alguém sabe da informação se trazer um iphone 5 importado irá pegar com a tecnologia 3g ou 3g max, que são as únicas disponíveis no brasil no momento?
  8. sALLve galera, Estou com uma duvida tremenda, finalmente estou motivado a comprar o New iPad devido a sua nova tela retina, e como todos sabem tal modelo agora da suporte a rede 4G/LTE (que é inexistente no Brasil) e para piorar a situação ainda há uma incompatibilidade de redes 4G [banda 700MHz (Verizon) e 2.100MHz (AT&T)] dos USA para a nossa futura rede 4G [banda de 2.500MHz] o que deixa o gadgat praticamente imprestável quanto ao 4G suportado pelo dispositivo em terras tupiniquis, só restando a nós brasileiros a opção ao nosso famigerado 3G que tanto amamos, Cof...Cof...Cof... A minha duvida é a seguinte, mesmo sabendo que não haverá suporte a rede 4G aqui no Brasil valeria a pena comprar tal modelo e engolir a nossa rede 3G quando chegar ou é melhor ficar com o modelo Wi-Fi mesmo ??? ALLbraços pessoal Att. Leandro Leal
×
×
  • Criar Novo...