Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''paradigma''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Apple Inc.
    • Apple, Revendas & Assistências
    • Novidades & Rumores
  • Hardware
    • Desktops
    • Laptops
    • Smartphones, Tablets & Gadgets
    • Periféricos, Componentes & Acessórios
    • Hackintosh
  • Software
    • Aplicativos (apps)
    • [Mac] OS X
    • Outros Sistemas & Mac vs. PC
    • Programação & Desenvolvimento para iOS
  • Outros Tópicos
    • Conectividade: Redes & Internet
    • Multimídia
    • Arte, (Web) Design, 3D & Interfaces
    • Jogos
  • MM Bar & Café
    • Off-Topic & Encontros
    • MacMagazine
    • Ofertas/promoções
    • Classificados
    • Usados Apple

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


URL do site


ICQ


Skype


Localização


Interesses

Encontrados 1 registro

  1. A idéia aqui é abrir um tópico para ajudar o pessoal que vem do Windows a entender um pouco melhor os paradigmas de uso do Mac. Algumas dicas que catei de outros tópicos e compilei aqui: Use e abuse do Spotlight, a lupinha no canto superior direito (atalho command espaço). Nela você digita um termo e o Mac OS busca em arquivos, emails, contatos, fotos, musicas, aplicativos, enfim... Tudo! Também substitui a calculadora, pois digitando-se algo como 29,99*1,76 obtém-se 29,99 vezes 1,76. O gerenciador de arquivos do Mac (Finder) é feito de forma a desencorajar o uso intenso de pastas e a manipulação (copiar, colar, recortar) de arquivos e pastas. O "jeitão" mais Mac de fazer as coisas é deixar todos os seus documentos na pasta documentos (sem subpastas), as coisas baixadas em transferencias e coisas temporárias na mesa. Costumo dizer que no MacBook do Steve Jobs não deve ter subpasta alguma, pois o Finder definitivamente não é bom pra isto, e buscando pelo Spotlight chega-se ao conteúdo desejado facilmente sem decorar hierarquia de pastas. O recurso "Todos os meus arquivos" do Lion é muito bom! Mais uma vez usando uma abordagem ignorando a existência de pastas a Apple achou uma forma muito pratica de lidar com os arquivos. Quando vou anexar um documento em um email do GMail, normalmente clico em "Todos os meus arquivos" no lado esquerdo da Janelinha de anexar e o arquivo que quero anexar quase sempre é o primeiro da lista. Isto porque é normalmente o arquivo que editei por último! Com um arquivo selecionado, basta apertar espaço para ver seu conteúdo sem precisar abrir. Nada de sair dando enter, pois Enter é para renomear arquivo. O App nativo Pré Visualizador tem no menu editar uma parte de anotações que permite fazer anotações em PDF e em imagens. A partir de qualquer App você tem a opção de criar um PDF sem instalar nada. É nativo no Mac OS a opção de salvar ou imprimir em PDF. Não precisa instalar o adobe Reader pra Mac pra nada, evite-o exceto se realmente precisar de um PDF com formulários ou criptografia que não abrem no Pré Visualizador. Musicas, fotos e vídeos não são considerados como arquivos pelo Mac OS. E esta abordagem é muito boa. Recomendo ter todas as fotos no iPhoto, todas as musicas no iTunes. Quando for anexar alguma coisa via GMail , por exemplo, repare que do lado esquerdo da janela de escolher o arquivo tem a seção "Fotos" e a "Música". Desta forma nunca, jamais, em hipótese alguma é necessário saber onde esta o arquivo Jpg de uma foto do iPhoto ou oMp3 de uma música do iTunes. Recomendo importar todas as músicas para o iTunes devagar, pois quem vem do Windows normalmente organiza as musicas em pastas e não tem as Tags dos arquivos devidamente cadastradas. Importe um CD para o iTunes, selecione todos as faixas recém importadas (melhor usar a lista "adicionadas recentemente") e em seguida cadastre o álbum e o artista corretamente. Depois de todos seus CDs devidamente cadastrados, o iTunes é um show. Um App como o Tagalicious pode ajudar e muito nesta tarefa árdua de trazer uma coleção de musicas em pastas para o iTunes. Sempre mantenho a opção de copiar os itens importados para a biblioteca do iTunes e iPhoto e de manter a biblioteca organizada. Uma vez importada a foto ou a música eu me livro do arquivo original. Faço assim a anos, e confio no Backup do Time Machine (no meu caso com Time Capsule). Eventos realmente muito importantes eu tenho Backup em DVD. Recomendo usar o Time Machine e um HD externo (ou time capsule) dedicado para Backup. Recomendo usar as ferramentas nativas para gravação de DVD, o iTunes para importar CD de música e o Safari como browser. É realmente muito bom de usar, especialmente com os recursos "leitor" e lista de leitura. Mas nada impede de ter Opera, Firefox e Chrome. Recomendo dar uma chance ao Safari antes de adotar outro definitivamente. Em relação a Office, como o Microsoft Office para Mac é muito caro (R$199) e em inglês, recomendo tentar usar o Pages, Numbers e Keynote primeiro. Cada um deles custa R$36,00 (o pacote fica R$108 mas nem todo mundo precisa dos três). Por terem poucos botões muitos pensam que tem poucos recursos, mas tem todos os recursos que quase todo mundo precisa. Muito raro alguém usar todos os recursos do Word que o Pages não venha a atender. Além disto, tem o NeoOffice e o LibreOffice, que são livres, gratuitos, bons e em português. Se quiser capturar a tela, abra o spotlight e digite captura. Então observe no menu da parte de cima da tela a opção de capturar. Acho melhor que decorar o atalho de captura de tela.
×
×
  • Criar Novo...