Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''receita federal''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Apple Inc.
    • Apple, Revendas & Assistências
    • Novidades & Rumores
  • Hardware
    • Desktops
    • Laptops
    • Smartphones, Tablets & Gadgets
    • Periféricos, Componentes & Acessórios
    • Hackintosh
  • Software
    • Aplicativos (apps)
    • [Mac] OS X
    • Outros Sistemas & Mac vs. PC
    • Programação & Desenvolvimento para iOS
  • Outros Tópicos
    • Conectividade: Redes & Internet
    • Multimídia
    • Arte, (Web) Design, 3D & Interfaces
    • Jogos
  • MM Bar & Café
    • Off-Topic & Encontros
    • MacMagazine
    • Ofertas/promoções
    • Classificados
    • Usados Apple

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


URL do site


ICQ


Skype


Localização


Interesses

Encontrados 3 registros

  1. Pessoal, alguém aqui também teve problemas com a instalação do IRPF 2018 versão 1.1? Baixei usando o Chrome e o Safari e a msg de arquivo corrompido é a mesma conforme anexo.
  2. Olá pessoal! Estou com uma viagem marcada para os EUA, e nela pretendo comprar um Apple Watch e outros eletrônicos. Minha dúvida é sobre a tributação do Apple Watch, por ele ser um smartwatch. A questão é: ele é considerado um relógio de pulso de uso próprio, que seria isento de tributação (pode trazer até 1 por pessoa) OU é considerado um acessório para celular, ou seja, um eletrônico, que sofre tributação se passar da cota de US$500? (A pergunta é referente à classificação mesmo) Se alguém puder ajudar, ficarei muito agradecido Abraços.
  3. Semanas atrás eu postei uma mensagem neste fórum perguntando à comunidade sobre se alguém conhecia alguma forma de se comprar peças originais para consertar macbook pro, ou mesmo outros produtos da Apple, por conta própria. Um rapaz me contatou dizendo que trabalhava com fornecimento para autorizada Apple, e que se eu quisesse, ele faria a cotação e envio por correios da peça. Óbvio que aceitei visto que estou no Brasil por todo este semestre, e precisava disso rápido. No fim, ele mal respondia minhas mensagens, e quando o fazia era sempre com respostas incompletas, até que sumiu de vez. Achei tudo muito picaretagem e resolvi usar o plano B e comprar de fora e mandar entregar aqui como pretendia originalmente. Se quiser ver o tópico original, clique aqui. Pois bem, como planejado comprei de fora. A loja trabalhava com UPS, uma empresa de courier famosa e que vcs provavelmente já ouviram falar. E para minha surpresa, no dia seguinte a peça já estava no Brasil, e constantemente eu rastreava seu trajeto pelo site da UPS, visto que eu sabia que uma vez no Brasil, eu teria que ficar atento pra ver quando a entrega seria efetuada. Segundo a UPS, originalmente, era pra ser hoje pela tarde. Até que vi uma mensagem no rastreamento que dizia que a falta de um número de documento de taxação estava faltando. Na hora pensei: bem, provavelmente precisam de um CPF pois a Receita Federal deve ter parado o pacote. Porém NINGUÉM da UPS até então havia entrado em contato comigo para falar sobre, ou mandadosequer um email avisando que isto poderia acontecer. Eu sabia que algum tipo de taxação poderia existir, mas achei que cobrariam pouco visto que dizem que algo que custa menos de 50 dolares nunca é taxado quando entregue pelos correios. Acontece que quando vc contrata um serviço de courier - seja ele Fedex, UPS, DHL, etc - você não apenas tem que pagar imposto sobre o valor da mercadoria, como também tem que pagar imposto sobre o valor do courier!!! Que país é Brasil?????? Enfim... observando o status no sistema de rastreamento da UPS, resolvi entrar em contato com o SAC da transportadora aqui no Brasil. O atendente, após ouvir meu relato e efetuar rastreio em seu sistema, me disse que ele apenas precisava tomar nota do meu CPF e que no máximo 48 horas alguém entraria em contato comigo. Como eu já havia feito algumas pesquisas antes da ligação, descobri quem em alguns casos precisa-se que um despachante ou agente vá até a RF e interceda no tramite. Ao perguntar para ele sobre essa possibilidade, ele quase riu e fez parecer como se meu caso fosse uma bobagem, e disse que logo estaria com o produto em mãos. Mas quando perguntei sobre possível taxação, ele falou que poderia ser algo em torno de 100%!!!!!!!!!!!!!!!!!! Bem, na ocasião preferi não me prolongar na conversa com ele, afinal ele parecia não saber nada praticamente, apenas de protocolos que provavelmente ele puxa no computador pra dizer aos clientes. Além do mais, se falo bem português, PODE SER não é o mesmo que SERÁ. E discutir com ele sobre algo que segundo ele próprio era apenas um detalhe, me pareceu improdutivo. Acontece que andei pesquisando em sites como ReclameAqui e outros, e constatei que muitas pessoas que efetuaram compras pela internet e com entrega via UPS, tiveram que pagar impostos por volta de 60% e depois foram cobrados pela UPS uma taxa por este tipo de desembargo junto à RF. Muitos fizeram as contas e disseram que acabaram pagando 110% sobre o valor total de suas transações no exterior. Absurdo pra isso é pouco pois: - A UPS, como em meu caso, nem mesmo entrou em contato com as pessoas dizendo que precisariam de um número de CPF/CNPJ. Mesmo que foi a UPS nos EUA que recolheu o pacote, esta empresa atua no Brasil a muito tempo para saber o que precisa-se ou não em um caso de envio de mercadoria para o Brasil. - Nos casos que li no ReclameAqui, como a UPS negociou tudo diretamente com a RF, muitas vezes os destinatários não tiveram nenhuma possibilidade de argumentar com a RF sobre os valores, e muitos nem mesmo conseguiram um atestado/comprovante/documento assinado pela RF que seus produtos importados haviam tido imposto recolhido pelo órgão. - 110% sobre qualquer produto, é uma coisa pra fazer qualquer um se sentir mais otário do que nunca. Enfim, desculpem-me por escrever tanto, mas detalhar o problema é importante para o que pretendo com este tópico. Gostaria de saber se tem alguma pessoa aqui com experiência com este tipo de importação, e/ou Receita Federal, e/ou courier atuando neste tipo de trâmite. Levando-se em consideração todos os fatos, o que posso fazer para não me sentir roubado ou nem me deixar roubarem? Outra coisa: comprei esta peça pois meu MBP está muito tempo fora da garantia, e eu sei consertar sem precisar levar à uma autorizada e ter outra pessoa consertando meu mac e pagar por este serviço. Você não levaria seu carro a outra oficina se fosse um mecânico! E o fato mais enigmático: Podem mesmo me cobrar imposto numa peça que NÃO É fabricada no Brasil? Eu não poderia entrar numa loja e dizer: oi, vc tem tal parte pra MBP ou genérico? Se vc passou por experiência semelhante, seria interessante saber como procedeu. Abraços a todos, e espero que tenham tido mais sorte que eu nesta semana.
×
×
  • Criar Novo...