Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
webg3brasil

Cuidados com SSD (2016) - Dicas

Posts Recomendados

Bem galera, sou novo no mundo SSD, acabei de fazer o upgrade no meu MacBook Pro 2010, porém já venho acompanhando e estudando a utilização do SSD já há algum tempo, o que descobri é que existem alguns macetes e dicas para melhorar ainda mais o seu desempenho, e irei mostrar algumas coisas que fiz pra melhorar ainda mais; não vou entrar em detalhes o que cada recurso é, mas garanto que os benefícios valem a pena, ainda mais se você quiser aumentar a vida útil de sua bateria e diminuir o desgaste dessas unidades (já foi provado que eles duram cerca de 60 anos e não 10 ou 15 anos como muitos devem ter lido por ai):

1 - Habilitar TRIM em SSD de terceiros: se você adquiriu algum SSD não-Apple, como Samsung, Kingston, Corsair, outros, abra o terminal e digite o comando:

sudo trimforce enable

feche os aplicativos e confirme com Y sempre que solicitado, ele irá reiniciar seu MAC

2 - Desativar sensor de quedas bruscas, no terminal:

sudo pmset -a sms 0

3 - Desativar modo repouso e hibernação, no terminal:

sudo pmset -a hibernativemode 0

sudo rm /var/vm/sleepimage

4 - Desativar Time Machine Local, no terminal:

sudo tmutil disablelocal

5 - Por último, ativar noatime (será necessário entrar no modo Recovery), reinicie o mac segurando a tecla option/alt e selecione o Recovery, lá abra o terminal e desabilite a proteção de integridade do sistema (SIP) com esse comando:

csrutil disable

reinicie o mac e então pegue o anexo ou crie um arquivo noatime.plist com o Editor de Texto e coloque nesse caminho: /Library/LaunchDaemons/

<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<!DOCTYPE plist PUBLIC "-//Apple//DTD PLIST 1.0//EN" "http://www.apple.com/DTDs/PropertyList-1.0.dtd">
<plist version="1.0">
    <dict>
        <key>Label</key>
        <string>noatime</string>
        <key>ProgramArguments</key>
        <array>
            <string>mount</string>
            <string>-vuwo</string>
            <string>noatime</string>
            <string>/</string>
        </array>
        <key>RunAtLoad</key>
        <true/>
    </dict>
</plist>

 

Abra o Terminal e digite o comando: sudo chown root:weel /Library/LauchDaemons/noatime.plist

Reinicie no Recovery novamente e habilite a Proteção de Integridade do Sistema, no Terminal:

csrutil enable

Saia do Recovery e reinicie normalmente

Para saber se deu certo, de volta no mac, abra o Terminal e digite o comando:

mount | grep " / "

deverá trazer algo assim: (hfs, local, jornaled, noatime)

 

É isso, bom proveito!

 

Espero ter ajudado de alguma forma!

noatime.plist

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Dellas_Capua disse:

Excelentes dicas!

Só não entendi o que faz o item 5! Pra que serve o "noatime"?

Com ele você ganha até 30% de mais performance no disco, pois ele impede que o sistema fique escrevendo a última leitura ou visualização do arquivo, toda vez que vc abre um documento, se não modificou ele, não tem necessidade do sistema ficar escrevendo que vc visualizou aquele arquivo. Basicamente é isso, a grosso modo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 4 de julho de 2016 at 16:04, Noodle OS disse:

No meu MBP só não apareceu o noatime quando digitei o comando  mount | grep " / ". Será que fiz algo errado?

Olá amigo, desculpe a demora, vc desabilitou a proteção de integridade antes de fazer o passo a passo?

Depois de entrar no Recovery, abra o Terminal e digite o comando: csrutil disable e reinicie baixe o arquivo em anexo e copie para /Library/LauchDaemons

abra o terminal e dê o comando: sudo chown root:wheel /Library/LaunchDaemons/noatime.plist

Agora reinicie no Recovery e entre no Terminal novamente, habilite a proteção do sistema: csrutil enable

reinicie e verifique se agora aparece o noatime aplicando o mesmo comando de verificação.

Editado por webg3brasil

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 3 de julho de 2016 at 00:03, Dellas_Capua disse:

Excelentes dicas!

Só não entendi o que faz o item 5! Pra que serve o "noatime"?

Não entendi também!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 27 de julho de 2016 at 15:02, bsales.c disse:

O item 5 não influencia na questão de reabrir programas depois do reiniciar/desligar? Ou outro item...

Pois isso acho muito útil :lol:

Não influencia nessa questão, apenas na gravação mesmo, se não houve alteração no arquivo, mas normalmente quando você usa esse recurso de reabrir arquivos, antes de desligar ele grava no arquivo, não vai influenciar em nada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

As dicas só não dizem que somente as opções 1 e 2 não afetam a usabilidade do OS X. As outras desativam recursos que podem ser úteis como:

3- Se a bateria do notebook acabar com os recursos desativados poderá haver perda de dados porque o OS X não salvará o conteúdo da RAM no arquivo de hibernação. Em desktops, poderá ocorrer perda de dados em caso de falta de fornecimento de energia. Lembrar sempre de salvar os dados!

4- O Time Machine local é uma forma de antecipar o backup dos arquivos e que é descarregado toda vez que a unidade de backup é conectada ao computador (seja um HD externo ou o Time Capsule). Isso vai aumentar o tempo necessário para os backups e vai desativar a função de restaurar arquivos apagados que já tiveram backup feito pelo Local Time Machine.

5- Esse comando vai desativar a função do OS X de gravar sempre o momento em que os arquivos são abertos pelo sistema ou usuário e gravar as versões dos arquivos. Essa função mantém um tracking de modificações dos arquivos e permite restaurar versões anteriores de arquivos em caso de problemas (modificações acidentais ou falha de sistema por exemplo). Diminui a camada de segurança do sistema de tratamento de versões de arquivos!

Usem com cuidado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1º. Sou um pouco leigo no assunto, mas quem vai ficar 60 anos com qualquer máquina? Sério! Qualquer uma. Ou mesmo 15 ou 10 anos, com a mesma máquina?

 

2º. À exceção do trim, que não vem ligado nos ssd de terceiros, as demais dicas parecem a famosa economia de palito, gasta-se mais economizando, do que a economia real.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 30 de julho de 2016 at 22:43, Alan Leitão disse:

As dicas só não dizem que somente as opções 1 e 2 não afetam a usabilidade do OS X. As outras desativam recursos que podem ser úteis como:

3- Se a bateria do notebook acabar com os recursos desativados poderá haver perda de dados porque o OS X não salvará o conteúdo da RAM no arquivo de hibernação. Em desktops, poderá ocorrer perda de dados em caso de falta de fornecimento de energia. Lembrar sempre de salvar os dados!

4- O Time Machine local é uma forma de antecipar o backup dos arquivos e que é descarregado toda vez que a unidade de backup é conectada ao computador (seja um HD externo ou o Time Capsule). Isso vai aumentar o tempo necessário para os backups e vai desativar a função de restaurar arquivos apagados que já tiveram backup feito pelo Local Time Machine.

5- Esse comando vai desativar a função do OS X de gravar sempre o momento em que os arquivos são abertos pelo sistema ou usuário e gravar as versões dos arquivos. Essa função mantém um tracking de modificações dos arquivos e permite restaurar versões anteriores de arquivos em caso de problemas (modificações acidentais ou falha de sistema por exemplo). Diminui a camada de segurança do sistema de tratamento de versões de arquivos!

Usem com cuidado.

Depois que o Alan esclareceu os comandos, como faço para reverter as etapas 3, 4 e 5?

Vlw.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Tareco disse:

Depois que o Alan esclareceu os comandos, como faço para reverter as etapas 3, 4 e 5?

Vlw.

Para reativar troque o 0 por 1:

 

3 - Reativar modo repouso e hibernação, no terminal:

sudo pmset -a hibernativemode 1

4 - Reativar Time Machine Local, no terminal:

sudo tmutil enablelocal

 

5 - Por último, desativar noatime (será necessário entrar no modo Recovery), reinicie o mac segurando a tecla option/alt e selecione o Recovery, lá abra o terminal e desabilite a proteção de integridade do sistema (SIP) com esse comando:

csrutil disable

Reinicie

Exclua o arquivo :

/Library/LaunchDaemons/noatime.plist

 

Reinicie no Recovery e ative a proteção novamente com o comando:

csrutil enable

Editado por webg3brasil

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 30/07/2016 at 22:43, Alan Leitão disse:

As dicas só não dizem que somente as opções 1 e 2 não afetam a usabilidade do OS X. As outras desativam recursos que podem ser úteis como:

3- Se a bateria do notebook acabar com os recursos desativados poderá haver perda de dados porque o OS X não salvará o conteúdo da RAM no arquivo de hibernação. Em desktops, poderá ocorrer perda de dados em caso de falta de fornecimento de energia. Lembrar sempre de salvar os dados!

Sempre baixo a tampa do Mac e quando levanto, meus arquivos estão exatamente como deixei, desde o Pages ou páginas que estava navegando, nunca deixo o Mac chegar a menos de 10% de bateria, e não acredito que terei problemas quanto a isso, se sei que a bateria vai acabar, pra que deixar os programas abertos?

Em 30/07/2016 at 22:43, Alan Leitão disse:

4- O Time Machine local é uma forma de antecipar o backup dos arquivos e que é descarregado toda vez que a unidade de backup é conectada ao computador (seja um HD externo ou o Time Capsule). Isso vai aumentar o tempo necessário para os backups e vai desativar a função de restaurar arquivos apagados que já tiveram backup feito pelo Local Time Machine.

Fazendo a escrita localmente é prejudicial pro SSD, melhor ele demorar um pouco mais de tempo pra realizar o Backup do Time Machine, do que ficar escrevendo no disco o tempo todo. (isso melhora consideravelmente a bateria)

Em 30/07/2016 at 22:43, Alan Leitão disse:

5- Esse comando vai desativar a função do OS X de gravar sempre o momento em que os arquivos são abertos pelo sistema ou usuário e gravar as versões dos arquivos. Essa função mantém um tracking de modificações dos arquivos e permite restaurar versões anteriores de arquivos em caso de problemas (modificações acidentais ou falha de sistema por exemplo). Diminui a camada de segurança do sistema de tratamento de versões de arquivos!

A funcionalidade de versões continuará existindo, só não vai escrever no arquivo se ele não foi modificado.

Em 30/07/2016 at 22:43, Alan Leitão disse:

Usem com cuidado.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

6 - Desative o SWAP se vc possui 8GB ou mais de memória (apesar de alguns não recomendarem, não tenho tido nenhum problema, visto que desde o Mavericks, o mac gerencia muito bem a memória);

Não desative se vc utiliza programas da Adobe ou Final Cut Pro (não recomendável);

Utilize o aplicativo Onyx e desative a SWAP;

- Desative a Proteção de Integridade do Sistema (SIP) no Recovery;

Use esses comandos para concluir pelo terminal:

sudo launchctl unload -w /System/Library/LaunchDaemons/com.apple.dynamic_pager.plist

sudo rm /private/var/vm/swapfile*

pra habilitar novamente, reinicie em Single Mode (segure CMD + S), no terminal:

sudo launchctl load /System/Library/LaunchDaemons/com.apple.dynamic_pager.plist

Reative a Proteção de Integridade do Sistema (SIP)

 

Após realizar esse último procedimento, pude jogar o CS Global Offensive tudo no High e com Anti-allising em 4x, sem engasgos, nesse MacBook da assinatura. '-)

 

 

Observação: Todo o procedimento foi criado para melhorar e beneficiar o uso de SSDs, alguns comandos podem ser utilizados em HDDs, porém não recomendável. O que mais prejudica o SSD é o arquivo de troca (SWAP) em conjunto com pouca memória RAM disponível, ciente disso, saiba que pode ou não ocorrer erros aleatórios. Toda alteração ou modificação realizada por você é de sua inteira responsabilidade, não me responsabilizo por nenhum dano/problema ou indisponibilidade de seu sistema por utilizar esse guia.

Editado por webg3brasil

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 minutos atrás, R2CWB disse:

O Chameleon está funcionando no El Capitan. Ele faz tudo isso mas, eu acho que é necessário desativar o (SIP) conforme o item 5.

http://chameleon.alessandroboschini.com 

Sim, mas o intuito aqui era não utilizar ferramentas de terceiros e saber o que cada comando faz, além de também ensinar como desfazer, o chamaleon não é assinado e pode causar Kernel Panic após um update por exemplo, esses comandos permanecem após atualizações de sistema.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      48.269
    • Total de Posts
      413.843
×
×
  • Criar Novo...