Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
webg3brasil

Cuidados com SSD (2016) - Dicas

Posts Recomendados

2 horas atrás, webg3brasil disse:

Sempre baixo a tampa do Mac e quando levanto, meus arquivos estão exatamente como deixei, desde o Pages ou páginas que estava navegando, nunca deixo o Mac chegar a menos de 10% de bateria, e não acredito que terei problemas quanto a isso, se sei que a bateria vai acabar, pra que deixar os programas abertos?

O OS oferece o recurso, usa quem quer. Só alertei porque pode haver pessoas que usam esse recurso sem nem mesmo saber que usam. Respondendo sua pergunta: Nem sempre é possível estar perto de uma tomada para carregar o notebook e com a hibernação os dados da RAM são salvos automaticamente quando o nível de energia for crítico, com a tampa fechada ou aberta. Se o sistema oferece esse recurso, é opção usar. Só acho que os prós e contras devem ser divulgados antes de vender soluções para todos os usuários.

 

2 horas atrás, webg3brasil disse:

Fazendo a escrita localmente é prejudicial pro SSD, melhor ele demorar um pouco mais de tempo pra realizar o Backup do Time Machine, do que ficar escrevendo no disco o tempo todo. (isso melhora consideravelmente a bateria)

Sua opinião correto? Respeito, mas é uma argumentação sem sentido. Só alertei que desativa uma função que "prejudica" a usabilidade do Time Machine, além de não permitir manter backups de arquivos localmente, coisa útil quando a unidade de backup está longe e um arquivo é apagado acidentalmente. O sistema mantém backups dos arquivos que não estão nas unidades de backup e permite restaurar eles sem precisar da unidade de backup, enquanto ele não é descarregado. Como a vida útil de um SSD é de aproximadamente 10 a 15 anos (o meu está com tudo ativado há dois anos e tem uma saúde de 99%) não vejo vantagem em desativar uma camada de segurança, mas também é minha opinião. O impacto energético não é tão alto assim uma vez que só são salvos localmente os arquivos novos que não estão na unidade de backup.

2 horas atrás, webg3brasil disse:

A funcionalidade de versões continuará existindo, só não vai escrever no arquivo se ele não foi modificado.

Fiz o teste novamente aqui e a função ficou desativada, sem aparecer as versões do arquivo modificado. Como a função continuaria funcionando normalmente se ele não sabe que os arquivos foram modificados e não há esse tracking registrando as modificações?

2 horas atrás, webg3brasil disse:

6 - Desative o SWAP se vc possui 8GB ou mais de memória (apesar de alguns não recomendarem, não tenho tido nenhum problema, visto que desde o Mavericks, o mac gerencia muito bem a memória);

Não desative se vc utiliza programas da Adobe ou Final Cut Pro (não recomendável);

Utilize o aplicativo Onyx e desative a SWAP;

- Desative a Proteção de Integridade do Sistema (SIP) no Recovery;

Use esses comandos para concluir pelo terminal:

sudo launchctl unload -w /System/Library/LaunchDaemons/com.apple.dynamic_pager.plist

sudo rm /private/var/vm/swapfile*

pra habilitar novamente, reinicie em Single Mode (segure CMD + S), no terminal:

sudo launchctl load /System/Library/LaunchDaemons/com.apple.dynamic_pager.plist

Reative a Proteção de Integridade do Sistema (SIP)

 

Após realizar esse último procedimento, pude jogar o CS Global Offensive tudo no High e com Anti-allising em 4x, sem engasgos, nesse MacBook da assinatura. '-)

 

 

Observação: Todo o procedimento foi criado para melhorar e beneficiar o uso de SSDs, alguns comandos podem ser utilizados em HDDs, porém não recomendável. O que mais prejudica o SSD é o arquivo de troca (SWAP) em conjunto com pouca memória RAM disponível, ciente disso, saiba que pode ou não ocorrer erros aleatórios. Toda alteração ou modificação realizada por você é de sua inteira responsabilidade, não me responsabilizo por nenhum dano/problema ou indisponibilidade de seu sistema por utilizar esse guia.

Só recomendo desativar o swap file se o sistema dispôr de muita RAM (de 8 GB em diante) e se não usar softwares pesados. O Adobe Premiere Pro e o Avid Media Composer não funcionam bem sem o swap file em um sistema com 16 GB de RAM. No Media Composer há inclusive a possibilidade de corromper os projetos em trabalho.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Alan Leitão disse:

O OS oferece o recurso, usa quem quer. Só alertei porque pode haver pessoas que usam esse recurso sem nem mesmo saber que usam. Respondendo sua pergunta: Nem sempre é possível estar perto de uma tomada para carregar o notebook e com a hibernação os dados da RAM são salvos automaticamente quando o nível de energia for crítico, com a tampa fechada ou aberta. Se o sistema oferece esse recurso, é opção usar. Só acho que os prós e contras devem ser divulgados antes de vender soluções para todos os usuários.

 

Sua opinião correto? Respeito, mas é uma argumentação sem sentido. Só alertei que desativa uma função que "prejudica" a usabilidade do Time Machine, além de não permitir manter backups de arquivos localmente, coisa útil quando a unidade de backup está longe e um arquivo é apagado acidentalmente. O sistema mantém backups dos arquivos que não estão nas unidades de backup e permite restaurar eles sem precisar da unidade de backup, enquanto ele não é descarregado. Como a vida útil de um SSD é de aproximadamente 10 a 15 anos (o meu está com tudo ativado há dois anos e tem uma saúde de 99%) não vejo vantagem em desativar uma camada de segurança, mas também é minha opinião. O impacto energético não é tão alto assim uma vez que só são salvos localmente os arquivos novos que não estão na unidade de backup.

Fiz o teste novamente aqui e a função ficou desativada, sem aparecer as versões do arquivo modificado. Como a função continuaria funcionando normalmente se ele não sabe que os arquivos foram modificados e não há esse tracking registrando as modificações?

Só recomendo desativar o swap file se o sistema dispôr de muita RAM (de 8 GB em diante) e se não usar softwares pesados. O Adobe Premiere Pro e o Avid Media Composer não funcionam bem sem o swap file em um sistema com 16 GB de RAM. No Media Composer há inclusive a possibilidade de corromper os projetos em trabalho.

Obrigado por seu parecer amigo, referente ao SWAP já havia informado que quem usa programas da Adobe ou Apple para edição de imagens ou conversão/edição de vídeos não é recomendado, e apenas para quem tem 8GB ou mais de RAM, obrigado ref a versões do arquivo, me referia ao dados salvos do Time Machine, após salvos/modificados, ele mantém as cópias, talvez não tenha utilizado as palavras corretas.

Saudações e mais uma vez agradeço por compartilhar seu conhecimento e enriquecer esse tópico.

 

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 2 de julho de 2016 at 21:00, webg3brasil disse:

2 - Desativar sensor de quedas bruscas, no terminal:

sudo pmset -a sms 0

3 - Desativar modo repouso e hibernação, no terminal:

sudo pmset -a hibernativemode 0

sudo rm /var/vm/sleepimage

 

Quais os problemas causados pelos itens 2 e 3? Principalmente o modo de repouso, não vejo o que pode acontecer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
16 minutos atrás, DeOculos disse:

Quais os problemas causados pelos itens 2 e 3? Principalmente o modo de repouso, não vejo o que pode acontecer.

2- No caso de haver ainda uma unidade rotacional no seu sistema, desativar o SMS (sensor de movimento súbito, em português) pode ser prejudicial caso você movimente o computador com o disco girando. Se você substituir todas as unidades rotacionais por flash units, pode desativar sem problema.

3- Caso a bateria do notebook acabe, pode haver perda de dados de programas abertos porque o sistema não salvaria o conteúdo da RAM no arquivo de hibernação. Em um desktop, quando entra em repouso, o sistema salva o conteúdo da RAM nesse tipo de arquivo. Caso haja queda de energia com o recurso desativado, não haverá o arquivo de hibernação salvo e poderá haver perda de dados.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem pessoal vim acrescentar mais umas dicas para conhecimento de todos;

Ref a Hibernação existem alguns tipos, mas somente esses 3 funcionam no Macs:

hibernatemode=0 (por padrão é utilizado/suportado em desktops. O sistema não vai transferir as informações da memória para o HD. O sistema deve acordar a partir do conteúdo da memória (RAM). O sistema poderá perder informações se zerar. Historicamente este é conhecido como modo antigo de suspensão.

hibernatemode=3 (por padrão é utilizado/suportado por laptops e notebooks. O sistema fará uma cópia de toda informação que está na memória para o disco rígido e manterá também na memória durante a suspensão, e ao acordar irá buscar a informação primeiramente na memória RAM, se não encontrar, buscará no disco rígido.

hibernatemode=25 (este só é ajustável através do pmset o sistema irá copiar uma parte da informação que está na memória para o disco rígido, fazendo uma imagem do sistema, e irá cortar a alimentação da memória RAM, ao acordar ele restaurar essa imagem no disco e então transferir para a memória, se quiser hibernar de verdade, use esse modo, pois além de poupar bateria ele irá realmente hibernar seu sistema, porém tem uma desvantagem: o boot é mais demorado devido a informação estar toda no disco rígido ao invés de parte na memória RAM.

Ao restaurar algum comando já exemplificado aqui nesse tópico utilize essa parte para a hibernação. A Apple não recomenda modificar a hibernação, mas se for fazê-lo, só utilize esses 3 modos, pois é o que é suportado pela documentação da Apple.

Para verificar qual você está utilizando, dê o comando: pmset -g | grep hibernatemode

Use por sua conta e risco.

Fonte Apple: https://developer.apple.com/legacy/library/documentation/Darwin/Reference/ManPages/man1/pmset.1.html

Editado por webg3brasil

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Reativando um tópico antigo, mas com muitas infos úteis.

Acabo (literalmente) de instalar um SSD de 120GB ( Kingston UV400) em um iMac Core 2 Duo (Early 2008) de 24pol.
De cara já pude notar uma brutal melhora de performance. Seguramente, o melhor upgrade que já fiz nessa máquina.

Sei que necessito ativar o TRIM e já li várias páginas demonstrando o procedimento, que é bem simples.
Mas como se trata de um desktop, me pergunto se no meu caso necessito realizar todos os outros procedimentos descritos aqui no tópico.

Outra informação que ainda "não fechou" é sobre a necessidade de alguma alteração em relação ao controlador da ventoinha. Muitos relatam problemas e que somente conseguem resolve-lo após a instalação de programas como SSD Fan Control. Outros dizem não ter tido problema algum e não precisaram desses "remendos".
Minha dúvida reside no fato de que eu já utilizava o iStat Menus e acredito que sua funcionalidade de controle de ventoinha seja igual ao que o SSD Fan Control faz. Dessa forma, estaria seguro (ou não?).

E finalmente, se não for muito off-topic, tenho uma dúvida quanto a inclusão de SSDs em iMacs 27.
A placa mãe dessas máquinas (o meu é um late 2012) possui um conector para SSDs do tipo "blade", acessível ao retirar a placa. Porém, vi que existem cabos conectores que estendem o acesso ao blade, tornando possível a instalação de SSDs normais que podem ser posicionados em locais mais estratégicos da máquina, como abaixo do superdrive ou mesmo em stack com outro SSD que estaria no lugar do drive original de 3,5.
Alguém faz ideia se isso funciona redondinho?

Muito obrigado!!


 

 



 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 20/10/2016 at 19:10, Roos disse:

Reativando um tópico antigo, mas com muitas infos úteis.

Acabo (literalmente) de instalar um SSD de 120GB ( Kingston UV400) em um iMac Core 2 Duo (Early 2008) de 24pol.
De cara já pude notar uma brutal melhora de performance. Seguramente, o melhor upgrade que já fiz nessa máquina.

Sei que necessito ativar o TRIM e já li várias páginas demonstrando o procedimento, que é bem simples.
Mas como se trata de um desktop, me pergunto se no meu caso necessito realizar todos os outros procedimentos descritos aqui no tópico.

Outra informação que ainda "não fechou" é sobre a necessidade de alguma alteração em relação ao controlador da ventoinha. Muitos relatam problemas e que somente conseguem resolve-lo após a instalação de programas como SSD Fan Control. Outros dizem não ter tido problema algum e não precisaram desses "remendos".
Minha dúvida reside no fato de que eu já utilizava o iStat Menus e acredito que sua funcionalidade de controle de ventoinha seja igual ao que o SSD Fan Control faz. Dessa forma, estaria seguro (ou não?).

E finalmente, se não for muito off-topic, tenho uma dúvida quanto a inclusão de SSDs em iMacs 27.
A placa mãe dessas máquinas (o meu é um late 2012) possui um conector para SSDs do tipo "blade", acessível ao retirar a placa. Porém, vi que existem cabos conectores que estendem o acesso ao blade, tornando possível a instalação de SSDs normais que podem ser posicionados em locais mais estratégicos da máquina, como abaixo do superdrive ou mesmo em stack com outro SSD que estaria no lugar do drive original de 3,5.
Alguém faz ideia se isso funciona redondinho?

Muito obrigado!!


 

 



 

Nenhum dos procedimentos propostos (com excessão do TRIM) são necessários. Totalmente opcionais em qualquer tipo de máquina que você instale um SSD. A vida útil de um SSD não será reduzida ao ponto de ficar menor que um HDD de alta disponibilidade (server grade) com esses recursos ligados.

Já foi assim no passado, mas hoje a confiabilidade é muito boa e o SSD tem tendência a durar muito mais que um HDD convencional.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ando tentando encontrar um "guia definitivo" sobre SSDs, pois apesar do tempo de boot a abertura de apps ter melhorado sensivelmente, noto que em algumas tarefas que até deveriam ser triviais ocorre certa lentidão. Aliás, muitas vezes uma grande lentidão. O indicador da CPU sobe a praticamente o máximo. Me pergunto o que pode estar errado! :(

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 23/11/2016 at 18:01, Roos disse:

Ando tentando encontrar um "guia definitivo" sobre SSDs, pois apesar do tempo de boot a abertura de apps ter melhorado sensivelmente, noto que em algumas tarefas que até deveriam ser triviais ocorre certa lentidão. Aliás, muitas vezes uma grande lentidão. O indicador da CPU sobe a praticamente o máximo. Me pergunto o que pode estar errado! :(

Opa, estou revivendo o tópico só pra te responder, muitas vezes não basta somente essas alterações (algumas são opcionais como falaram ai, outras necessárias como  TRIM e a desativação do SWAP pra quem tem 16GB de RAM e quer mais performance), mas o que mais prejudica e torna perceptível essas tarefas que você mencionou, é o próprio macOS, o sistema que está utilizando muitas vezes não está otimizado ou mesmo o Aplicativo que você está usando não foi otimizado praquele sistema. É necessário verificar o mesmo programa/tarefa com sistemas diferentes para poder constatar isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 23/11/2016 at 18:01, Roos disse:

Ando tentando encontrar um "guia definitivo" sobre SSDs, pois apesar do tempo de boot a abertura de apps ter melhorado sensivelmente, noto que em algumas tarefas que até deveriam ser triviais ocorre certa lentidão. Aliás, muitas vezes uma grande lentidão. O indicador da CPU sobe a praticamente o máximo. Me pergunto o que pode estar errado! :(

 

57 minutos atrás, webg3brasil disse:

Opa, estou revivendo o tópico só pra te responder, muitas vezes não basta somente essas alterações (algumas são opcionais como falaram ai, outras necessárias como  TRIM e a desativação do SWAP pra quem tem 16GB de RAM e quer mais performance), mas o que mais prejudica e torna perceptível essas tarefas que você mencionou, é o próprio macOS, o sistema que está utilizando muitas vezes não está otimizado ou mesmo o Aplicativo que você está usando não foi otimizado praquele sistema. É necessário verificar o mesmo programa/tarefa com sistemas diferentes para poder constatar isso.

A maior lentidão que percebi no meu sistema, foi o retorno da hibernação, demora muito. O boot e a abertura dos apps estão fantásticas, mas o que me incomoda e muito ainda é o retorno da hibernação, demora mais que o boot (MBPro late 2011 13" i7 8Gb-Ram 512Gb-SSD).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Tareco disse:

 

A maior lentidão que percebi no meu sistema, foi o retorno da hibernação, demora muito. O boot e a abertura dos apps estão fantásticas, mas o que me incomoda e muito ainda é o retorno da hibernação, demora mais que o boot (MBPro late 2011 13" i7 8Gb-Ram 512Gb-SSD).

Dá uma olhada nessa parte:  Apple: https://developer.apple.com/legacy/library/documentation/Darwin/Reference/ManPages/man1/pmset.1.html  citei logo acima, nessa mesma página, você pode ver uma dessas 3 opções desse artigo, configurando com 0, 3, ou 25 e fazer o teste para ver qual se sai melhor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      48.486
    • Total de Posts
      414.928
×
×
  • Criar Novo...