Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Mr. Caio Augusto

Proteções conta surtos elétricos – descargas atmosféricas e afins

Posts Recomendados

Resolvi criar este tópico com o intuito de auxiliar a todos os usuários que necessitam saber mais sobre as devidas proteções contras surtos elétricos que podem ser tomadas afim de mitigar os problemas causadas por eles em seus equipamentos eletrônicos, em especial os computadores e notebooks. Ressalto que nenhuma medida é 100% eficaz, porém há uma diminuição significativa nos problemas em que um surto pode causar em seus sistemas além de que as somas das dicas passadas aqui aumentam ainda mais a confiabilidade das proteções e diminui muito as chances de terem danos causados por descargas indesejadas.

Primeiro de tudo é importante frisarmos que para uma proteção ser eficaz é preciso de uma série de recomendações a serem seguidas:

1)      É importante utilizarmos um correto sistema de aterramento na residência pois ele auxilia no “escoamento” da corrente de fuga presente em carcaças que por algum problema de isolamento acabaram por ficar energizadas, por problemas em um motor que perdeu sua correta proteção de isolação assim como auxiliar os sistemas de proteções a drenar o surto para a terra. Todo o sistema deve ser feito por um profissional qualificado pois não é só posicionar uma haste metálica na terra, mas sim deve ser dimensionado corretamente utilizando-se como parâmetro a resistência do solo em dissipar a energia, quantidade de hastes, distância entre elas, local de instalação e usando ferramentas como terrômetro para a correta medição. Não vou entrar em detalhes técnicos como qual tipo de aterramento utilizar pois não é o intuito do tópico mas ressalto que é necessário este sistema pois sem ele há uma perca significativa na proteção e você não poderá usar alguns sistemas que informarei abaixo, além disso ele é obrigatório pela NBR 5410.

2)      O próximo sistema que mencionarei não está relacionado diretamente com a proteção contra surtos elétricos, mas julgo interessante repassar a informação a vocês pois ele detecta fuga de correntes que possam haver em sua instalação. Uma fuga de corrente além de causar aumento substancial no consumo de energia, causam riscos a integridade física. Consulte seu eletricista sobre a instalação dos IDR’s (Interruptor Diferencial Residual) ou DDR’s (Disjuntor Diferencial Residual – este com função de disjuntor). Obrigatório pela NBR 5410.

3)      Correto dimensionamento de cargas em sua residência, com disjuntores bem dimensionados, seção dos condutores correta, qualidade da instalação em geral também auxiliam no sistema de proteção. Obrigatório pela NBR 5410.

Com os passos citados acima podemos seguir com os sistemas de proteções contras surtos propriamente dito.    

O que é um surto elétrico:

Surto elétrico é uma onda transitória de corrente, tensão ou potência que tem a característica de uma elevada taxa de variação por um período curto de tempo.  Ele se propaga ao longo de sistemas elétricos e pode causar danos aos equipamentos eletroeletrônicos além de causarem riscos a integridade física das pessoas.

Surtos elétricos são comumente provenientes a:

1) Raios que caem diretamente na rede elétrica, rede de telefonia e "viajam" em toda a rede até chegar em seu "destino" e realizar o estrago rapidamente ou diminuir a vida útil do componente eletrônico;

2) Raios que caem nas proximidades e que geram campo eletromagnético que podem também causam problemas, assim como raios que caem diretamente nas antenas.

3) Manobra na concessionária de energia, o que causa carga nos transformadores ou até manutenção nos equipamentos que podem não conter as proteções necessárias;

4) Motores de 'grande porte", elevadores, cargas e etc.

Ressalto que um surto de tensão pode causar estrago no momento, como diminuir a vida útil do equipamento e são imprevisíveis e difíceis de mensurar seu estrago, além disso não adianta realizar as proteções elétricas se não realizar as proteções nas redes cabeadas, RJ11, RJ45, COAXIAL, portanto a proteção deve ser completa e em toda a rede elétrica, lógica e comunicação.

Como se proteger:

DPS CLASSE 1: É mais utilizada para locais aonde possuem SPDA (Sistema de proteção conta descargas atmosféricas) - ou seja: PARA RAIO. Estes DPS são posicionados aonde há o escoamento de cargas elevadas. Não é comum em casa pois dificilmente encontrará uma casa com para raios, porém o SPDA juntamente com o DPS classe 1 está presente em edificações prediais. Informo também que um SPDA é um sistema para proteção da edificação (contra raios que caem diretamente nela - e servem para evitar danos, incêndio e propagar as ondas eletromagnéticas corretamente para o solo) e não protege os equipamentos internamente da casa, pois são sistemas com finalidades diferentes, assim como o fio terra que serve para proteção e escoamento da energia e não tem relação direta com a proteção contra surtos. Não é porque tem fio terra que não irá ter problema pois ele é um meio do escoamento utilizados pelos DPS. – Esta classe não é obrigatória pela norma e não é comum vermos em casas pois são especificas.

DPS CLASSE 2: Instalando DPS (DISPOSITIVO DE PROTEÇÃO CONTRA SURTOS) no quadro de energia. Existem marcas como Clamper, Siemens, GE, Schneider e etc... e devem acompanhar de aterramento. Este é responsável pelo desvio do surto alto na tensão e é o mais utilizado e deve ser instalado junto com a entrada do padrão. É obrigatório pela NBR e deve ser instalado por um profissional capacitado, que medira de quantos Ka’s o DPS será necessário para sua região.

DPS CLASSE 3: É utilizado para a proteção "fina" e ligado diretamente com o aparelho na tomada, nesta classe também temos os dispositivos que protegem as redes lógicas (RJ 11, RJ 45..) assim como as proteções coaxial e afins. No Brasil temos a empresa Clamper, pioneira neste segmento a muito tempo mas acredito que em um futuro surjam outras marcas interessantes. Ressalto que aqui incluem os filtros de linha que ligamos nos computadores. Nesta classe nem todos os dispositivos exigem um pino terra por realizar a descarga no neutro, porém a proteção não será tão eficaz quanto se houvesse aterramento.

Acredito que consegui explanar as proteções necessárias de uma forma simples e de fácil entendimento para todos sem me aprofundar na parte técnica. Caso queiram se aprofundar mais nos termos sugiro canais como “Mundo da Elétrica” e “Engehal” além do esforço de cada um em buscar informação. Caso em sua região não tenham profissionais capacitados, como foi o meu caso, você pode realizar estudos e “pedir para fazer”.

Dúvidas estou à disposição para ajudar todos.

Sds

  •  

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      48.517
    • Total de Posts
      415.815
×
×
  • Criar Novo...