Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
JoeD

Amazon.com o Brasil

Posts Recomendados

Como os usuários deste blog são grandes clientes de lojas online e plugados em novidades, gostaria de saber: o que aconteceu com a abertura da Amazon no Brasil? Não era dia 1o de setembro? Que fim deu?

O endereço amazon.com.br tem nada a ver com a loja por hora. Não havia tido uma grande disputa pelo URL? Não tinha sido conferido à Amazon?

Compartilhem novidades...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É briga de cachorro grande: o status quo das editoras nacionais e suas estruturas de negócios já estabelecida, "legislação defasada", etc.

Se tem um assunto que se deveria tratar de forma aberta com a sociedade é o conteúdo digital que adquirimos e sobre o qual pagamos imposto. Abrir CPI, fazer audiência pública, plebiscito ou referendo, etc.

Só para citar algumas incoerências:

1. produtos "de loja" você é dono; software comprado é licença de uso.

2. Música e filmes em mídia física você tem propriedade plena (usa, empresta, vende); já comprados e baixados não (Bruce Willis está pensando em processar a apple, por conta disso! Fonte: http://venturebeat.com/2012/09/02/bruce-willis-itunes-lawsuit/)

3. Livro a mesma coisa: em papel você compra, vende, alugua, rasga, risca, anota, etc; livro digital aqui no Brasil precisa até de "software especial" para leitura, sem falar que o preço é o mesmo da versão impressa e não estão emitindo nem nota fiscal, apenas recibo (já comprei 7 livros da saraiva assim, e não se dão ao trabalho de nem responder ao emails de reclamação, SAC e o escambau!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara... mas depois você dá uma pesquisada sobre o assunto para se inteirar melhor. Só comentando de leve, do jeito mais básico possível:

1) Software não é um bem tangível, é uma obra intelectual como uma música por exemplo. O autor do software é como um compositor de uma música: Assim como o compositor licencia suas composições para artistas interpretatem e cantarem, ou seja, usá-las o autor do software da mesma forma licencia sua obra intelectual para outras pessoas usarem a sua idéia (o software nada mais é do que uma idéia, uma lógica de programação).

2) Não há propriedade plena em música e filmes em mídia física. Se comprar um filme destinado a reprodução para uso doméstico, ele não pode ser alugado ou reproduzido em outras mídias como rádio, TV ou internet. A notícia sobre o Bruce Willis é falsa (http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/esposa-de-bruce-willis-desmente-processo-contra-apple). Ao comprar um Bluray ou um DVD de filme você compra um licenciamento, tal como software. A revenda pode ser permitida ou não, de acordo com a diretivas do autor. Mas normalmente a licença é impessoal e transferível tal qual o software em mídia física. Já o conteúdo digital normalmente tem licenciamento impessoal e intransferível... O autor determina como quer licenciar seu conteúdo.

3) Livro a mesma coisa: Você não pode fazer o que quiser. Não pode por exemplo copiar o conteúdo em uma obra sua sem permissão. Não pode tirar Xerox. Na verdade o papel não importa e não é protegido, é só o suporte para a informação. Esta sim, protegida por direito autoral, tal qual as músicas e os softwares.

Quando ao uso de software especial para abrir, é que as empresas detentoras de licenciamento de direitos autorais no Brasil optam pela proteção de suas obras contra cópia não autorizada com o uso do sistema de DRM da Adobe. Tal qual Europa e EUA a 10 anos atrás. Hoje em dia, iTunes e outras lojas de livros vendem as obras sem o DRM, mas no Brasil esta modernidade ainda não chegou. Provavelmente por receito dos detentores de direito autoral em confiar mais na consciência dos leitores do que no software anti-pirataria.

Agora, seu ponto de vista é válido: A população precisa ser esclarecida e discutir mais o tema!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O fato de não ser tangível não significa que não se possa ter propriedade: a título de ilustração as primeiras versões do windows (3.11) e o DOS (6.2) eram vendidos, e não licenciados; mesmo com algumas limitações o contrato deixava claro a propriedade do software de quem os comprava. Por sinal, tenho os dois aqui que guardo de lembrança com estes termos.

Os livros que compramos em papel temos a propriedade plena sim (domínio) no sentido legal do termo: usar, fruir e dispor. Claro que existe limitações ao uso, para não configurar abuso de direito alheio (do autor), o que não limita em nada o domínio do bem. Os exemplos da xerox e cópia de conteúdo sem permissão não tem nada a ver com a propriedade do bem em si, mas com a observância dos direitos autorais (do autor).

Quando falo de filmes e músicas em meios físicos refiro-me também a possibilidade de usar, fruir e dispor (propriedade no sentido legal) daquele cd ou dvd que compramos em qualquer loja. As limitações existentes sobre estes bens, seja por força legal ou contratual, também não diminuem o sentido de propriedade sobre os mesmos;

Em tempo: nenhum direito sobre um bem patrimonial (corpóreo/incorpóreo, tangível/intangível), seja ele qual for e por mais importante que seja, é absoluto. Até os bens imóveis e o direitos reais que os amparam sofrem limitações diversas.

Valeu quanto ao upgrade da notícia, mas faço minhas as palavras do site citado:

"Apesar de não ser real, caso de processo abre precedente para a discussão sobre contratos virtuais e propriedade de mídia digital"

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estão todos falando muito bem, e concordo com várias coisas ditas e alguns dos itens conheço muito bem a discussão visto que isto já vem de longa data. Mas na realiadade eu não estava falando da Amazon como facilitadora da venda de obras brasileiras em formato digital, mas sim a loja física da Amazon que está instalada em algum lugar na região paulista, e que vai vender produtos em geral para todo o Brasil e será conhecida como Amazon Brasil. Esta estava pra começar no dia primeiro, e até agora nada...

Se tiverem notícias sobre, me contem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nunca ouvi falar de loja fisica no brasil. Mal existem nos outros paises que ja possui a Amazon, quem dira aqui.

Tinha feito umas pesquisas, e nao vi citarem em lugar nenhum.

O que vi foi que o servico ira comecar no final de setembro com inicio de outubro. As entregas serao feitas no comeco pelo proprio Correios.

Honestamente? Muita expectativa para nada. Brasil é o pais dos lucros, as empresas vem aqui para lucrar, oferencendo servicos de pessima qualidade e se aproveitando da falta de fiscalizacao e de leis fortes.

Amazon aqui sera mais uma loja pessima como Saraiva, submarino, americanas etc... Mais tarde pode ter certeza que sera comprada por algum grupo de lojas (eu chuto Saraiva).

O exemplo é o Walmart, mais uma loja lixo, mas que la fora é perfeita e bem completa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nunca ouvi falar de loja fisica no brasil. Mal existem nos outros paises que ja possui a Amazon, quem dira aqui.

Tinha feito umas pesquisas, e nao vi citarem em lugar nenhum.

O que vi foi que o servico ira comecar no final de setembro com inicio de outubro. As entregas serao feitas no comeco pelo proprio Correios.

Honestamente? Muita expectativa para nada. Brasil é o pais dos lucros, as empresas vem aqui para lucrar, oferencendo servicos de pessima qualidade e se aproveitando da falta de fiscalizacao e de leis fortes.

Amazon aqui sera mais uma loja pessima como Saraiva, submarino, americanas etc... Mais tarde pode ter certeza que sera comprada por algum grupo de lojas (eu chuto Saraiva).

O exemplo é o Walmart, mais uma loja lixo, mas que la fora é perfeita e bem completa.

Bem, como vc pode ver eles estão buscando um centro de distribuição nao estado de SP, como visto nesta matéria: http://www.brasileconomico.ig.com.br/noticias/amazoncom-inicia-vendas-no-brasil-em-1-de-setembro_114592.html

Agora, segundo o Gismodo, ficou para 2013 :(

http://www.gizmodo.com.br/amazon-ainda-enfrenta-dificuldades-com-editoras-locais-e-adia-sua-estreia-no-brasil-para-2013/

É... miou!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É, estava na Veja no final de semana... eu vi no meu iPad ;)

Dei uma olhada: Kinle que custa US$69 por R$299? Vixe... vão ter que escrever cartinha pra Amazon também!

#AbusoAmazon

Editado por JoeD

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com um bom catálogo de livros, melhor que o do Google Play e acho que comparável ao da Apple Store. Os preços é que não são exatamente convidativos para obras novas e antigas.

Pois é, mas tem a vantagem de ser em portugues, isso já é alguma coisa, por mais que o preço seja salgado...

É, estava na Veja no final de semana... eu vi no meu iPad ;)

Dei uma olhada: Kinle que custa US$69 por R$299? Vixe... vão ter que escrever cartinha pra Amazon também!

#AbusoAmazon

Pela imagem parecia ser o de 119 dólares, olhando bem é o de 69 mesmo. Realmente ficou salgadinho. E quanto custaria para importar?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

(...)

Pela imagem parecia ser o de 119 dólares, olhando bem é o de 69 mesmo. Realmente ficou salgadinho. E quanto custaria para importar?

Se vc trouxesse no avião, nada. ;)

Se vc pedisse pra eu te mandar pelo correio, vc pagaria 50% em cima dos 19 dolares + tax excedente.

Se vc comprasse direto da Amazon USA, provavelmente te cobrariam 100% em cima do valor principalmente se entregue via courier.

Enfim... sempre caro com essa política de importação besta do BR.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se vc trouxesse no avião, nada. ;)

Se vc pedisse pra eu te mandar pelo correio, vc pagaria 50% em cima dos 19 dolares + tax excedente.

Se vc comprasse direto da Amazon USA, provavelmente te cobrariam 100% em cima do valor principalmente se entregue via courier.

Enfim... sempre caro com essa política de importação besta do BR.

E lá vamos nós...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tenho um Kindle vinculado à loja dos EUA. Me mandaram um e-mail dizendo que eu poderia trocar de loja - aparentemente, não posso estar vinculado às duas ao mesmo tempo.

Por enquanto, é claro, o catálogo é fraco. Continuo com a loja americana mesmo.

Quanto aos modelos de Kindle disponíveis (apenas um, básico), acho que outros poderiam ser disponibilizados para os brasileiros.

De qualquer forma, li que a Amazon decidiu lançar a loja brasileiro o quanto antes, pois a Livraria Cultura está lançando o Kobo, canadense.

Essas brigas são boas para o consumidor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Conteúdo Similar

    • Por Erick Pereira Santos
      Olá boa noite pessoal!
      pesquisei no fórum e não achei a resposta para minha dúvida, bom vamos lá!
      Tenho uma AppleTV 4K e gostaria de saber se funciona vídeos da Netflix e Amazon em 4K?
      Pois o YouTube não roda por conta de um codec e estou na dúvida se esses aplicativos rodam!
    • Por jolavo
      Alquem sabe como obter a alexa app no Brasil?  ainda não disponível em nossa loja....  so na web app....  mas instalar no iPhone seria bem melhor para controlar meus echo spots... valeu!!! também o aplicativo music app da amazon o mesmo problema...
    • Por doug bello
      Oi Pessoal,
       
      Como todo mundo sabe a amazon sacaneou muita gente mudou as regras do cloud drive deixando muita gente na mão. Eu tinha aproximadamente 2.5 teras de dados lá e resolvi baixar tudo pra um hd externo e usar o crashplan que permite fazer backup de hds externos também.
      Então baixei o app da amazon e estou downloadando tudo que estava lá.... Porém eu notei que enquanto eu uso o mac pro (Sierra) o download fica rápido na boa, mas quando entra o screensaver ou desligo a tela, depois de um tempo fica muito lento ou quase para.
      Já desabilitei todas as opções do sleep e energia, e mesmo assim eu noto que ele fica bem lento quando saio de perto.... alguém tem alguma dica de como fazer o app não diminuir de velocidade ou algo assim? 
      Eu lembro que em alguns keynotes eles citaram que otimizam o desempenho pra quando o app não esta em primeiro plano, etc.... pode ter a ver com isso. Pensei no app chamado cafeinne mas se alguém tiver outra ideia, por favor mande.
      Obrigado,
      Doug
       
       
    • Por Psantos
      Eu queria saber se esse data doubler funciona em um macbook pro, na descrição não fala mas pela especificações acho que sim, queria saber porque vou comprar pra por um SSD no meu Mac.. Pelo que eu saiba ele tem que ter 9.5mm e 2,5 polegadas não é?
      http://www.amazon.com/gp/product/B006HSH2H8/ref=oh_o00_s00_i00_details
  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      49.015
    • Total de Posts
      417.662
×
×
  • Criar Novo...