Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
hhnd

[AJUDA] Dica para comprar MPB nos EUA.

Posts Recomendados

Galera,

Me tirem uma dúvida. Eu vou mandar meu cartão de crédito pelo meu primo que vai p EUA no próximo mês para comprar um MBP "15 polegadas e 2.3 GHz", será que dá bronca ? Meu cartão é o Visa Internacional e com chip. Por quantos dólares sairia o note ? Séra que dá pra passar pela alfândega sem problemas ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera,

Me tirem uma dúvida. Eu vou mandar meu cartão de crédito pelo meu primo que vai p EUA no próximo mês para comprar um MBP "15 polegadas e 2.3 GHz", será que dá bronca ? Meu cartão é o Visa Internacional e com chip. Por quantos dólares sairia o note ? Séra que dá pra passar pela alfândega sem problemas ?

Sobre o uso do cartão com CHIP, se não exigirem documento (não sei como é o padrão dos EUA), não tem problema, no Chile eles sempre pedem o Passaporte ou Cédula de Identidade. Agora, na Alfândega não posso opinar, eu nunca fui parado quando venho aqui dos países do Mercosul, quando sou parado são nas alfândegas terrestres, quando viajo de carro. Mas uma coisa eu sugiro: cautela sempre, se for parado é melhor declarar e pagar o imposto do que perder o produto e ainda ter que pagar uma multa. O Fiscal da Receita, se o teu primo for parado, vai perguntar: algo a declarar? Se ele disser que não, o que geralmente acontece, ele segue viagem, mas alguns pedem para abrir a mala e tudo mais.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não vai rolar.

Geralmente eles pedem Passaporte para compras com cartão internacional.

O preço está no site e só precisa somar a taxa da cidade onde seu primo vai fazer a compra.

Em relação à alfândega, é questão de sorte.

Editado por Fabio Seiji

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não vai rolar.

Geralmente eles pedem Passaporte para compras com cartão internacional.

O preço está no site e só precisa somar a taxa da cidade onde seu primo vai fazer a compra.

Em relação à alfândega, é questão de sorte.

Pois então, como eu imaginava. Mesmo com Chip, fora do país, muitas vezes o Invoice que fica com a loja tem que a assinatura e o número do documento do titular do cartão, que deve ser o comprador. Nos EUA, onde as regras de proteção ao sistema econômico são rígidas, já imaginava que essa investida ia ser como no Chile, onde sempre exigem o documento numa compra de alto valor. Nas compras menores eles deixam de lado, mas regras são regras.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera,

Me tirem uma dúvida. Eu vou mandar meu cartão de crédito pelo meu primo que vai p EUA no próximo mês para comprar um MBP "15 polegadas e 2.3 GHz", será que dá bronca ? Meu cartão é o Visa Internacional e com chip. Por quantos dólares sairia o note ? Séra que dá pra passar pela alfândega sem problemas ?

Você está louco de comer cocô? Depois desta compra alguém ia ter que pagar um advogado pro teu primo sair da cadeia! Primeiro que eles pediriam um documento para comprovar que ele era o dono do cartnao, e assim que notassem que teu primo está com um cartão de nome diferente, eles acionariam a segurança da loja e o segurariam lá até que a polícia chegasse lá. Se aqui já é embaçado, imagine nos EUA onde as leis são rígidas. Seria mais apropriado vc depositar o dinheiro na conta dele, e ele sacar usando cartão de débito internacional lá, e pagar em espécie (embora andar com este monte de grana no bolso é arriscado), OU vc solicita um cartão no nome dele vinculado à sua conta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando eu compro em qualquer loja dos EUA nunca me pediram documento de identificação; nem senha pedem, é só passar o cartão. E não tive nenhum problema em relação a alfândega, minha mochila com meu mac passou no raio-x e eles não falaram nada, mas é questão de sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando eu compro em qualquer loja dos EUA nunca me pediram documento de identificação; nem senha pedem, é só passar o cartão. E não tive nenhum problema em relação a alfândega, minha mochila com meu mac passou no raio-x e eles não falaram nada, mas é questão de sorte.

Das 2X que fui para os EUA quase sempre me pediram passaporte, tirando algumas lojas pequenas em Tempe, em todas as lojas onde passam muitos turistas me solicitaram o documento e em NY ainda pediam tel e endereço para registro.

Senha nunca me pediram; sempre era assinatura, seja digital (com tela de lcd e caneta) seja no ticket da maquininha registradora.

Sobre o uso do cartão com CHIP, se não exigirem documento (não sei como é o padrão dos EUA), não tem problema, no Chile eles sempre pedem o Passaporte ou Cédula de Identidade. Agora, na Alfândega não posso opinar, eu nunca fui parado quando venho aqui dos países do Mercosul, quando sou parado são nas alfândegas terrestres, quando viajo de carro. Mas uma coisa eu sugiro: cautela sempre, se for parado é melhor declarar e pagar o imposto do que perder o produto e ainda ter que pagar uma multa. O Fiscal da Receita, se o teu primo for parado, vai perguntar: algo a declarar? Se ele disser que não, o que geralmente acontece, ele segue viagem, mas alguns pedem para abrir a mala e tudo mais.

Não sei ao certo mas me pareceu que o chip só serve aqui no território nacional pois em qualquer País que eu usei o cartão sempre me pediam pra assinar e mostrar o passaporte (nem sempre pediam mas como pediram inúmeras vezes eu acabei acostumando a mostrar antes de pedirem).

Editado por Fabio Seiji

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Das 2X que fui para os EUA quase sempre me pediram passaporte, tirando algumas lojas pequenas em Tempe, em todas as lojas onde passam muitos turistas me solicitaram o documento e em NY ainda pediam tel e endereço para registro.

Senha nunca me pediram; sempre era assinatura, seja digital (com tela de lcd e caneta) seja no ticket da maquininha registradora.

Não sei ao certo mas me pareceu que o chip só serve aqui no território nacional pois em qualquer País que eu usei o cartão sempre me pediam pra assinar e mostrar o passaporte (nem sempre pediam mas como pediram inúmeras vezes eu acabei acostumando a mostrar antes de pedirem).

Olá Fabio,

Esse ano no Chile, em todas as compras que fiz com o Visa, pediram senha do cartão, depois no Invoice a assinatura, número do passaporte e telefone, tudo num formulário impresso na máquina de cartão mesmo. Com os Cartões AMEX e Master Card não exigiram senha nem nada, talvez seja um protocolo da Visa mesmo, mas foi apenas no Chile. Argentina e Uruguai apenas passam o cartão e segue o jogo, não pedem mais nada, apenas a assinatura e deu, nem o documento exigem.

Você está louco de comer cocô? Depois desta compra alguém ia ter que pagar um advogado pro teu primo sair da cadeia! Primeiro que eles pediriam um documento para comprovar que ele era o dono do cartnao, e assim que notassem que teu primo está com um cartão de nome diferente, eles acionariam a segurança da loja e o segurariam lá até que a polícia chegasse lá. Se aqui já é embaçado, imagine nos EUA onde as leis são rígidas. Seria mais apropriado vc depositar o dinheiro na conta dele, e ele sacar usando cartão de débito internacional lá, e pagar em espécie (embora andar com este monte de grana no bolso é arriscado), OU vc solicita um cartão no nome dele vinculado à sua conta.

E Advogado nos EUA é caro!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você está louco de comer cocô? Depois desta compra alguém ia ter que pagar um advogado pro teu primo sair da cadeia! Primeiro que eles pediriam um documento para comprovar que ele era o dono do cartnao, e assim que notassem que teu primo está com um cartão de nome diferente, eles acionariam a segurança da loja e o segurariam lá até que a polícia chegasse lá. Se aqui já é embaçado, imagine nos EUA onde as leis são rígidas. Seria mais apropriado vc depositar o dinheiro na conta dele, e ele sacar usando cartão de débito internacional lá, e pagar em espécie (embora andar com este monte de grana no bolso é arriscado), OU vc solicita um cartão no nome dele vinculado à sua conta.

Obrigado, JoeD! Pra mim, é mais sensato solicitar um cartão adicional com o nome do meu primo vinculado a minha conta. Quanto a alfândega, vou arriscar. kkk Obrigado a todos pelas dicas. :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sei se dá certo, mas você poderia comprar na Loja online e enviar para o local onde seu primo vai ficar (colocando o endereço dele na hora da compra).

Perfect

Perfect... só que não!

Não dá pra comprar pela loja online pq eles exigem que o endereço de cobrança seja em território americano.

Quando eu compro em qualquer loja dos EUA nunca me pediram documento de identificação; nem senha pedem, é só passar o cartão. E não tive nenhum problema em relação a alfândega, minha mochila com meu mac passou no raio-x e eles não falaram nada, mas é questão de sorte.

Hmm... mto estranho não pedirem identificação. A não ser que vc comprou coisas de baixo valor (iPod, iPad). Pq até para americanos pedem documento quando se compra um macbook pro mais caro...

Obrigado, JoeD! Pra mim, é mais sensato solicitar um cartão adicional com o nome do meu primo vinculado a minha conta. Quanto a alfândega, vou arriscar. kkk Obrigado a todos pelas dicas. :D

Óbvio... está no nome dele, a fatura vai chegar na sua casa, e vc mesmo se vira com o pagamento e ele fica livre de ter que baldear dinheiro, esperar vc depositar, etc. Ele já está fazendo um grande favor em trazer. Só veja bem se ele é de confiança mesmo... vai que ele sair por lá torrando no cartão? Aí é dor de cabeça. Mas vc pode por um limite também... e isso é até bom em caso de perda.

Sobre a alfândega... é bom pensar. Uns não são parados... outros o tempo todo. Se ele tiver cara de marinho de primeira viagem, pode apostar que vão parar. Os tipos que eu mais vejo sendo parado em alfândegas no Brasil: homens viajando sozinhos com muitas malas (principalmente os com aspecto meio "farofa"), pessoa com mala muito grande, pessoa com uma combinação de malas e caixas de papelão, pessoas com aspecto de viajantes irregulares (que viajam raramente), e um tipo que nunca falha: o barulhento - bastou chegar chegando, chamando atenção, e (principalmente) meio agitado que eles vão lá e seguram. É triste falar, mas sim: os fiscais julgam por aparência. Passa numa segunda-feira que ninguém te segura. Pelo menos em São Paulo. Épocas muito agitadas em fim de ano, tipo natal, vc pode passar com 23 laptops e ninguém vai te parar... pq o aeroporto provavelmente estará explodindo de gente querendo desembarcar e eles não vão se dar ao luxo de olhar um por um. Dê uma dica pro seu primo: mande-o viajar como se estivesse a negócios. Eles não param gente que tem cara que faz isso corriqueiramente e que não tem tempo a perder.

Faça uma busca aí no fórum, e veja o que as pessoas já comentaram sobre suas experiências com alfândega. Verá que as opiniões são variadas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Existem outras opções também como cartões pré-pagos, travelers check e cash (é uma quantia considerável mas nada além do normal para um turista).

Mas no caso dele que já tem CC, seria bobagem comprar dólar em espécie visto que o câmbio é mais alto. Travelers check idem... cartões pre-pago seria mais uma despesa visto que teria que pagar uma taxa a empresa operadora. Na minha experiência internacional, a melhor escolha é sempre sacar o dinheiro (de uma só vez) num caixa eletrônico. É o câmbio mais justo, e se sacar uma só vez, uma taxa de operação não fará mal ao orçamento. Melhor que usar um CC.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu sou um assalariado. O foda é parcelar em "trocentas" prestações e ficar nas mãos da oscilação do câmbio, porque eu pago minha fatura de acordo com a taxa cambial que estiver pra data da emissão da fatura, né isso ?! É melhor eu juntar pelo ao menos 70% do valor do MBP pra pagar a vista e o resto no cartão pra eu não correr o risco de me lascar lá na frente, porque pelo o andar da carroagem a tendência é o dólar subir.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu sou um assalariado. O foda é parcelar em "trocentas" prestações e ficar nas mãos da oscilação do câmbio, porque eu pago minha fatura de acordo com a taxa cambial que estiver pra data da emissão da fatura, né isso ?! É melhor eu juntar pelo ao menos 70% do valor do MBP pra pagar a vista e o resto no cartão pra eu não correr o risco de me lascar lá na frente, porque pelo o andar da carroagem a tendência é o dólar subir.

Mas vai pagar parcelado como? Se está fazendo planos de pedir pra loja nos EUA fazer pra vc, tire o cavalo da chuva... lá não tem essa. Plano de financiamento só para americanos. A única solução é vc passar no CC, e depois se virar no Brasil pagando menos que o valor total da fatura até que consiga completar o resto do pagto. Mas neste caso, prepare-se pois juros de CC são altíssimos e sua compra vai acabar saindo salgadíssima dependendo do quanto deixar em aberto para pagar mais tarde com juros. E acho também que uma vez que o cartão fechar o câmbio para o valor total da compra, mesmo que ficar em aberto uma quantidade para ser paga posteriormente, esta quantidade ficará sujeita aos juros do cartão apenas, mas não terá mais mudanças cambiais.

Na boa, se fosse você, sentaria com papel e caneta e estudaria o processo de compra deste mac. Veja quanto você já tem em mãos para comprar a vista, e veja o quanto falta para o valor total. Depois veja de quantos meses precisará para pagar a diferença com juros de cartão. Derepente, compensa mais comprar no Brasil mesmo... onde existe quem parcela para você. Pelo menos assim vc não se arrasta com a bola de neve se formando com juros altos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas no caso dele que já tem CC, seria bobagem comprar dólar em espécie visto que o câmbio é mais alto. Travelers check idem... cartões pre-pago seria mais uma despesa visto que teria que pagar uma taxa a empresa operadora. Na minha experiência internacional, a melhor escolha é sempre sacar o dinheiro (de uma só vez) num caixa eletrônico. É o câmbio mais justo, e se sacar uma só vez, uma taxa de operação não fará mal ao orçamento. Melhor que usar um CC.

Só citei algumas possibilidades, na hora do vamos ver ele vai ter que colocar na ponta do lápis pra ver qual compensa mais.

De repente se ele tiver algum conhecido com dólar sobrando para vender a um bom preço pode sair mais em conta, mas como ele acabou de citar que não tem a grana toda e pretende parcelar, aí eu acho que vale mais a pena comprar aqui mesmo ou pegar um de 13".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sou leigo em relação a compras no exterior, por isso achava que dava para parcelar também. Daqui pro meu primo viajar eu estarei com uns R$3.200, creio que ainda não dá pra comprar. Pelo que tô vendo meu pensamento tá todo equivocado quanto a efetuar compra parcelada lá. kkkk Vou ver se arrumo a grana toda mesmo.

Editado por Heudson

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      47.713
    • Total de Posts
      409.185
×
×
  • Criar Novo...