Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Gustavo Jaccottet

[Preços] Redação de Carta Aberta à Apple Computer Brasil Ltda.

Posts Recomendados

Esse teu post é confuso... O que vc quer dizer com: aqui o trabalhador produto em 7 dias o que um americano produto em 1 dia e 2hrs, ou o que um Russo produto em 6 hrs? Você quer dizer: produz?

... ai se considerar-mos o numero de funcionarios...

... é facil para nós consumidores desejar-mos que essa...

Vc quis dizer: considermos e desejarmos, correto?

Enfim... você chegou agora e agradeço imensamente a sua participação. No entanto, se tivesse acompanhado teria visto que fizemos uma painel onde analisávamos preços desde 2001, e os preços nunca subiram como agora. Sabemos também que existe muitos outros gastos não inclusos em nossa conta, mas é exatamente isso que queremos que aconteça: que a Apple nos explique como chegam nesses números. Óbvio que a tributação complica tudo, e óbvio que o transporte é desafiador monetariamente e até fisicamente! Porém ninguém aqui está se comportando como o típico brasileiro que sempre quer sair no lucro. Ninguém se opõem a tal "ajuda mútua" mencionada por vc... desde que os preços sejam justos. Nós escrevemos na carta: trata-se de preço justo. Um avião é caro? Sim... mas para o que ele se propõe, não. Um pão francês é caro? Não... mas se custar 5 reais a únidade, aí já é. E não aceito que o padeiro aumente o preço porque teve um roubo de carga, ou pq seu funcionário de 5 anos o processou. Quem faz tudo na legalidade, não precisa fazer com que o consumidor arque com consequências. E empresa que se preze, tem seguro... portanto carga rouba é obrigação da seguradora pagar, e não o consumidor final.

Enfim... acho que brasileiro típico é aquele que sempre sai no prejuízo pois quem sai perdendo é ele, que arca com todas esses abusos que vem desde quem vende, até aos políticos despreparados - e por ironia eleitos por esses brasileiros típicos - que nada fazem pra consertar esse sistema tributário absurdo!!!

Quando a Apple nos responder, SE falar com todas as letras que é culpa do nosso governo, vamos escrever uma cartinha pra "ele" também. Mas queremos a Apple dando essa palavra pra gente primeiro. Até lá, seria bom se eles rebolassem pra baixar os preços.

Leia a Revista Epoca - Ediçao 1025 (http://exame.abril.c...e/edicoes/1025/) que entendera o que digo quanto a produzir.

Nao vim aqui pra defender a Apple, até pq o unico item que tenho deles é um ipod nano que achei, e se nao fosse assim nao teria nenhum pelo custo e tb por nao ser muito fã de ficar refem de um fabricante/desenvolvedor.

Porém penso que para externar um ponto de vista, o ideal é considerar os lados (consumidor / fornecedor) até pq se eles nao conviverem em equilibrio ou nao teremos consumidor ou nao teremos empresa (emprego).

Entendo seu ponto de vista, porém é natural que somente a Apple consiga determinar seus custos, e posso garantir que sera uma supresa pra vc, até pq tenho certeza que vc nao é empresario ou se for nao do nivel da apple que envolve importacao, producao, distribuicao, suporte e conserto/troca.

Acho que seria valido a Apple apresentar seus custos, até pq uma nova Lei se tudo der certo vai obrigar a fazer isso, eu faço questao de informar os valores dos impostos nas notas que minha empresa emite, pena que ainda nao posso fazer isso, acho que com isso a revolta do consumidor seria maior em relacao ao estado que nao tem os custos que o empresario tem, e ainda assim participa de grande parte do lucro.

Editado por Marcelo Neves

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É, a questão não é se não calculamos direito o custo (o q procura fazer o bem-vindo amigo Marcelo, e a meu ver foi pertinente), mas o por que do aumento superlativo desde mid 2012. Ou caiu alguma estrela em cima do Brasil? A queda significativa da previsão de crescimento do Pib é a única coisa q saltava aos olhos, mas isso não teria o impacto de uma estrela.

Tem que considerar que recentemente a Apple perdeu todos os incentivos fiscais cedidos pelo estado de Sao Paulo, em razao de uma acao proposta pelo estado do amazonas (manaus), onde o STF decidiu que nenhum estado poderia oferecer incentivos sem a concordancia dos demais, com excacao da zona franca de manaus que foi criada com esse intento.

Ai se a Apple mudar para o AM perde com transporte e mao de obra pouco qualificada, sendo que o maior mercado consumidor é sp, rj, mg e por ai vai.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É, a questão não é se não calculamos direito o custo (o q procura fazer o bem-vindo amigo Marcelo, e a meu ver foi pertinente), mas o por que do aumento superlativo desde mid 2012. Ou caiu alguma estrela em cima do Brasil? A queda significativa da previsão de crescimento do Pib é a única coisa q saltava aos olhos, mas isso não teria o impacto de uma estrela.

Abaeda

Esqueci de agradecer o bem-vindo, e tb gostaria de dizer que minha participacao aqui é pra convencer e ser convencido.

Argumentos podem me convencer facilmente, porém no grito isso nunca aconteceria, até pq nao estou aqui para fazer guerra com ninguem, ainda que alguns interpretem assim, lembrando que sou responsavel pelo que falo e nao pelo que alguns entendem.

Editado por Marcelo Neves

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal, Marcelo, não tem de quê. A gente vai aqui tb convencendo e sendo convencido o tempo todo, então pode se sentir em casa, hehe.

Sobre a responsabilidade, a gente tb sabe né que as pessoas entendem o que lhes é explicado com boas doses de razoabilidade. Então é sempre bom esclarecer, sem compreensão não vamos muito longe, de certa forma se alguém não me entendeu vai ver que é culpa minha, e aqui somos todos ouvintes de uma certa outra forma..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tb não concordo contigo em algumas coisas, Marcelo. Claro que tem roubo de carga no Brasil, mas roubaram um carregamento gigante de iTrecos no aeroporto JFK nos EUA e nem por isso o custo deles é alto. Aliás, pela pesquisada rápida que eu fiz na net, os preços do iMac 2011 em Angola são próximos aos brasileiros ou mais baixos (comparando com o preço do 2011...) e lá além de não ter representação oficial da Apple, não acredito que a logística seja melhor que a nossa. Aliás, Angola ainda vive nesse clima de recente guerra civil que complica tudo. Na Indonésia o NOVO iMac vai custar 2,990.00 BRL e nas Filipinas 3,200.00 BRL. Sinceramente não acredito que os mercados Filipino ou Indonésio tenham mais capacidade de absorver Macs que o Brasil, nem que o transporte nesses países (que tem 800.000.000.000 de ilhas cada um) seja mais fácil e barato que no Brasil. Claro que a questão cambial é importante no aumento de preço e claro que os impostos brasileiros tornam as coisas mais difíceis, mas nesses países citados os custos operacionais são semelhantes (se não superiores) aos do Brasil e ainda assim o preço final pro consumidor é metade do preço brasileiros. Ora, se o mercado aqui é tão significativo a ponto de montarem um mega escritório aqui e trazer uma Retail Store, não vejo outro motivo pra esse aumento de preços que não seja o aumento da margem de lucro. O bom e velho "custo Brasil", que faz um Camaro de 23,000 USD custar 200.000,00 BRL.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Leia a Revista Epoca - Ediçao 1025 (http://exame.abril.c...e/edicoes/1025/) que entendera o que digo quanto a produzir.

Marcelo,

Eu já havia entendido o que vc queria transmitir após reler e fazer devidas substituições (como produto por produz) e devidas acentuações para respeitar a cadência de pensamento no que formato que escreveu suas idéias. E como também já frequentei uma universidade, como a maioria aqui, eu sabia que vc estava falando sobre custos e eficiência trabalhista no Brasil. No entanto, agradeço pelo link da matéria. Vou conferir quando tiver um intervalo aqui.

Nao vim aqui pra defender a Apple, até pq o unico item que tenho deles é um ipod nano que achei, e se nao fosse assim nao teria nenhum pelo custo e tb por nao ser muito fã de ficar refem de um fabricante/desenvolvedor.

Porém penso que para externar um ponto de vista, o ideal é considerar os lados (consumidor / fornecedor) até pq se eles nao conviverem em equilibrio ou nao teremos consumidor ou nao teremos empresa (emprego).

Correto... mas se formos tentar equilibrar algo cujas regras e raciocínio não compreendemos, i.e. a cobrança da Apple em relação aos produtos novos, nunca poderemos equilabrar nada. A única coisa que poderiamos fazer é pedir que a mesma - Apple - esclareça fatos. Isto que estamos fazendo, não? Pedindo a Apple Brasil que nos eduque.

No entanto, se o consumidor sempre partir do princípio que toda empresa no Brasil passa por muitos perrengues tributários, e tiver que equilibrar todos os lados, e aceitar qualquer valor que cobrarem por seus produtos/serviços tendo em mente os tais problemas, ninguém nunca questionará nada e aceitará tudo que lhe for imposto, não? Será que dá pra ficar pensando: oh, vida... o Brasil cobra tanto imposto... nem é culpa da loja X que o produto Y tá tão caro, né? É tudo do Brasil!

Entendo seu ponto de vista, porém é natural que somente a Apple consiga determinar seus custos, e posso garantir que sera uma supresa pra vc, até pq tenho certeza que vc nao é empresario ou se for nao do nivel da apple que envolve importacao, producao, distribuicao, suporte e conserto/troca.

Surpresa só pra mim? Pra vc não? Então suponho que vc consiga explicar os números na ponta do lápis? Vc é empresário do nível da Apple?

Acho que seria valido a Apple apresentar seus custos, até pq uma nova Lei se tudo der certo vai obrigar a fazer isso, eu faço questao de informar os valores dos impostos nas notas que minha empresa emite, pena que ainda nao posso fazer isso, acho que com isso a revolta do consumidor seria maior em relacao ao estado que nao tem os custos que o empresario tem, e ainda assim participa de grande parte do lucro.

Confuso novamente: vc diz fazer questão de informar os valores dos impostos nas notas emitidas por sua empresa, mas acha uma pena que ainda não pode fazer isso... então... espera... como que é? Vc faz questão de informar, mas acha uma pena que vc ainda não pode fazer isso? Hm... tô pisando em ovos aqui.

Tem que considerar que recentemente a Apple perdeu todos os incentivos fiscais cedidos pelo estado de Sao Paulo, em razao de uma acao proposta pelo estado do amazonas (manaus), onde o STF decidiu que nenhum estado poderia oferecer incentivos sem a concordancia dos demais, com excacao da zona franca de manaus que foi criada com esse intento.

Ai se a Apple mudar para o AM perde com transporte e mao de obra pouco qualificada, sendo que o maior mercado consumidor é sp, rj, mg e por ai vai.

E mais um exemplo de estados que sustentam o Brasil sendo prejudicados por estados que nada deveriam apitar....

Abaeda

Esqueci de agradecer o bem-vindo, e tb gostaria de dizer que minha participacao aqui é pra convencer e ser convencido.

Argumentos podem me convencer facilmente, porém no grito isso nunca aconteceria, até pq nao estou aqui para fazer guerra com ninguem, ainda que alguns interpretem assim, lembrando que sou responsavel pelo que falo e nao pelo que alguns entendem.

Hm... não sei se deveria responder algo a isso... estaria vc, que interagiu comigo e Gabriel Hoffmann, dizendo que um de nós "gritamos" com vc? Adianto que ninguém gritou... eu não "ouvi" pelo menos.

Sobre ser responsável pelo que entendem... hmm... eu discordo em parte. Vc é sim... se vc está emitindo uma mensagem, precisa ser sempre o mais claro possível, assim evita que desentendimentos aconteçam no transcorrer da mensagem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom galera, eu volto a dizer:

"Não existe justificativa moral para o aumento absurdo que a Apple_Br está praticando nos produtos!"

Custos com importação, taxas, transporte, suporte, atendente, roubo de carga, assistência técnica, lojas, etc e etc, também tem nos EUA e em todos os outros Países do mundo.

Pode ser que no Brasil seja tudo isso mais caro?

Eu duvido mas é possível mas, mesmo assim, não tem outro motivo para aumentar os preços, como a Apple_Br aumentou, que não seja a ganância.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu sou contrário à apropriação de eventos dos EUA e pô-los na nossa cultura. A Black Friday é um nome mais bonito para enganar os consumidores. A Apple fez uma promoção ridícula. Quem quiser pagar menos liga para a Apple, reclama e reclama e recebe um cupom de desconto. O bônus dado pelo cupom (como diz o Maddo Garan, tenho uma gaveta cheia deles) é maior do que essa palhaçada que está sendo a Black Friday.

Sou dos seus.

O Black Friday nos EUA sucede o feriado do Dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day) que o comércio ficava parado e essas promoções surgiram para não parar o comércio no dia seguinte ao feriado.

Aqui no Brasil não comemoramos o Dia de Ação de Graças e por isso não é feriado, então não faz o menor sentido implantar essa cultura aqui... se as promoções ainda fossem honestas eu acharia bacana, mas essa enganação não, né!

Ano passado eu estava no Arizona justamente nesse período e eu vi um jogo de malas com a etiqueta marcando US$39,90 e o preço original riscado U$399,90 (desconto de 90%)!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Marcelo,

Eu já havia entendido o que vc queria transmitir após reler e fazer devidas substituições (como produto por produz) e devidas acentuações para respeitar a cadência de pensamento no que formato que escreveu suas idéias. E como também já frequentei uma universidade, como a maioria aqui, eu sabia que vc estava falando sobre custos e eficiência trabalhista no Brasil. No entanto, agradeço pelo link da matéria. Vou conferir quando tiver um intervalo aqui.

Desculpe se a prioridade não foi os acentos, estava deitado na cama como note no colo e sabendo que o foco era outro acabei por não revisando o texto, normalmente faço isso quando os assuntos são outros.

Correto... mas se formos tentar equilibrar algo cujas regras e raciocínio não compreendemos, i.e. a cobrança da Apple em relação aos produtos novos, nunca poderemos equilabrar nada. A única coisa que poderiamos fazer é pedir que a mesma - Apple - esclareça fatos. Isto que estamos fazendo, não? Pedindo a Apple Brasil que nos eduque.

No entanto, se o consumidor sempre partir do princípio que toda empresa no Brasil passa por muitos perrengues tributários, e tiver que equilibrar todos os lados, e aceitar qualquer valor que cobrarem por seus produtos/serviços tendo em mente os tais problemas, ninguém nunca questionará nada e aceitará tudo que lhe for imposto, não? Será que dá pra ficar pensando: oh, vida... o Brasil cobra tanto imposto... nem é culpa da loja X que o produto Y tá tão caro, né? É tudo do Brasil!

Vc tem razão acho que o consumidor tem que se mexer, porém pode ser que a melhor solução venha do Estado em melhorar a infra-estrutura, diminuir a marginalidade e os impostos.

Surpresa só pra mim? Pra vc não? Então suponho que vc consiga explicar os números na ponta do lápis? Vc é empresário do nível da Apple?

Com certeza sera uma surpresa pra mim, mas ja sou empresario a algum tempo, inclusive cadastrado no radar apesar de nunca ter feito nenhuma importação, ja que minha visao antes do radar era uma, e depois do radar quando então fui informado em alguns custos que não sabia passou a ser outra, tanto que me desmotivou a dar continuidade na importação, não se os amigos aqui sabem mas toda importação exige um despachante e isso não é barato, se houve uma virgula no romeio internacional errada, é multa ou apreensão, se o palete não for de madeira certificada ou estiver corretamente invernizado é multa, e por ai vai, são tantos os problemas e custos que o Brasil impoe ao empresario que muitos como eu desistem, sem falar que no Brasil andando certo vc ainda ta errado, correndo o risco de mesmo fazendo tudo certo ainda ter que dar um dinheiro para o fiscal em razão de algum ponto e virgula.

Acho que todos sabemos que o percentual de liberações de produtos que ocorrem no Brasil, onde existe uma gratificação não contabilizada é grande.

Confuso novamente: vc diz fazer questão de informar os valores dos impostos nas notas emitidas por sua empresa, mas acha uma pena que ainda não pode fazer isso... então... espera... como que é? Vc faz questão de informar, mas acha uma pena que vc ainda não pode fazer isso? Hm... tô pisando em ovos aqui.

Sim não basta querer, tem que uma lei autorizar, pois se o fizer posso ser acusado de estimular ou induzir os consumidor a ter odio do estado, fora o fato de tais campos não existirem no layout da nota fiscal eletronica, o que vai mudar qdo a lei entrar em vigor.

E mais um exemplo de estados que sustentam o Brasil sendo prejudicados por estados que nada deveriam apitar....

Sim isso é historico e dificilmente vai mudar, acontece até na casa das pessoas, qdo a familia tem 2 filhos onde apenas 1 trabalha e contribui para o custeio geral, nem por isso a familia sacrifica o outro.

Hm... não sei se deveria responder algo a isso... estaria vc, que interagiu comigo e Gabriel Hoffmann, dizendo que um de nós "gritamos" com vc? Adianto que ninguém gritou... eu não "ouvi" pelo menos.

Aé eu tb nao ouvi, ainda não chegamos nessa grau de desenvolvimento, de qualquer forma texto extensos que atacam muitas vezes questões que nada tem haver com o tema, tipo numa discusão de impostos se atentar aos acentos, ortografia, etc pra mim é um ato de desespero, ou desrespeito, muitas pessoas não conseguem diferenciar uma discussão saudavel e formalmente fundamentada de uma guerra, entao passam a atacar as pessoas, principalmente se ela for nova no forum, como se isso fosse um diferencial negativo, quando acredito que não seja.

Sobre ser responsável pelo que entendem... hmm... eu discordo em parte. Vc é sim... se vc está emitindo uma mensagem, precisa ser sempre o mais claro possível, assim evita que desentendimentos aconteçam no transcorrer da mensagem.

Acho que NATURALMENTE todos tentamos ser o mais claro possivel, mas o nivel de entendimento varia de pessoa para pessoa, eu por exemplo qdo percebo que tenho uma dificuldade em entender algo, me esforço para isso ja que não acho razoavel partir do principio que quem transmitiu deveria conhecer as particularidades de cada um que leia e assim tentar adaptar seu texto aquele com maior dificuldade de interpretação.

De qualquer forma acho essa discusão um pouco fora do tema, não ganho nada pra me aborrecer, achei que estava contribuindo para o aumento do conhecimento das pessoas de um modo geral principalmente quanto as dificuldade de ser empresario no brasil, a quem diga que um empresario de medio sucesso no Brasil seria um empresa de muito sucesso em qualquer outro País, mas se nao for assim a maioria achar que meus textos não tem qualquer fundamento, eu me calo.

Editado por Marcelo Neves

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vamos la,

1. vendia num preço melhor pq estava iniciando sua operação no brasil, tinha uma previsão de custos que com certeza foi e muito superada pelo custos Brasil, no fechamento viu que era inviável manter tais margens.

2. Em parte, porém não necessariamente o aceite do Brasileiro em pagar o valor ofertado, tb contribui para o aumento, meio que é o que o Presidente de fabricante veicular disse, pra que vender por menos se o brasileiro paga mais.

3. Sim, o transporte, armazenagem, seguro contra roubo, impostos e margens aumentam segundo o investimento do empresario.

Iniciando sua operação no Brasil? Essa foi boa. A Apple já está aqui há exatos 12 anos. Iniciou em 1995. Esse destruiu o seu argumento número 1. Não procede.

Veja os preços de todos os iMacs lançados no Brasil com a respectiva variação cambial e veja se há alguma lógica. Mesmo quando esteve com uma taxa cambial muito maior, mesmo assim oferecia por um preço menor ainda ao que quando a taxa cambial esteve menor, vide 2007 frente a 2009.

03/05/2005: R$ 2,49 - iMac: R$ 7.190,00

20/09/2006: R$ 2,16 - iMac: R$ 4.699,00

01/08/2007: R$ 1,88 - iMac: R$ 4.999,00

01/08/2008: R$ 1,55 - iMac: R$ 3.300,00

24/11/2008: R$ 2,34 - iMac: R$ 5.999,00

01/06/2009: R$ 1,94 - iMac: R$ 4.699,00

27/07/2010: R$ 1,76 - iMac: R$ 4.999,00

03/05/2011: R$ 1,58 - iMac: R$ 3.999,00

Fonte das taxas de câmbio: http://www4.bcb.gov....ao&id=txcotacao

Fonte dos preços dos iMac: http://www.apple.com...OS-X-Tiger.html

http://macmagazine.c... apple__st__525

http://macmagazine.c...-bem-atrativos/

http://www.apple.com...-iMac-Line.html

Sobre o seu argumento número 2, não procede novamente. O Brasil tem 227 mil milionários hoje, segundo a Exame (http://exame.abril.c...il-tera-em-2017), esses sim, não se importarão em pagar mais.

Estamos falando da camada sensível, consumidores que não são milionários, que não possuem renda gigantesca para bancar produtos cada vez mais caros, e que efetivamente não pagam mais caro se os mesmos já foram vendidos a preços razoáveis há pouco tempo atrás. Falo por mim, pelos pequenos empresários que ainda não possuem rendas de tal tamanho que possa bancar investimentos de porte e assim por diante. É outra realidade.

Sobre a importação (transporte), recomendo que leia a matéria: http://applemania.info/?p=912

A Apple diminuiu R$ 2.400,00 da noite para o dia porque uma importadora provou que dá para importar formalmente de maneira mais barata que a própria Apple? Sem intermediários?

Seguro contra carga roubada é proporcional ou unidimensional, ou seja, o consumidor não precisa e não quer pagar por ele.

Então é justo que a Apple repasse esse custo ao consumidor?

A maioria absoluta diria que não.

Impostos e margens aumentaram em quanto %? Me mostre. Não pode simplesmente afirmar que aumentam segundo o investimento do empresário sem comprovar nada.

Novamente, os seus argumentos continuam fracos e repetidos.

Não me convencem.

Pode ser que você saiba algo novo mas até agora não vi nada de diferente.

Editado por Gabriel Hoffmann

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Marcelo Neves;

As regras de importação são rígidas em todos os Países, o problema é que o brasileiro é indisciplinado.

Se um pallet vier com algum parasita estrangeiro pode acarretar catástrofe nas florestas brasileiras, não estou exagerando pois isso já aconteceu em outros Países como na Alemanha e isso é apenas um exemplo dos problemas de não tomar cuidado com transporte entre Países e até entre regiões do mesmo País.

Pela forma que você escreve dá pra perceber que você não se preocupa muito com o texto e por isso eu e o JoeD percebemos algumas coisas estranhas, mas no nível corporativo e no nível legal esses erros não podem ocorrer, é totalmente legítimo exigir que as regras sejam cumpridas e as vírgulas colocadas no seu devido lugar.

Eu também cometo erros e duvido que alguém aqui não cometa erros de gramática e escrita, mas para preencher formulários essas coisas não podem ocorrer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ótimo Post,

Me tornei membro só para participar.

Recentemente precisei comprar um notebook novo e ao pesquisar pelo MacBook optei por um DELL XPS.

O mesmo aconteceu com Smartphone, pois comprei um Galaxy SII ao invés do iPhone 4 pois a diferença na época era boa.

Eu poderia ter comprado dois bons aparelhos da Apple se os preços fossem mais acessíveis.

Não quero dizer que o produto não é bom, pois sei que é, mas acho que os preços estão fora da realidade.

Cleberson Costa Silva

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É uma pena percebo que os fanboys da Apple são irredutíveis ao ponto de qualquer fundamento contrario, mesmo que muito bem alicerçado seja pouco ou nada convincente. É como se fosse algo extremo, uma religião ou time de futebol que se defende independente de razão.

Bom não tenho interesse e nem tempo pra revisar o que escrevo então vou me calar, até pq a intenção foi mais no sentido de esclarecer a quem deveria direcionar os esforços do que a convencer fanboys do contrario.

Quanto a Apple estar no Brasil a 17 ou 12 anos, seria bom informar a fonte, pois desconheço essa informação, pois considero como inicio quando da fabricação do iphone/ipad, antes o que se verificava era a entrada via descaminho, e a importação independente de alguns grandes distribuidores e varejistas, ou mesmo um CNPJ para fundar ações na justiça sobre marcas e patentes, mais nada. Loja Própria, só agora em 2012.

Essa discussão não leva a nada, a solução é um pouco mais complexa e a MEU ver independe especificamente da Apple, ou qualquer outro fabricante, diria grosso modo que é 70% culpa do estado, e 30% culpa do fornecedor que impõe altas margens, por conta dos riscos que o Estado oferece.

Percebo que são 2 usuários que ma atacam espero que para os outros que lêem eu esteja sendo claro, justo e elucidativo nos meus fundamentos, nossa revolta reforço deveria ser contra o Estado e não contra as Empresas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ótimo Post,

Me tornei membro só para participar.

Recentemente precisei comprar um notebook novo e ao pesquisar pelo MacBook optei por um DELL XPS.

O mesmo aconteceu com Smartphone, pois comprei um Galaxy SII ao invés do iPhone 4 pois a diferença na época era boa.

Eu poderia ter comprado dois bons aparelhos da Apple se os preços fossem mais acessíveis.

Não quero dizer que o produto não é bom, pois sei que é, mas acho que os preços estão fora da realidade.

Cleberson Costa Silva

Sim sempre estiveram foram da realidade, essa é uma característica da Apple mesmo em outros mercados ela cobra mais que seus concorrentes, e acho que não existe previsão de mudar. Tb não a julgo por isso, pq só eles sabem os custos de pesquisa e fabricação que tem e o publico que querem atingir.

Mas acho que sua atitude é muito valida, na dificuldade temos que nos apegar as alternativas, eu mesmo tenho note da Acer e Android num E615F LG e posso dizer que estou satisfeito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A questão é: a Apple, ainda que não use de incentivos fiscais para a produção de Computadores, produz tablets e smartphones sob o pálio da Lei do Bem. Claro que todos sabemos que não existe a obrigatoriedade de que esses custos sejam repassados ao consumidor, mas deveria haver a obrigação de que o beneficiário dessa lei (no caso a empresa) declarasse (em algo semelhante ao Portal da Transparência) o quão grande, pequeno ou inexistente, foi o impacto sobre o seu balanço. O que mais me intriga é que vejo usuários defendendo o que passarei a chamar de "Custo Apple" x "Custo Brasil" = "Preço Final". Afinal, qual é esse "Custo Apple", pois é inteligível que produtos que tem aumentos pífios em outros países sofram um reajuste de 55% no Brasil, contando que ambas, seja a Apple US, seja a Apple Inc., importam os seus produtos da mesma fonte (alguma fábrica da Foxconn). E o que mais me alarma é a razão de que ainda há uma empresa que faz todo o processo de importação para a Apple Computer Brasil Ltda., a tal da CISA Trading S/A.

Ótimo Post,

Me tornei membro só para participar.

Recentemente precisei comprar um notebook novo e ao pesquisar pelo MacBook optei por um DELL XPS.

O mesmo aconteceu com Smartphone, pois comprei um Galaxy SII ao invés do iPhone 4 pois a diferença na época era boa.

Eu poderia ter comprado dois bons aparelhos da Apple se os preços fossem mais acessíveis.

Não quero dizer que o produto não é bom, pois sei que é, mas acho que os preços estão fora da realidade.

Cleberson Costa Silva

Eu sou usuário da Apple há três anos, iria comprar um iMac, mas optei por um Desk Dell XPS. Ótima escolha.

Sim sempre estiveram foram da realidade, essa é uma característica da Apple mesmo em outros mercados ela cobra mais que seus concorrentes, e acho que não existe previsão de mudar. Tb não a julgo por isso, pq só eles sabem os custos de pesquisa e fabricação que tem e o publico que querem atingir.

Mas acho que sua atitude é muito valida, na dificuldade temos que nos apegar as alternativas, eu mesmo tenho note da Acer e Android num E615F LG e posso dizer que estou satisfeito.

Mas nesse meio-campo de público a ser atingido e tudo mais há o fato de que a Apple faz uso de incentivos do governo para a produção de tablets e smartphones e esses custos de P&D, além de todos os demais custos, devem chegar ao conhecimento do público, pelo menos acerca dos produtos que fazem uso de incentivos públicos para a sua produção. O interesse deixa de ser meramente privado e passa a ser público/privado.

Iniciando sua operação no Brasil? Essa foi boa. A Apple já está aqui há exatos 12 anos. Iniciou em 1995. Esse destruiu o seu argumento número 1. Não procede.

Veja os preços de todos os iMacs lançados no Brasil com a respectiva variação cambial e veja se há alguma lógica. Mesmo quando esteve com uma taxa cambial muito maior, mesmo assim oferecia por um preço menor ainda ao que quando a taxa cambial esteve menor, vide 2007 frente a 2009.

03/05/2005: R$ 2,49 - iMac: R$ 7.190,00

20/09/2006: R$ 2,16 - iMac: R$ 4.699,00

01/08/2007: R$ 1,88 - iMac: R$ 4.999,00

01/08/2008: R$ 1,55 - iMac: R$ 3.300,00

24/11/2008: R$ 2,34 - iMac: R$ 5.999,00

01/06/2009: R$ 1,94 - iMac: R$ 4.699,00

27/07/2010: R$ 1,76 - iMac: R$ 4.999,00

03/05/2011: R$ 1,58 - iMac: R$ 3.999,00

Fonte das taxas de câmbio: http://www4.bcb.gov....ao&id=txcotacao

Fonte dos preços dos iMac: http://www.apple.com...OS-X-Tiger.html

http://macmagazine.c... apple__st__525

http://macmagazine.c...-bem-atrativos/

http://www.apple.com...-iMac-Line.html

Sobre o seu argumento número 2, não procede novamente. O Brasil tem 227 mil milionários hoje, segundo a Exame (http://exame.abril.c...il-tera-em-2017), esses sim, não se importarão em pagar mais.

Estamos falando da camada sensível, consumidores que não são milionários, que não possuem renda gigantesca para bancar produtos cada vez mais caros, e que efetivamente não pagam mais caro se os mesmos já foram vendidos a preços razoáveis há pouco tempo atrás. Falo por mim, pelos pequenos empresários que ainda não possuem rendas de tal tamanho que possa bancar investimentos de porte e assim por diante. É outra realidade.

Sobre a importação (transporte), recomendo que leia a matéria: http://applemania.info/?p=912

A Apple diminuiu R$ 2.400,00 da noite para o dia porque uma importadora provou que dá para importar formalmente de maneira mais barata que a própria Apple? Sem intermediários?

Seguro contra carga roubada é proporcional ou unidimensional, ou seja, o consumidor não precisa e não quer pagar por ele.

Então é justo que a Apple repasse esse custo ao consumidor?

A maioria absoluta diria que não.

Impostos e margens aumentaram em quanto %? Me mostre. Não pode simplesmente afirmar que aumentam segundo o investimento do empresário sem comprovar nada.

Novamente, os seus argumentos continuam fracos e repetidos.

Não me convencem.

Pode ser que você saiba algo novo mas até agora não vi nada de diferente.

Assino embaixo do teu post Hoffmann.

Não existe coerência, tampouco um entendimento lógico, para compreender esse jogo feito pela Apple, cujas peças são os consumidores.

Marcelo Neves;

As regras de importação são rígidas em todos os Países, o problema é que o brasileiro é indisciplinado.

Se um pallet vier com algum parasita estrangeiro pode acarretar catástrofe nas florestas brasileiras, não estou exagerando pois isso já aconteceu em outros Países como na Alemanha e isso é apenas um exemplo dos problemas de não tomar cuidado com transporte entre Países e até entre regiões do mesmo País.

Pela forma que você escreve dá pra perceber que você não se preocupa muito com o texto e por isso eu e o JoeD percebemos algumas coisas estranhas, mas no nível corporativo e no nível legal esses erros não podem ocorrer, é totalmente legítimo exigir que as regras sejam cumpridas e as vírgulas colocadas no seu devido lugar.

Eu também cometo erros e duvido que alguém aqui não cometa erros de gramática e escrita, mas para preencher formulários essas coisas não podem ocorrer.

De acordo. A gramática é fundamental e esses erros, por menores que sejam, não passam despercebidos aos olhos de um executivo, por exemplo. Belo post Fábio!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É uma pena percebo que os fanboys da Apple são irredutíveis ao ponto de qualquer fundamento contrario, mesmo que muito bem alicerçado seja pouco ou nada convincente. É como se fosse algo extremo, uma religião ou time de futebol que se defende independente de razão.

Bom não tenho interesse e nem tempo pra revisar o que escrevo então vou me calar, até pq a intenção foi mais no sentido de esclarecer a quem deveria direcionar os esforços do que a convencer fanboys do contrario.

Quanto a Apple estar no Brasil a 17 ou 12 anos, seria bom informar a fonte, pois desconheço essa informação, pois considero como inicio quando da fabricação do iphone/ipad, antes o que se verificava era a entrada via descaminho, e a importação independente de alguns grandes distribuidores e varejistas, ou mesmo um CNPJ para fundar ações na justiça sobre marcas e patentes, mais nada. Loja Própria, só agora em 2012.

Essa discussão não leva a nada, a solução é um pouco mais complexa e a MEU ver independe especificamente da Apple, ou qualquer outro fabricante, diria grosso modo que é 70% culpa do estado, e 30% culpa do fornecedor que impõe altas margens, por conta dos riscos que o Estado oferece.

Percebo que são 2 usuários que ma atacam espero que para os outros que lêem eu esteja sendo claro, justo e elucidativo nos meus fundamentos, nossa revolta reforço deveria ser contra o Estado e não contra as Empresas.

Nossa, seus posts estão muito longe de ser bem alicerçado e ninguém aqui está te atacando, apenas colocando ponto de vista divergente do seu e cada um mostrando seus argumentos.

Em momento algum você mostrou alguma lógica e nenhum fundamento legal ou fonte que confirme suas alegações, diferente do poste do Hoffmann, por exemplo.

Quanto a não ser obrigado a revisar o texto, concordo plenamente, mas você não pode culpar ninguém por não entender devido a um erro seu; da mesma forma que, se você preenche um formulário errado a culpa é somente sua das supostas consequências.

Não sei se você percebeu, mas ninguém aqui está defendendo a Apple, apenas você, tentando justificar a razão da Apple aumentar o preço do iMac, que no ano passado custava R$3499 e agora R$6199; então o título de fanboy aqui está mais para você do que para nós!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nossa, seus posts estão muito longe de ser bem alicerçado e ninguém aqui está te atacando, apenas colocando ponto de vista divergente do seu e cada um mostrando seus argumentos.

Em momento algum você mostrou alguma lógica e nenhum fundamento legal ou fonte que confirme suas alegações, diferente do poste do Hoffmann, por exemplo.

Quanto a não ser obrigado a revisar o texto, concordo plenamente, mas você não pode culpar ninguém por não entender devido a um erro seu; da mesma forma que, se você preenche um formulário errado a culpa é somente sua das supostas consequências.

Não sei se você percebeu, mas ninguém aqui está defendendo a Apple, apenas você, tentando justificar a razão da Apple aumentar o preço do iMac, que no ano passado custava R$3499 e agora R$6199; então o título de fanboy aqui está mais para você do que para nós!

Vou usar de um clichê: #fato

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Conteúdo Similar

    • Por Fernando Braz
      QUERO R$5000

      macOS High Sierra
      iMac 27-inch, Mid 2011
      Processador 3,4GHz Intel Core i7 Quad-Core
      Memória 16GB 1333 MHz DDR3
      Disco de Inicicialização 480GB SSD + Sata de 1TB
      Gráficos AMD Radeon HD 6970M 2GB
      Thunderbolt de até 10GB/s x2
      Não acompanham Magic Mouse e Keyboard.
      Máquina impecável, pra trabalhos pesados já que a uso para edições de vídeos no Premiere e também para lazer no Netflix, qualidade de imagem incomparável.
      Apenas venda ou troca apenas por macbook e imac similares de anos superiores.
      Parcelo em 12x com taxas e juros por conta do comprador.
      Sou da capital de SP - Zona Sul.





    • Por Cesar Mietti
      Olá a todos! Tenho um iMac 27" 5K late 2017 já fora da garantia. Notei há alguns dias que surgiu uma mancha pequena na tela, o que me deixou muito preocupado, pois sem garantia deve ser caríssimo a substituição, já abri protocolo na Apple e me indicaram algumas assistências técnicas, porém não tenho carro e levar de Uber pode ser bem complicado visto que, com a caixa é bem grande. O que queria saber de vocês é se conhecem alguém que já passou por isso e se seria um vício tardio, que deveria ser coberto pelo fabricante. E será que é muito caro a substituição dela se eu precisar pagar?

    • Por Glauco Pinheiro
      Vendo meu Mac Mini 2012 ou troco por MacBook Pro do mesmo ano. As configurações do meu Mac são as seguintes: core i5, 2.4GHZ, HD de 500GB e 10GB de ram. Valor: R$1.900,00
      Se alguém se interessar poderá me chamar no WhatsApp 32 98886-3601


    • Por Maicon Gomes
      Informar as condições do mesmo, se possível enviar fotos, principalmente da configuração do sistema.
      informar forma de pagamento.
    • Por Fernando Braz
      *Apresentando variações na imagem, problema apresentado no video refere-se a GPU já que este modelo teve recoil de GPU ou placa inverter backlight, uma nova está saindo R$900 por isso estou vendendo abaixo do valor. Problema intermitente que aparece raramente e não infere em nada em seu uso, isto porque ainda a uso para edições de fotos e vídeos.*
      iMac 2011 i7 com 16gb de memória, SSD como disco de inicialização, placa de vídeo dedicada de 2gb. Somente venda ou troca por mac mais recente.
      https://www.youtube.com/watch?v=msLqorciWNc




    • Por mpanebianco
      Boa tarde amigos!
      Antes de mais nada, eu não possuo conhecimentos profundos sobre o Mac, então talvez minhas perguntas sejam básicas para quem é conhecedor, me desculpem..rs..
      Eu trabalho com produção de audio profissional (Por Tools) e uso desde 2011 um iMac i5, 16 GB, comprado novo, ou seja ele é de 2011 (modelo 12.1). O OSX 10.7 - Lion.  Nunca fiz nenhuma atualização por conta do software que uso para gravar, porém esse software foi atualizado, e ele roda a partir do OSX 10.13.6 (High Sierra). Já vi no site da apple que meu iMac suporta essa atualização. Perguntas:
      1-Como eu faço essa atualização? É preciso baixar ele de algum lugar, gerar algum pendrive bootavel? Não encontrei nada no site.
      2-Se eu quiser voltar para o sistema original (lion), é possivel? Porque eu continuo trabalhando com o sistema antigo, sem problema, e caso de algum bug, não posso ficar sem trabalhar e voltaria para o Lion.
      3-Meu iMac aceita um SSD ?
      4-Nessa atualização é possivel formatar o iMac, começar do zero? Porque alguns softwares e plugins, depois de 9 anos, ja estão dando bugs.
      É isso!
      Muito Obrigado!!!
       
    • Por Filipe Franco
      Olá,
      Sou novo no fórum E tenho uma dúvida pertinente ao iMac. Minha esposa tem um iMac late 2012, eu nunca fui usuário de mac, sempre tive pc e nunca tive dificuldade de fazer upgrade em minhas máquinas. Porém mac e um terreno que não conheço, no caso nós temos essa máquina da foto, gostaria de saber o que fazer para melhorar o desempenho dela para edição de fotos, minha esposa trabalha com fotografia e utiliza Photoshop e Lightroom nele, mas depois de algumas horas fica muito lento. Não tenho capital para compra de um MacBook Pro ou outro iMac, o melhor caminho seria tentar o upgrade e o Mac tem a vantagem da tela ser retina para edição isso é muito bom. E se for possível melhorar memória, SSD, e placa de vídeo, quais marcas e modelos são indicados para essa máquina? Obrigado

    • Por Alex Kiyoshi Nakano
      imac i.5 2.5 GHZ MID 2011
      8GB Memória
      HDSSD 250GB WD
       
      Teclado numérico com fio e mouse com fio incluso
      $2500
      SOMENTE PARA SP (CAPITAL) PARA RETIRADA OU ENTREGA. (A COMBINAR)










    • Por Gabriel Leite
      Bom dia,

      Na última semana meu iMac (21.5-inch, Late 2013) com o Catalina instalado versão 10.15.4
      está pedindo para reiniciar quando fica ocioso e eu não configurei isso. Mandei em anexo como está minha configuração de economia de energia. 

      Alguém pode me ajudar?
       

  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      49.713
    • Total de Posts
      420.836
×
×
  • Criar Novo...