Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Christh Lopes

Apple e o Mercado Externo

Posts Recomendados

Olá, boa tarde a todos!


Segue o link com uma matéria que fiz referente a Apple e o Mercado Externo. São as bases para um trabalho de conclusão de curso. Seria interessante que vocês deem uma olhada e comentem o post, pois na próxima semana irei levar ao coordenador para aprovação de tema.
 

Valeu :))

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal a ideia. Vale lembrar que a Apple está para abrir duas lojas no Brasil que também serão as primeiras na América do Sul, acho que mostra o quanto a empresa leva em consideração o mercado brasileiro e como pode ajudar a Apple a crescer ainda mais no país... porém, também tem que levar em conta os preços abusivos cobrado pela empresa no país, mesmo com fábrica própria.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sugiro que dê uma olhada nas declarações que Tim Cook deu hoje no evento Goldman Sachs Conference. Há um trecho em que ele menciona o Brasil:

"If you look at the iPad, over 50% of the people buying iPad in countries like China and Brazil don't own any other Apple products. And we've seen a very clear pattern of people buying an initial Apple product and then buying more. We've seen this halo effect with iPod for the Mac, iPod for iPhone, and now even iPad for iPhone. Seems perfectly reasonable to me to have both iPad and iPad mini in our lineup. I think this is going to be the mother of all markets. And customers are voting and they're buying".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, boa tarde a todos!

Segue o link com uma matéria que fiz referente a Apple e o Mercado Externo. São as bases para um trabalho de conclusão de curso. Seria interessante que vocês deem uma olhada e comentem o post, pois na próxima semana irei levar ao coordenador para aprovação de tema.

 

Valeu :))

 

 

Gostei muito do teu texto, a questão é que dentro do cenário macroeconômico a economia brasileira ainda é volátil. Apesar da estabilidade vista nos últimos anos, os custos de produção, importação e distribuição se alteram numa velocidade homérica. Podes fazer um insight sobre a questão do mercado interno e comparar a Apple com outras gigantes como a Samsung no mercado de Tablets e Smartphones e a Dell, no mercado de computadores.

 

Há ainda de se ver que cinco novas fábricas serão abertas nos próximos anos, o que vai otimizar a produção de componentes necessários à montagem dos iGadgets em até 95%.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

[/size]

Segue o link com uma matéria que fiz referente a Apple e o Mercado Externo. São as bases para um trabalho de conclusão de curso.

Interessante artigo.

Por curiosidade, qual seriam as fontes?

Aproveito pra sugerir duas modificações no texto a serem avaliadas por ti, caso veja serem aproveitáveis.

Onde refere:

"as pessoas iriam começar a criticar o sistema Android, que é fraco no quesito segurança e de difícil uso;"

Penso que seria intrigante substituir esse trecho por: "as pessoas poderiam começar a perceberem que o sistema iOS é fácil, intuitivo e seguro."

Sugiro isso pois para afirmar tal comportamento das pessoas de criticar o Android após uso do iOS, teria que ser baseado em alguma publicação e mencionado nas referências do trabalho.

E onde diz:

"visto que usam o Android simplesmente por não ter condições de usufruir de um iOS."

Poderia ser algo como: "Visto que muitos optam por aparelhos com Sistema Android por vários motivos, um deles seria o custo mais reduzido de alguns modelos desses aparelhos."

Afirmar que as pessoas não possuem condições de usufruir um iOS, seria generalizado demais e teria que esclarecer o que é esse "não possuir condições".

Dentro do contexto, poderiam ser muitas coisas, além das condições financeiras, mas aí entraria em contradição até pelo grande número de vendas do iOS, ou seja, cairia por terra essa afirmação de "não ter condições", até pelo fato do assunto estar envolvendo o mercado externo.

E discordo de um dos comentários do blog que diz:

"é esse pensamento "Uso um produto Apple e fico acima do mercado" que faz com que as pessoas comprem Iphone, Ipad, Iphone... Se elas abrissem o olho pro mercado real de smartphones/tablets irião parar de comprar esses aparelho"

Obviamente essa situação pode ser real sim pra muitos, mas não é o meu caso.

Eu compro produtos Apple e não fico acima do mercado e nem fico mais linda por conta deles. Compro e uso por apreciar a facilidade de uso, por ser intuitivo, por não precisar implorar por atualizações e por ter ficado de "saco cheio" dessa situação de modificação no sistema Android pra ficar como eu gosto.

E o fato de eu "abrir meus olhos ao mercado real" é que escolho um produto Apple e não mais de outras marcas.

E boa sorte com o trabalho. ;D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Interessante artigo.

Por curiosidade, qual seriam as fontes?

Aproveito pra sugerir duas modificações no texto a serem avaliadas por ti, caso veja serem aproveitáveis.

Onde refere:

"as pessoas iriam começar a criticar o sistema Android, que é fraco no quesito segurança e de difícil uso;"

Penso que seria intrigante substituir esse trecho por: "as pessoas poderiam começar a perceberem que o sistema iOS é fácil, intuitivo e seguro."

Sugiro isso pois para afirmar tal comportamento das pessoas de criticar o Android após uso do iOS, teria que ser baseado em alguma publicação e mencionado nas referências do trabalho.

E onde diz:

"visto que usam o Android simplesmente por não ter condições de usufruir de um iOS."

Poderia ser algo como: "Visto que muitos optam por aparelhos com Sistema Android por vários motivos, um deles seria o custo mais reduzido de alguns modelos desses aparelhos."

Afirmar que as pessoas não possuem condições de usufruir um iOS, seria generalizado demais e teria que esclarecer o que é esse "não possuir condições".

Dentro do contexto, poderiam ser muitas coisas, além das condições financeiras, mas aí entraria em contradição até pelo grande número de vendas do iOS, ou seja, cairia por terra essa afirmação de "não ter condições", até pelo fato do assunto estar envolvendo o mercado externo.

E discordo de um dos comentários do blog que diz:

"é esse pensamento "Uso um produto Apple e fico acima do mercado" que faz com que as pessoas comprem Iphone, Ipad, Iphone... Se elas abrissem o olho pro mercado real de smartphones/tablets irião parar de comprar esses aparelho"

Obviamente essa situação pode ser real sim pra muitos, mas não é o meu caso.

Eu compro produtos Apple e não fico acima do mercado e nem fico mais linda por conta deles. Compro e uso por apreciar a facilidade de uso, por ser intuitivo, por não precisar implorar por atualizações e por ter ficado de "saco cheio" dessa situação de modificação no sistema Android pra ficar como eu gosto.

E o fato de eu "abrir meus olhos ao mercado real" é que escolho um produto Apple e não mais de outras marcas.

E boa sorte com o trabalho. ;D

 

Então, hoje eu vou coletar as fontes e já vou postar no blog. Muito do que escrevi foi mais por vivência no assunto, pois estou estudando sobre desde Dezembro, com a leitura da Biografia do Jobs e o livro Inside Apple, do Adam Lashinsky. Valeu pelo comentário :))

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gostei muito do teu texto, a questão é que dentro do cenário macroeconômico a economia brasileira ainda é volátil. Apesar da estabilidade vista nos últimos anos, os custos de produção, importação e distribuição se alteram numa velocidade homérica. Podes fazer um insight sobre a questão do mercado interno e comparar a Apple com outras gigantes como a Samsung no mercado de Tablets e Smartphones e a Dell, no mercado de computadores.

 

Há ainda de se ver que cinco novas fábricas serão abertas nos próximos anos, o que vai otimizar a produção de componentes necessários à montagem dos iGadgets em até 95%.

Mas a economia chinês não está no mesmo patamar do que o brasileiro? Pois todo mundo sabe que uma hora a economia chinesa vai cair, pois sabe que não vai aguentar muito tempo. Mas a do Brasil pelo menos você encontra uma estabilidade que sabe que num vai cair vertiginosamente; o leilão do 4G, mesmo com o mundo em crise, atingiu preços altos. Então acredito que a economia brasileira está apta a ter a grande de Cupertino e consequentemente, a trazer lucros. 

Por exemplo, a Apple Brasil recentemente aumentou novamente os preços do Macbook Air e Pro no seu site. O que era mais caro aumentou. Pouca gente usufrui. Eu vejo que o Brasil está disposto a abaixar os impostos se forem produzidos aqui, no caso com estas novas fábricas. Um exemplo disto é a regulamentação do iPad Mini em Dezembro. O governo queria os iPads Mini já no Natal - eu me recordo de ouvir no rádio sobre isto -. E a redução dos impostos, acredito eu, vai vir com os produtos sendo produzidos aqui. 

Sugiro que dê uma olhada nas declarações que Tim Cook deu hoje no evento Goldman Sachs Conference. Há um trecho em que ele menciona o Brasil:

"If you look at the iPad, over 50% of the people buying iPad in countries like China and Brazil don't own any other Apple products. And we've seen a very clear pattern of people buying an initial Apple product and then buying more. We've seen this halo effect with iPod for the Mac, iPod for iPhone, and now even iPad for iPhone. Seems perfectly reasonable to me to have both iPad and iPad mini in our lineup. I think this is going to be the mother of all markets. And customers are voting and they're buying".

 

Interessante Sigma, Obrigado pelas informações (:))

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal a ideia. Vale lembrar que a Apple está para abrir duas lojas no Brasil que também serão as primeiras na América do Sul, acho que mostra o quanto a empresa leva em consideração o mercado brasileiro e como pode ajudar a Apple a crescer ainda mais no país... porém, também tem que levar em conta os preços abusivos cobrado pela empresa no país, mesmo com fábrica própria.

Então Camila, o trabalho de conclusão visa uma problematização a ser solucionada. Eu tenho que visar a otimização da empresa, os benefícios que pode trazer com a solução. No caso dessas lojas, com o mercado aquecido, já deveriam estar no Brasil. Com esses preços altos, não é interessante essas lojas. Eu tenho a visão de que com as novas fábricas, vai ser reduzidos os impostos e o preço irá cair, e só não caiu ainda pois estas lojas ainda não estão prontas. Será que vão abaixar os preços para atrair os clientes nessas lojas? Como já conhecemos a Apple, não duvido de nada. Valeu pelo comentário  :lol:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas a economia chinês não está no mesmo patamar do que o brasileiro? Pois todo mundo sabe que uma hora a economia chinesa vai cair, pois sabe que não vai aguentar muito tempo. Mas a do Brasil pelo menos você encontra uma estabilidade que sabe que num vai cair vertiginosamente; o leilão do 4G, mesmo com o mundo em crise, atingiu preços altos. Então acredito que a economia brasileira está apta a ter a grande de Cupertino e consequentemente, a trazer lucros.

Por exemplo, a Apple Brasil recentemente aumentou novamente os preços do Macbook Air e Pro no seu site. O que era mais caro aumentou. Pouca gente usufrui. Eu vejo que o Brasil está disposto a abaixar os impostos se forem produzidos aqui, no caso com estas novas fábricas. Um exemplo disto é a regulamentação do iPad Mini em Dezembro. O governo queria os iPads Mini já no Natal - eu me recordo de ouvir no rádio sobre isto -. E a redução dos impostos, acredito eu, vai vir com os produtos sendo produzidos aqui.

Interessante Sigma, Obrigado pelas informações (:))

Sim, mas grande parte da oferta de iPads e iPhones já vem de Jundiaí.

Sobre o aspecto econômico, eu só posso ver o Brasil como um potência se analisar todas as variáveis do cenário macroeconômico. A China tem uma política cambial voltada para o comércio exterior, o que não acontece no Brasil.

A política interna, onde há de se considerar o papel do poder executivo com o aumento e redução, por decreto, do Imposto de Importação, a volatilidade da taxa básica de juros e os incentivos diretos e indiretos à indústria de tecnologia. Não temos claro, sequer, se haverá uma reforma tributária, necessária e imperiosa.

Teu texto ficou bacana, apenas estou dialogando para que possas acrescentar novos pontos ao diálogo.

Sobre os lucros, não tenho dúvidas de que a Apple lucra, e muito no Brasil, a questão é: qual faixa social consome os seus produtos? Por que preços exorbitantes em relação a países do mesmo patamar que o Brasil, como África do Sul, Chile e Índia?

Podes estabelecer um foco comparativo com o Chile, assim ter uma coleta de dados apta a convencer o leitor de que os teus argumentos têm a vazão exposta.

Boa Sorte,

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim, mas grande parte da oferta de iPads e iPhones já vem de Jundiaí.

Sobre o aspecto econômico, eu só posso ver o Brasil como um potência se analisar todas as variáveis do cenário macroeconômico. A China tem uma política cambial voltada para o comércio exterior, o que não acontece no Brasil.

A política interna, onde há de se considerar o papel do poder executivo com o aumento e redução, por decreto, do Imposto de Importação, a volatilidade da taxa básica de juros e os incentivos diretos e indiretos à indústria de tecnologia. Não temos claro, sequer, se haverá uma reforma tributária, necessária e imperiosa.

Teu texto ficou bacana, apenas estou dialogando para que possas acrescentar novos pontos ao diálogo.

Sobre os lucros, não tenho dúvidas de que a Apple lucra, e muito no Brasil, a questão é: qual faixa social consome os seus produtos? Por que preços exorbitantes em relação a países do mesmo patamar que o Brasil, como África do Sul, Chile e Índia?

Podes estabelecer um foco comparativo com o Chile, assim ter uma coleta de dados apta a convencer o leitor de que os teus argumentos têm a vazão exposta.

Boa Sorte,

Abraços

Então, olha essa notícia:

http://blogdoiphone.com/2012/11/ipad-mini-fabricado-no-brasil-provavelmente-tera-tambem-isencao-fiscal/

No caso, já existe uma isenção em alguns produtos? Qual seria o motivo da não redução do preço? Seria somente quando tiverem todas as fábricas prontas para atender os brasileiros somente com produtos produzidos aqui ou estão esperando as lojas Apple ficarem prontas? 

Sobre o comparativo, seria interessante fazer o elo com Chile no caso por também ter caros produtos? Pois os países que você citou no caso, são os país considerados emergentes e que estão com um mercado consumidor em alta. Na análise do Brian White, que dissertou sobre a possibilidade do iPhone Mini (isso a uma semana atrás) - Brian White foi o analista que falou sobre os boatos do iPad mini antes de ser lançado - o iPhone Mini seria criado justamente para atender estes países que você citou: Brasil, China, India... 

Ou seja, acredito que o Brasil aos poucos está oferecendo a empresa um maior espaço; com a isenção de impostos nos produtos, com a facilitação e isenção para empresas criarem suas fábricas aqui e pelo mercado consumidor em alta. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então, olha essa notícia:

http://blogdoiphone.com/2012/11/ipad-mini-fabricado-no-brasil-provavelmente-tera-tambem-isencao-fiscal/

No caso, já existe uma isenção em alguns produtos? Qual seria o motivo da não redução do preço? Seria somente quando tiverem todas as fábricas prontas para atender os brasileiros somente com produtos produzidos aqui ou estão esperando as lojas Apple ficarem prontas? 

Sobre o comparativo, seria interessante fazer o elo com Chile no caso por também ter caros produtos? Pois os países que você citou no caso, são os país considerados emergentes e que estão com um mercado consumidor em alta. Na análise do Brian White, que dissertou sobre a possibilidade do iPhone Mini (isso a uma semana atrás) - Brian White foi o analista que falou sobre os boatos do iPad mini antes de ser lançado - o iPhone Mini seria criado justamente para atender estes países que você citou: Brasil, China, India... 

Ou seja, acredito que o Brasil aos poucos está oferecendo a empresa um maior espaço; com a isenção de impostos nos produtos, com a facilitação e isenção para empresas criarem suas fábricas aqui e pelo mercado consumidor em alta. 

 

O Chile oferece preços iguais ou levemente superiores aos EUA.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Chile oferece preços iguais ou levemente superiores aos EUA.

 

Entendo. Então é interessante eu fazer este elo com o Chile, pois é um país com uma economia relativamente menor e que oferece melhor preço, mesmo não sendo um mercado em alta. Pode deixar que eu vou fazer. Sobre o iPhone Mini, você acredita nesses rumores? Porque eles existem desde 2010 né, no caso eu comecei a olhar esse lado por causa da analise do Brian White, que foi o mesmo analista que começou ou apresentou em dados o rumor do iPad Mini. E sobre o iPad Mini, mesmo com a regulamentação e isenção de imposto ainda não chegou no Brasil, e pesquisando não consigo encontrar uma "resposta concreta" a esta questão. Sabes algo a respeito?

Valeu pelas respostas, obrigadão :))

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sou professor de português, mas tenho visto erros bastante grosseiros, concordância, etc.

Vamos nos esforçar pra escrever um pouco melhor?

 

Mas erros no post ou aqui? Os erros que tiver é só me mandar o que você achar que está errado que eu corrijo. O importante não é escrever corretamente, até porque esta matéria são as bases para a criação do trabalho de conclusão de curso. O importante é saber se minha ideia estaria correta para que eu possa apresentá-la ao meu coordenador.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendo. Então é interessante eu fazer este elo com o Chile, pois é um país com uma economia relativamente menor e que oferece melhor preço, mesmo não sendo um mercado em alta. Pode deixar que eu vou fazer. Sobre o iPhone Mini, você acredita nesses rumores? Porque eles existem desde 2010 né, no caso eu comecei a olhar esse lado por causa da analise do Brian White, que foi o mesmo analista que começou ou apresentou em dados o rumor do iPad Mini. E sobre o iPad Mini, mesmo com a regulamentação e isenção de imposto ainda não chegou no Brasil, e pesquisando não consigo encontrar uma "resposta concreta" a esta questão. Sabes algo a respeito?

Valeu pelas respostas, obrigadão :))

Sobre a chegada do iPad Mini não sei nada a respeito, com certeza é algo da política interna de Vendas da Apple para o Brasil.

O que eu sugiro que corrijas é a afirmação de que há isenção de impostos. Não há. O IPI ainda é cobrado, da mesma forma que o ICMS. Há um incentivo fiscal de redução de alguns tributos, como a PIS/COFINS. Em alguns casos a redução pode até chegar a zero, mas não é o caso dos impostos que eu mencionei.

Editado: acredito num iPhone de baixo custo, não num iPhone Mini.

Editado por Gustavo Jaccottet

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sobre a chegada do iPad Mini não sei nada a respeito, com certeza é algo da política interna de Vendas da Apple para o Brasil.

O que eu sugiro que corrijas é a afirmação de que há isenção de impostos. Não há. O IPI ainda é cobrado, da mesma forma que o ICMS. Há um incentivo fiscal de redução de alguns tributos, como a PIS/COFINS. Em alguns casos a redução pode até chegar a zero, mas não é o caso dos impostos que eu mencionei.

Editado: acredito num iPhone de baixo custo, não num iPhone Mini.

 

Entendo, na verdade eu não estava muito ligado aos impostos Gustavo, eu vou começar a estudar isto hoje no caso. Para ver o tamanho da minha ignorância sobre impostos, eu nem sabia que o IPI era cobrado nos produtos de tecnologia, mas agora ficou óbvio, rs. Eu vou dar uma pesquisada com relação aos impostos nos produtos Apple; que seria o motivo do preço alto cobrado no caso, correto? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendo, na verdade eu não estava muito ligado aos impostos Gustavo, eu vou começar a estudar isto hoje no caso. Para ver o tamanho da minha ignorância sobre impostos, eu nem sabia que o IPI era cobrado nos produtos de tecnologia, mas agora ficou óbvio, rs. Eu vou dar uma pesquisada com relação aos impostos nos produtos Apple; que seria o motivo do preço alto cobrado no caso, correto?

Temos um blog http://abusoapple.wordpress.com/ onde há informações detalhadas sobre os impostos e comparativos de preços. Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Temos um blog http://abusoapple.wordpress.com/ onde há informações detalhadas sobre os impostos e comparativos de preços. Abs.

valeu gustavo! também achei um link interessante: http://economia.ig.com.br/impostos-elevam-preco-de-produtos-da-apple-em-ate-60/n1597406476012.html

O que poderia ser usado como argumento para a redução de impostos por parte do governo?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então é interessante eu fazer este elo com o Chile, pois é um país com uma economia relativamente menor e que oferece melhor preço, mesmo não sendo um mercado em alta. 

 

 

Ah, outra coisa que eu pensei ao ler a frase acima é que, como se trata de mercado externo, tu poderias definir alguns países.

 

Falar em mercado externo pode ser algo muito abrangente por envolver vários países, várias condições econômicas, então, não seria legal definir quais países seriam abordados? Assim ficaria menos generalizado, facilitaria as pesquisas e poderia fazer comparações produtivas dessa forma e não ficaria uma coisa generalizada, como eu disse.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ah, outra coisa que eu pensei ao ler a frase acima é que, como se trata de mercado externo, tu poderias definir alguns países.

 

Falar em mercado externo pode ser algo muito abrangente por envolver vários países, várias condições econômicas, então, não seria legal definir quais países seriam abordados? Assim ficaria menos generalizado, facilitaria as pesquisas e poderia fazer comparações produtivas dessa forma e não ficaria uma coisa generalizada, como eu disse.

 

Então Fernanda, os países que pensei fazer este "elo", seriam o Chile (pelos produtos serem cobrados com valores parecidos com o dos EUA), China e Índia. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      48.283
    • Total de Posts
      413.910
×
×
  • Criar Novo...