Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Teresa.GCarvalho

Lançamento iPhone 5s no Brasil

Posts Recomendados

Bom dia pessoal, já é sabido que não estamos nos próximos 2 lançamentos (perdendo inclusive para a Letônia); e que a Apple Store do Rio está prestes a ser inaugurada.

Sou de São Paulo e já corre o "burburinho" que o lançamento da Tim deste ano nao será feira no shopping Eldorado como de costume, passando para o Morumbi. Não sei se é verdade...

Até o momento nenhuma operadora iniciou os pré-cadastros (o que realmente é cedo, caso o lançamento ocorra somente em 07/12). Alguém se lembra de como foi no ano passado, ou tem alguma informação?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ano passado começou a pré-venda (cadastros) nas operadoras por volta da primeira semana de dezembro. Acho que esse ano não será diferente, entre o final de novembro e começo de dezembro.

 

É bem participar desse cadastro da pré-venda, porque, lembro que no ano passado na loja da TIM, cujo iPhone 5 16Gb chegou por R$2.399, a TIM dava um desconto de R$399 para quem tinha se cadastrado e, se não me engano, recebia um papelzinho na fila pra ganhar esse desconto.

 

Quanto às lojas que terão filas para o lançamento, não sei porque não moro no sul/sudeste.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma dúvida. 

 

Quando as operadoras abrem pré-venda com cadastro no site deles, como funciona? Me cadastro, efetuo o pagamento, escolho uma loja e retiro?

 

Ou apenas me cadastro, dizendo que quero (ex.) iPhone 5S Preto 32GB, e retiro em alguma loja, pegando a fila normal?

 

Vi alguns casos de pré-venda do iPhone 5 na TIM, se não me engano, abrindo as portas as 22h para quem havia se cadastrado, e as 0h para quem não tinha. E eram filas separadas também

Editado por Taviaum

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma dúvida. 

 

Quando as operadoras abrem pré-venda com cadastro no site deles, como funciona? Me cadastro, efetuo o pagamento, escolho uma loja e retiro?

 

Ou apenas me cadastro, dizendo que quero (ex.) iPhone 5S Preto 32GB, e retiro em alguma loja, pegando a fila normal?

 

Vi alguns casos de pré-venda do iPhone 5 na TIM, se não me engano, abrindo as portas as 22h para quem havia se cadastrado, e as 0h para quem não tinha. E eram filas separadas também

Segunda opção, Taviaum. Não se paga nada no cadastro, é apenas como se fosse uma reserva, e quem se cadastra, na teoria, tem prioridade na fila. Digo na teoria, porque na prática, como ocorreu ano passado e em anos anteriores, tiveram problemas nas filas, e acabou que muita gente ficou sem iPhone, até mesmo os que estavam cadastrados.

 

A vantagem de se cadastrar é, além de ser gratuito e sem compromisso, obter descontos na compra dos iPhones (pelo menos vem sempre ocorrendo isso) e alguns brindes que as operadoras oferecem. Não tenho conhecimento das diferenças nas filas, mas talvez ocorra também.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dessa vez o Lançamento vai ter uma dinâmica diferente. Em lugar das operadoras e dos seus cadastros malabarísticos, dos seus Coquetéis e filas cafonas, o foco está na Apple Retail Store, como já foi dito pelos amigos acima. O que acontece é que os aparelhos já estão homologados pela ANATEL e é normal que o Brasil sempre os receba com atraso, pelos seguintes motivos:

 

1. Oferta baixa, demanda altíssima;

2. País de dimensões continentais, com uma logística problemática (não existem ferrovias, o transporte aéreo sai caro, pois em alguns Estados é cobrado 25% de ICMS sobre o querosene de Aviação, como é o caso do RS);

3. O transporte terrestre é, igualmente problemático. O seguro sobre as cargas está cada vez mais alto, da mesma medida que não só os roubos de cargas terrestres estão sendo comuns. Tanto em 2013, como em 2012, ocorreram assaltos milionários as Warehouses em Viracopos (2012) e Guarulhos (2013). Mais especificamente em 2012, o assalto foi justamente sobre uma carga da Apple;

4. O Brasil vai passar ao papel de protagonista dentro da América Latina, pois com a Apple Retail Store, oxalá, teremos um sistema de logística próprio da Apple, sem depender de empresas terceirizadas, tampouco de empresas justapostas para realizar a importação, como é o caso da CISA Trading S.A.;

5. Se as importações forem realizadas diretamente pela Apple Computer Brasil Ltda., o cenário será muito favorável para uma queda progressiva de preços e para um aumento da oferta;

6. Com a desoneração de todos os modelos de Smartphones fabricados no Brasil, desde que o preço Bruto no Varejo não seja superior a R$1.500,00 e igualmente venha com aquele famoso pacote de Apps, a Apple pode passar a vender os aparelhos atrelados a contratos diretamente do seu site, o que teria um pequeno óbice: a venda de aparelhos bloqueados, no Brasil, tem sido um problema, especialmente com relação a duas operadoras, Claro e Vivo. A TIM e a Oi têm uma política de venda de aparelhos desbloqueados, daí tenho dúvidas em como seria formalizado esse contrato, digo, os aparelhos poderiam ser vendidos desbloqueados, mas no ato da compra faz-se a vinculação do aparelho ao contrato em vigor com a operadora, renovando-o e possibilitando que se aplique a fidelidade com relação ao contrato e não ao aparelho estar, ou não, bloqueado.

Enfim, aqui não apresentei apenas pontos que entendo relevantes. Mais especificamente o item 6 é um dúvida que tenho em relação à venda de aparelhos bloqueados pela própria Apple e em como esse contrato será firmado, pois vale lembrar que uma coisa é formalizar um contrato nos EUA, outra é formalizar um contrato semelhante no Brasil.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dessa vez o Lançamento vai ter uma dinâmica diferente. Em lugar das operadoras e dos seus cadastros malabarísticos, dos seus Coquetéis e filas cafonas, o foco está na Apple Retail Store, como já foi dito pelos amigos acima. O que acontece é que os aparelhos já estão homologados pela ANATEL e é normal que o Brasil sempre os receba com atraso, pelos seguintes motivos:

 

1. Oferta baixa, demanda altíssima;

2. País de dimensões continentais, com uma logística problemática (não existem ferrovias, o transporte aéreo sai caro, pois em alguns Estados é cobrado 25% de ICMS sobre o querosene de Aviação, como é o caso do RS);

3. O transporte terrestre é, igualmente problemático. O seguro sobre as cargas está cada vez mais alto, da mesma medida que não só os roubos de cargas terrestres estão sendo comuns. Tanto em 2013, como em 2012, ocorreram assaltos milionários as Warehouses em Viracopos (2012) e Guarulhos (2013). Mais especificamente em 2012, o assalto foi justamente sobre uma carga da Apple;

4. O Brasil vai passar ao papel de protagonista dentro da América Latina, pois com a Apple Retail Store, oxalá, teremos um sistema de logística próprio da Apple, sem depender de empresas terceirizadas, tampouco de empresas justapostas para realizar a importação, como é o caso da CISA Trading S.A.;

5. Se as importações forem realizadas diretamente pela Apple Computer Brasil Ltda., o cenário será muito favorável para uma queda progressiva de preços e para um aumento da oferta;

6. Com a desoneração de todos os modelos de Smartphones fabricados no Brasil, desde que o preço Bruto no Varejo não seja superior a R$1.500,00 e igualmente venha com aquele famoso pacote de Apps, a Apple pode passar a vender os aparelhos atrelados a contratos diretamente do seu site, o que teria um pequeno óbice: a venda de aparelhos bloqueados, no Brasil, tem sido um problema, especialmente com relação a duas operadoras, Claro e Vivo. A TIM e a Oi têm uma política de venda de aparelhos desbloqueados, daí tenho dúvidas em como seria formalizado esse contrato, digo, os aparelhos poderiam ser vendidos desbloqueados, mas no ato da compra faz-se a vinculação do aparelho ao contrato em vigor com a operadora, renovando-o e possibilitando que se aplique a fidelidade com relação ao contrato e não ao aparelho estar, ou não, bloqueado.

Enfim, aqui não apresentei apenas pontos que entendo relevantes. Mais especificamente o item 6 é um dúvida que tenho em relação à venda de aparelhos bloqueados pela própria Apple e em como esse contrato será firmado, pois vale lembrar que uma coisa é formalizar um contrato nos EUA, outra é formalizar um contrato semelhante no Brasil.

Gustavo, segundo a sua opinião, o lançamento "físico" no Brasil se limitará ao Rio de Janeiro e em São Paulo e nos outros Estados, somente via site da Apple com planos das operadoras? Entendi certo?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gustavo, segundo a sua opinião, o lançamento "físico" no Brasil se limitará ao Rio de Janeiro e em São Paulo e nos outros Estados, somente via site da Apple com planos das operadoras? Entendi certo?

 

Não. Segundo a minha opinião o lançamento vai ocorrer também nas operadoras. A diferença será no foco. A Apple Retail Store será o centro das atenções e nela se concentrará a maior oferta de vendas. Não acredito na possibilidade imediata de uma venda pela Apple Store com planos atrelados a contratos (o que seria interessante). Os valores dos aparelhos atrelados a contratos de fidelidade também é outra coisa que pode ter um preço bastante atrativo, com as empresas criando novas modalidades de planos, dando ênfase à oferta de pacotes de dados que respeitem as normas da ANATEL relativas ao 4G. Pode parecer mentira, pois sei que há críticos demais com relação ao governo, mas já foram investidos mais de R$35.000.000.000,00 em Redes de Fibra Óptica, via TELEBRÁS. Acontece que as operadoras têm em mãos essa rede e não estão oferecendo os serviços condizentes com a realidade.

 

Como eu bem te disse, eu tenho dúvidas sobre a plausibilidade, ou não, do item 6. 

Editado por Gustavo Jaccottet

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não vai ser nada diferente dos últimos anos, com exceção que provavelmente teremos mais um ponto de venda, a Apple Store. No mais, longas filas nas operadoras, poucas unidades, e diversos membros do fórum perguntando onde tem iPhone porque não consegue encontrar em nenhuma operadora, que o vendedor só aceita vender para quem tem plano xyz, e por aí vai, será o mesmo blá blá blá de sempre.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não vai ser nada diferente dos últimos anos, com exceção que provavelmente teremos mais um ponto de venda, a Apple Store. No mais, longas filas nas operadoras, poucas unidades, e diversos membros do fórum perguntando onde tem iPhone porque não consegue encontrar em nenhuma operadora, que o vendedor só aceita vender para quem tem plano xyz, e por aí vai, será o mesmo blá blá blá de sempre.

 

Acredito que o lançamento vai ser semelhante ao do iPhone 4S, que ficou disponível, ao mesmo tempo, tanto nas operadoras, como na Apple Store, tudo bem que nesta o preço foi às alturas. A Apple Retail Store pode ser um primeiro passo para uma mudança de tratamento na venda de iPhones no Brasil. Não sei se seria factível uma venda de iPhones já vinculados a contrato via Apple Store, mas a oferta deverá ser bem maior, assim como a logística deve ser aprimorada para atender a todas as redes de varejo, operadoras e claro, a Apple Retail Store.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

É possível, mas e a demanda? Se nos EUA já é difícil de encontrar os aparelhos, imagina aqui.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É possível, mas e a demanda? Se nos EUA já é difícil de encontrar os aparelhos, imagina aqui.

eua é outro modelo 

 

acho que nao influencia muito nisso 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

eua é outro modelo 

 

acho que nao influencia muito nisso 

 

O modelo é o de menos, pois a produção é a mesma. A Apple produz um volume, digamos, de 100 iPhone por hora. Destes, 60 vão para o mercado dos EUA e os 40 para os demais mercados. É uma questão de raciocínio prático, vou te ajudar a entender o meu pensamento:

 

Premissa 1 - A demanda nos EUA é maior do que em outros Países;

Premissa 2 - A produção dos iPhone 5S teve de sofrer um acréscimo para dar conta da demanda no mercado dos EUA

Conclusão: A demanda é um elemento essencial para a disponibilidade dos iPhone.

 

E ainda completo: apesar de ser outro modelo, o que os distingue são os seus atributos para a Rede Celular. Todos eles têm a mesma câmera, a mesma carcaça, a tinta é fornecida pela mesma empresa. Em 2011, em que o iPhone 4S era universal, houve problemas menores que os de agora, em se tratando de aparelhos iguais. Ano passado, aqui no Fórum mesmo, toda hora um camarada dizia que estava nos EUA e que os iPhone chegavam às lojas eram vendidos na hora. O sigma relatou isso faz uns dois dias no Tópico iPhone 5S.

 

Para terminar: justamente por serem aparelhos com sistemas diferentes, a Apple pode priorizar a produção de um modelo em detrimento de outro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

eua é outro modelo 

 

acho que nao influencia muito nisso 

Gustavo Jaccottet

Pelo que eu entendi, o que ele esta comentando, é em relação ao tecnologia 4G, pois a vendida nos EUA não irá funcionar.

Mas os comprados em alguns países da Europa, irão funcionar o 4G no Brasil.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não vai ser nada diferente dos últimos anos, com exceção que provavelmente teremos mais um ponto de venda, a Apple Store. No mais, longas filas nas operadoras, poucas unidades, e diversos membros do fórum perguntando onde tem iPhone porque não consegue encontrar em nenhuma operadora, que o vendedor só aceita vender para quem tem plano xyz, e por aí vai, será o mesmo blá blá blá de sempre.

Já é difícil comprar as vezes um nano chip, falam que venda somente atrelada ao plano X imaginemos a venda dos aparelhos em mais um ano...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tenho fontes dentro da VIVO de Porto Alegre que me confirmaram a chegada dos iPhones para dia 10/11... Vai depender da vontade deles de vender, com isso, acredito fortemente que dia 15/11 será o lançamento oficial.

Editado por Gilberto Junior

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se com o iPhone 5 tinha até briga nas filas, imagino com o 5S e seus estoques escassos. O pessoal vai ficar cego, vão nem olhar os preços. Tô ansioso pra ver o tamanho da facada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      48.564
    • Total de Posts
      416.223
×
×
  • Criar Novo...